Exportar registro bibliográfico

Estudo da influência dopaminérgica na habituação de ratos submetidos ao teste de campo aberto (1999)

  • Autores:
  • Autor USP: FURLAN, SUELI APARECIDA MASSON - FFCLRP
  • Unidade: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Assunto: PSICOBIOLOGIA
  • Idioma: Português
  • Resumo: Vários estudos têm mostrado que injeções sistêmicas de drogas dopaminérgicas resultam em profundas mudanças no comportamento de animais expostos ao campo aberto ("open field"). Ao mesmo tempo, infere-se a hipótese clue atividade dopaminérgica cerebral aumentada impede os animais de se habituarem a um ambiente novo, e esse efeito poderia ser responsável pela hiperatividade observada quando os animais são testados mais tarde na ausência da droga. Contudo, os efeitos dessas drogas nos processos de aprendizagem e atividade motora são ainda pouco conhecidos. Para examinar essas questões, no presente estudo, avaliamos os efeitos dos injeções, por via intraperitonial, ip, de agonistas dopaminérgicos, anfetamina (agonistapsicotomimética de ação indireta) a apomorfina (agonista seletivo de ação direta), de antagonista de receptor dopaminérgico, a clorpromazina, a do antipsicótico atípico, clozapina, no processo de aprendizagem não-associativa e atividade motora incondicionada (cruzamentos levantamentos a auto limpeza) em ratos expostos ao do campo aberto. Os comportamentos dos -animais foram registrados durante três períodos de observação logo após a administração o veículo ou droga (0-5, 5-f0 a 10-f5min), cluando os níveis plasmáticos das drogas estavam na fase ascendente. Os resultados confirmam que anfetamina e apormorfina causaram uma ativação comportamental, diminuindo ao longo do tempo, enquanto clorpromazina produz um efeito oposto.Independentemente do nível da atividade motora , aumentada ou diminuida em relação ao grupo controle, a habituação sempre ocorre após injeções de agonistas dopaminérgicos (anfetamina e apomorfina) e antagonistas dopaminérgicos (clorpromazina) em ratos, submetidos ao teste do campo aberto. A redução da atividade exploratória no campo aberto ao longo do teste, após a injeção de clozapina, foi menos pronunciada que o controle, diferentemente dos agentes antipsicóticos dopaminérgicos ) clássicos. Os resultados sugerem que a ativação de mecanismos dopaminérgicos estão envolvidos nos comportamentos típicos da espécie associados ao comportamento exploratório, mas não parecem estar envolvidos em processos de aprendizagem não-associativa, tal como a habituação, abrindo a possibilidade do envolvimento de mecanismos alternativos, tais como mecanismos 5-HT, nessa condição
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.12.1999

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FURLAN, Sueli Aparecida Masson; BRANDÃO, Marcus Lira. Estudo da influência dopaminérgica na habituação de ratos submetidos ao teste de campo aberto. 1999.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 1999.
    • APA

      Furlan, S. A. M., & Brandão, M. L. (1999). Estudo da influência dopaminérgica na habituação de ratos submetidos ao teste de campo aberto. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Furlan SAM, Brandão ML. Estudo da influência dopaminérgica na habituação de ratos submetidos ao teste de campo aberto. 1999 ;
    • Vancouver

      Furlan SAM, Brandão ML. Estudo da influência dopaminérgica na habituação de ratos submetidos ao teste de campo aberto. 1999 ;


Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2021