Exportar registro bibliográfico

Identidades diaspóricas em Brown Girl, Brownstones de Paule Marshall (2002)

  • Autores:
  • Autor USP: MORAES, ELIANA ISRAELA NOGUEIRA DE - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLM
  • Assunto: LITERATURA DE EXPRESSÃO INGLESA
  • Idioma: Português
  • Resumo: O objetivo dessa dissertação é discutir a construção da identidade diaspórica de Selina Boyce, protagonista no romance Brown Girl, Brownstones, escrito por Paule Marshall. É pressuposto que a protagonista, sentindo-se como uma estranha na sua terra natal, Estados Unidos, constrói sua identidade, estabelecendo uma relação dialógica entre as imagens de Barbados, que representam as narrativas do passado, e o seu próprio imaginário. Essa relação lhe permite resgatar sua herança caribenha. Sua força para se tornar consciente do passado de seus ancestrais vem da comunidade de Barbados em New York com a qual ela se relaciona. O quadro teórico se baseia nas teorias do pós-colonialismo e da diáspora que contestam o pensamento binário apoiado nas narrativas ocidentais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.03.2002

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MORAES, Eliana Israela Nogueira de; IZARRA, Laura Patricia Zuntini de. Identidades diaspóricas em Brown Girl, Brownstones de Paule Marshall. 2002.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.
    • APA

      Moraes, E. I. N. de, & Izarra, L. P. Z. de. (2002). Identidades diaspóricas em Brown Girl, Brownstones de Paule Marshall. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Moraes EIN de, Izarra LPZ de. Identidades diaspóricas em Brown Girl, Brownstones de Paule Marshall. 2002 ;
    • Vancouver

      Moraes EIN de, Izarra LPZ de. Identidades diaspóricas em Brown Girl, Brownstones de Paule Marshall. 2002 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021