Exportar registro bibliográfico

O gênero Eulaema Lepeletier, 1841 (Hymenoptera,Apidae, Euglossini): filogenia, biogeografia e relações com as Orchidaceae (2000)

  • Autores:
  • Autor USP: OLIVEIRA, MARCIO LUIZ DE - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 592
  • Assunto: ENTOMOLOGIA
  • Idioma: Português
  • Resumo: O gênero Eulaema Lepeletier, 1841, assim como os demais gêneros de Euglossini, é particularmente conhecido por suas relações com as orquídeas. É exclusivamente neotropical, composto por 26 espécies de abelhas grandes (20 a 30 mm), com pilosidade intensa, língua Tonga e, diferentemente dos demais gêneros de Euglossini, sem brilho metálico na cabeça a no tórax. Neste trabalho apresenta-se um estudo preliminar sobre a taxonomia do gênero, distribuição geográfica e hipótese de relações filogenéticas entre as espécies bem como de sua relação com as orquídeas. Vinte a seis espécies são reconhecidas, sendo cinco delas ainda não descritas: E. (E.) basicincta sp. n. Moure M.S, E. (E.) helvola sp. n. Moure M.S., E. (E.) napensis sp. n., E. (E.) parapolyzona sp. n. a E. (A.) pseudocingulata sp. n. Em nenhum caso encontraram-se justificativas para a manutenção do status de subespécies, conforme proposta de outros autores. (4 spp.); 5) Oeste da Amazônia - Colômbia até Bolivia (2 spp.); 6) Trinidadense - restrito à Trinidad & Tobago (3 spp.); 7) Chocoano -Chocó, Colômbia até Esmeraldas, Equador (3 spp.) a 8) Sudeste do Brasil- Paraíba até o Rio de Janeiro a São Paulo (2 spp.). Além disso, duas espécies apresentam padrões de distribuição que não puderam ser definidos, devido ao pequeno número de exemplares disponíveis. Apesar de terem sido analisados cerca de 4000 exemplares procedentes de diversas localidades, a cobertura geográfica na região neotropical não é unifonne.Enquanto algumas áreas têm sido excessivamente amostradas, como por exemplo as florestas do Panamá, Costa Rica a Amazônica, outras permanecem com deficiência de amostragem, constituindo verdadeiras lacunas geográficas, tais como a região de Yungas, os interflúvios amazônicos, os Cerrados, a Caatinga, os pantanais do Mato Grosso a do Guaporé e a Mata Atlântica do litoral a do planalto do sul do Brasil. As seguintes apomorfias dão suporte á hipótese de ) monofilia do gênero Eulaema: 1) projeção genal, 2) clípeo bastante elevado a formando rumpus muito íngremes lateralmente, 3) linha mesoscutal saliente a 4) tergo I com comprimento equivalente a 1/3 do tergo II. O gênero Eufriesea Cockerell, 1908 é o principal candidato a grupo-irmão de Eulaema, compartilhando com este as seguintes sinapomorfias: 1) tíbias posteriores dos machos com ápice pontiagudo, 2) pilosidade pouco densa na face externa das tibias posteriores dos machos, 3) quinto tarsômero das pernas posteriores menor que o das pernas médias, 4) esporões da tibia posterior aproximadamente iguais no tamanho e 6) gonocoxito com projeção ventro-lateral
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.10.2000

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Márcio Luiz de; CAMARGO, João Maria Franco de. O gênero Eulaema Lepeletier, 1841 (Hymenoptera,Apidae, Euglossini): filogenia, biogeografia e relações com as Orchidaceae. 2000.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2000.
    • APA

      Oliveira, M. L. de, & Camargo, J. M. F. de. (2000). O gênero Eulaema Lepeletier, 1841 (Hymenoptera,Apidae, Euglossini): filogenia, biogeografia e relações com as Orchidaceae. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Oliveira ML de, Camargo JMF de. O gênero Eulaema Lepeletier, 1841 (Hymenoptera,Apidae, Euglossini): filogenia, biogeografia e relações com as Orchidaceae. 2000 ;
    • Vancouver

      Oliveira ML de, Camargo JMF de. O gênero Eulaema Lepeletier, 1841 (Hymenoptera,Apidae, Euglossini): filogenia, biogeografia e relações com as Orchidaceae. 2000 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021