Exportar registro bibliográfico

Cinética, hidrodinâmica e biomassa em reator anaeróbio compartimentado alimentado com esgoto sanitário (1999)

  • Autores:
  • Autor USP: POVINELLI, SILVIA CLAUDIA SEMENSATO - EESC
  • Unidade: EESC
  • Sigla do Departamento: SHS
  • Assuntos: SANEAMENTO BÁSICO; ESGOTOS SANITÁRIOS
  • Idioma: Português
  • Resumo: A unidade utilizada na presente pesquisa trata-se de reator anaeróbio de manta de lodo com 11 m cúbicos de capacidade, possuindo compartimentos em série. É constituído de três câmaras com chicanas verticais, localizadas de maneira tal que obrigama água residuária afluente a escoar ora ascendente, ora escendentemente, atravessando regiões de elevada concentração de biomassa ativa que se forma junto ao fundo do reator. O efluente da terceira câmara passa por decantador de placasparalelas. O reator foi alimentado com esgoto sanitário proveniente da rede coletora pública. Estudos de biopartículas, cinética e hidrodinâmica neste reator visaram principalmente observar a distribuição das bactérias nas câmaras, formação depolímeros extracelulares na biomassa, a atividade metanogênica, a presença e efeito dos metais nos grânulos, as velocidades de reação em cada câmara, e o tipo de escoamento predominante no reator. Os valores de remoção de demanda química deoxigênio (DQO) alcançados após inoculação com TDH de 12h, atingiram valores médios próximos a 70%. O pH se manteve sempre estável e próximo à 7,0. A alcalinidade aumentou ao longo das câmaras, e os ácidos voláteis decairam, demonstrando boaestabilidade do sistema. A remoção de sólidos suspensos voláteis se apresentou em média próximo a 50%, constituição em proporções consideráveis. Este material submetido à espectrofotometria de absorção atômica apresentou 40 miligramas dealumínio por grama de sólidos totais e50 miligramas de ferro por grama de sólidos totais em média. As atividades metagênicas se estabilizaram em 10,0; 18,8 e 10,5 'mü' mol de metano por grama de sólidos suspensos voláteis oir hora, na primeira,segunda e terceira câmaras, respectivamente. A cinética de consumo de substrato segue modelo de primeira ordem com 'K IND.1' igual a 0,0621; 0,0447 e 0,0646 'H POT.-1' para as camadas 1, 2 e 3, respectivamente. Os melhores ajustes matemáticosaos ) estudos hidrodinâmicos mostraram que o reator se comporta como seis (6) reatores de mistura completa em série
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.10.1999

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      POVINELLI, Silvia Cláudia Semensato; CAMPOS, José Roberto. Cinética, hidrodinâmica e biomassa em reator anaeróbio compartimentado alimentado com esgoto sanitário. 1999.Universidade de São Paulo, São Carlos, 1999.
    • APA

      Povinelli, S. C. S., & Campos, J. R. (1999). Cinética, hidrodinâmica e biomassa em reator anaeróbio compartimentado alimentado com esgoto sanitário. Universidade de São Paulo, São Carlos.
    • NLM

      Povinelli SCS, Campos JR. Cinética, hidrodinâmica e biomassa em reator anaeróbio compartimentado alimentado com esgoto sanitário. 1999 ;
    • Vancouver

      Povinelli SCS, Campos JR. Cinética, hidrodinâmica e biomassa em reator anaeróbio compartimentado alimentado com esgoto sanitário. 1999 ;


Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021