Exportar registro bibliográfico

Uma leitura de Pelléas et Mélisande, de Mauríce Maeterlinck (2001)

  • Autores:
  • Autor USP: MOLER, LARA BIASOLI - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLM
  • Assuntos: LITERATURA DE EXPRESSÃO FRANCESA; LITERATURA BELGA
  • Idioma: Português
  • Resumo: As letras francesas de fins do século XIX testemunham o que hoje se conhece como a revolta simbolista no teatro. Os poetas e dramaturgos da época, fundamentados no modelo proposto por Wagner, sonhavam com um "teatro total", capaz de reunir todas as formas artísticas - poesia, música, pintura e dança -, contra o naturalismo que dominava a cena. O belga Maurice Maeterlinck (1862-1949), com a publicação e a mise-en-scène da peça Pelléas et Mélisande, é conhecido como o mais importante dramaturgo da estética simbolista. Este trabalho se propõe a fazer uma análise literária de uma das peças mais conhecidas do autor belga, por meio do estudo das personagens e de uma análise da presença da água em relação com a teoria maeterlinckiana de uma renovação da linguagem teatral
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.06.2001

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MOLER, Lara Biasoli; AMARAL, Glória Carneiro do. Uma leitura de Pelléas et Mélisande, de Mauríce Maeterlinck. 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Moler, L. B., & Amaral, G. C. do. (2001). Uma leitura de Pelléas et Mélisande, de Mauríce Maeterlinck. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Moler LB, Amaral GC do. Uma leitura de Pelléas et Mélisande, de Mauríce Maeterlinck. 2001 ;
    • Vancouver

      Moler LB, Amaral GC do. Uma leitura de Pelléas et Mélisande, de Mauríce Maeterlinck. 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021