Exportar registro bibliográfico

Citocinas inflamatórias no transplante de fígado: convencional 'versus' "piggyback" (2001)

  • Autores:
  • Autor USP: BAIA, CARLOS EDUARDO SANDOLI - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MCG
  • Assunto: TRANSPLANTES
  • Idioma: Português
  • Resumo: Avalia-se a diferença entre os métodos "piggyback" e convencional, quanto à produção e metabolismo de IL-1, IL-6, IL-8, IFN e TNF no transplante de fígado. Estudaram-se 30 casos randomizados para transplante convencional ou "piggyback". Colheu-se sangue arterial, portal e da veia hepática, de 2 a 120 min. pós-revascularização. Mediram-se os fluxos sangüíneos hepáticos e o peso do fígado. Dosaram-se as citocinas por ensaio imunoenzimométrico. Calcularam-se as quantidades e metabolismo hepático das citocinas. A quantidade de IL-1b no sangue portal é maior no convencional. Não há diferença para quantidades e metabolismo das demais citocinas. Há semelhança entre os métodos, na produção de citocinas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.04.2001

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BAÍA, Carlos Eduardo Sandoli; MIES, Sérgio. Citocinas inflamatórias no transplante de fígado: convencional 'versus' "piggyback". 2001.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.
    • APA

      Baía, C. E. S., & Mies, S. (2001). Citocinas inflamatórias no transplante de fígado: convencional 'versus' "piggyback". Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Baía CES, Mies S. Citocinas inflamatórias no transplante de fígado: convencional 'versus' "piggyback". 2001 ;
    • Vancouver

      Baía CES, Mies S. Citocinas inflamatórias no transplante de fígado: convencional 'versus' "piggyback". 2001 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2020