Exportar registro bibliográfico

Ecoepidemiologia da Leishmaniose tegumentar americana associada à Leishmania(Viannia) braziliensis na Zona da Mata Atlântica do Estado de Pernambuco, Brasil (2001)

  • Autores:
  • Autor USP: BRANDAO FILHO, SINVAL PINTO - ICB
  • Unidade: ICB
  • Sigla do Departamento: BMP
  • Assunto: PARASITOLOGIA
  • Idioma: Português
  • Resumo: O objetivo geral deste estudo foi caracterizar a ecoepidemiologia da leishmaniose tegumentar americana associada à Leishmania (Viannia) braziliensis na região da Zona da Mata de Pernambuco, Brasil. L. (V.) braziliensis foi a única espécie identificada na região. A maior parte dos casos humanos foram predominantemente da forma cutânea da doença, com força da infecção elevada e sem diferenças significativas relacionadas à gênero ou à atividade ocupacional da população adulta. Bolomys lasiurus foi incriminado como reservatório primário de L. (V.) braziliensis nesta região, constituindo a primeira incriminação clássica de um reservatório de L. (V.) braziliensis. Nectomys squamipes também é outro provável reservatório primário, com 28,1% (43/153) de positividade na detecção de DNA do parasito por PCR. Lutzomyia whitmani, com predominância de 97,84% no total da fauna, é o provável vetor envolvido na transmissão ao homem, apresentando abundância no peridomicilio. Psychodopygus complexus provavelmente também está envolvido na manutenção do ciclo enzoótico, seja como vetor primário ou secundário. A manutenção da endemia nesta região parece ser determinada por um ciclo enzoótico envolvendo roedores, com padrão de transmissão do tipo peridoméstico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 04.04.2001

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BRANDÃO FILHO, Sinval Pinto; SHAW, Jeffrey Jon. Ecoepidemiologia da Leishmaniose tegumentar americana associada à Leishmania(Viannia) braziliensis na Zona da Mata Atlântica do Estado de Pernambuco, Brasil. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Brandão Filho, S. P., & Shaw, J. J. (2001). Ecoepidemiologia da Leishmaniose tegumentar americana associada à Leishmania(Viannia) braziliensis na Zona da Mata Atlântica do Estado de Pernambuco, Brasil. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Brandão Filho SP, Shaw JJ. Ecoepidemiologia da Leishmaniose tegumentar americana associada à Leishmania(Viannia) braziliensis na Zona da Mata Atlântica do Estado de Pernambuco, Brasil. 2001 ;
    • Vancouver

      Brandão Filho SP, Shaw JJ. Ecoepidemiologia da Leishmaniose tegumentar americana associada à Leishmania(Viannia) braziliensis na Zona da Mata Atlântica do Estado de Pernambuco, Brasil. 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021