Exportar registro bibliográfico

Avaliação da condição periodontal e da prevalência de bactérias periodontopatogênicas em amostras de saliva e placa subgengival de adolescentes e adultos jovens (2001)

  • Autores:
  • Autor USP: AMORAS, ANA CLAUDIA BRAGA - FOB
  • Unidade: FOB
  • Sigla do Departamento: BAP
  • Assunto: PERIODONTIA
  • Idioma: Português
  • Resumo: O que se deseja no diagnóstico periodontal é a detecção de indivíduos de risco à doença periodontal antes que ocorram as mudanças irreversíveis nos tecidos periodontais provocadas pela instalação da doença. A investigação da história natural de aquisição e estabelecimento dos patógenos periodontais em indivíduos jovens talvez possa distinguir aqueles com necessidade de cuidados preventivos adicionais. A condição periodontal e a presença das espécies P. gingivalis, P. nigrescens, T. denticola e A. actinomycetemcomitans, através do método do "slot immunoblot" em amostras salivares e de placa subgengival, foram avaliadas em 50 indivíduos, divididos em adolescentes (grupo 1) e adultos jovens (grupo 2). A média do índice de placa do grupo 1 (1,66 ± 0,36) foi superior ao do segundo grupo (1,43 ± 0,23), com diferença estatisticamente significante (p=0,016). Quanto ao índice gengival todos os participantes apresentaram gengivite, sem diferença significante entre os grupos. Na análise da severidade, prevaleceu o grau moderado, tanto para o índice de placa, representado por 76% dos indivíduos do grupo 1 e 96% do grupo 2, como para o índice gengival representado por 100% dos indivíduos. A avaliação bacteriológica dos sítios subgengivais dos grupos 1 e 2 detectou a P. gingivalis em 32% dos indivíduos de ambos os grupos, a P. nigrescens em 80% e 88%, o T. denticola em 12% e 24% e o A. actinomycetemcomitans em 72% e 80%, respectivamente. A prevalência de indivíduospositivos, considerando-se as amostras de saliva, para as quatro bactérias foi, respectivamente, de 40%, 88%, 20% e 100%, no grupo 1, e de 48%, 100%, 20% e 100%, no grupo 2. O estudo das correlações evidenciou correlações significantes entre os patógenos, e destes com os parâmetros clínicos periodontais. Este estudo, fazendo parte de uma linha de pesquisa sobre momento de aquisição da microbiota, demonstrou que patógenos periodontais suspeitos foram ) identificados em adolescentes e adultos jovens, indicando que as faixas etárias analisadas podem ser o momento do estabelecimento de uma microbiota mais patogênica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.02.2001

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      AMORAS, Ana Cláudia Braga; PASSANEZI, Euloir; ROSA, Odila Pereira da Silva. Avaliação da condição periodontal e da prevalência de bactérias periodontopatogênicas em amostras de saliva e placa subgengival de adolescentes e adultos jovens. 2001.Universidade de São Paulo, Bauru, 2001.
    • APA

      Amoras, A. C. B., Passanezi, E., & Rosa, O. P. da S. (2001). Avaliação da condição periodontal e da prevalência de bactérias periodontopatogênicas em amostras de saliva e placa subgengival de adolescentes e adultos jovens. Universidade de São Paulo, Bauru.
    • NLM

      Amoras ACB, Passanezi E, Rosa OP da S. Avaliação da condição periodontal e da prevalência de bactérias periodontopatogênicas em amostras de saliva e placa subgengival de adolescentes e adultos jovens. 2001 ;
    • Vancouver

      Amoras ACB, Passanezi E, Rosa OP da S. Avaliação da condição periodontal e da prevalência de bactérias periodontopatogênicas em amostras de saliva e placa subgengival de adolescentes e adultos jovens. 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021