Exportar registro bibliográfico

Caracterização morfo-anatômica dos órgãos vegetativos de Echinodorus paniculatus Micheli e Echinodorus tenellus (Mart.) Buchenau (Família Alismataceae), durante os períodos da cheia e da seca no Pantanal sul-matogrossense (2000)

  • Autores:
  • Autor USP: DIAS, EDNA SCREMIN - IB
  • Unidade: IB
  • Sigla do Departamento: BIB
  • Assunto: ANATOMIA VEGETAL
  • Idioma: Português
  • Resumo: O presente estudo visou acompanhar as modificações estruturais das espécies Echinodorus paniculatus Micheli e Echinodorus tenellus (Mart.) Buchenau, durante os períodos de cheia e seca no Pantanal Mato-Grossense. Estas espécies, pertencentes à família Alismataceae, são anfíbias, estão amplamente distribuídas neste ecossistema, e possuem uma grande plasticidade fenotípica, parte dela relacionada às variações sazonais do regime hídrico do Pantanal. A capacidade de ambas as espécies vicejarem na água e em solo livre de inundação, resulta em alterações morfológicas e anatômicas significativas. Os espécimes foram coletados nas áreas de influência dos Rios Miranda e Abobral, em períodos sucessivos de cheia e seca, processados para os estudos anatômicos em microscopia fotônica e eletrônica, e para as análises morfológicas quantitativas. Para E. paniculatus foram analisadas três populações distintas, e E. tenellus uma população nos dois períodos considerados. Houve variação significativa na amplitude da área foliar, comprimento e largura do limbo, comparando-se ambas as espécies nos dois períodos, e comprimento dos períodos em E. paniculatus, excetuando uma das populações desta espécie. E. tenellus possuium sistema eficiente de propagação vegetativa por meio de estolhos, em sua fase submersa, e ambas as espécies possuem rizomas que podem permanecer remanescentes da estação seca anterior, propiciando o restabelecimento do espécime na estação da cheia. Os estudos daorganogênese da raiz, caule e folha mostraram peculiaridades quanto à gênese dos tecidos corticais, sendo realizada uma ampla discussão quanto aos histógenos responsáveis pelo espessamento primário em ambas as espécies, e secundário em E. paniculatus. A análise comparativa dos órgãos vegetativos das duas espécies indicou variações quanto à distribuição dos espaços aeríferos nos tecidos, e o aumento de espessura e lignificação das paredes das células do ) sistema vascular. Foi constatada a presença de elementos de vaso, ramificados, nos rizomas de ambas as espécies, característica ainda não descrita para a família Alismataceae. E. paniculatus apresenta raízes laterais armazenadoras de amido, cuja presença está relacionada à sazonalidade ambiental. Também a presença de elementos de vaso ramificados nos rizomas de ambas as espécies é imtepretada como mais uma característica adaptativa da espécie ao ambiente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.12.2000

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SCREMIN-DIAS, Edna; MORRETES, Berta Lange de. Caracterização morfo-anatômica dos órgãos vegetativos de Echinodorus paniculatus Micheli e Echinodorus tenellus (Mart.) Buchenau (Família Alismataceae), durante os períodos da cheia e da seca no Pantanal sul-matogrossense. 2000.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.
    • APA

      Scremin-Dias, E., & Morretes, B. L. de. (2000). Caracterização morfo-anatômica dos órgãos vegetativos de Echinodorus paniculatus Micheli e Echinodorus tenellus (Mart.) Buchenau (Família Alismataceae), durante os períodos da cheia e da seca no Pantanal sul-matogrossense. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Scremin-Dias E, Morretes BL de. Caracterização morfo-anatômica dos órgãos vegetativos de Echinodorus paniculatus Micheli e Echinodorus tenellus (Mart.) Buchenau (Família Alismataceae), durante os períodos da cheia e da seca no Pantanal sul-matogrossense. 2000 ;
    • Vancouver

      Scremin-Dias E, Morretes BL de. Caracterização morfo-anatômica dos órgãos vegetativos de Echinodorus paniculatus Micheli e Echinodorus tenellus (Mart.) Buchenau (Família Alismataceae), durante os períodos da cheia e da seca no Pantanal sul-matogrossense. 2000 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2020