Exportar registro bibliográfico

Processos de aprendizagem envolvidos na discriminação condicional positiva com o emprego da resposta operante (1999)

  • Autores:
  • Autores USP: GON, MÁRCIA CRISTINA CASERTA - FFCLRP
  • Unidades: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Assuntos: PSICOBIOLOGIA
  • Idioma: Português
  • Resumo: Trata-se de um estudo sobre processos básicos de aprendizagem animal em procedimentos de discriminação condicional seriada de estímulo-característica positivo (A-X+/X) com a utilização da operante. Diferentes teorias têm sido propostas visando discutir os processos de aprendizagem subjacentes a estes procedimentos. Assim o presente estudo tem o objetivo de examinar as relações entre estímulos e respostas na discriminação condicional seriada de estímulo-característica positivo, mais especificamente quando uma resposta é exigida durante o estímulo-característica como condição para a liberação do reforço (Experimento 1), e quando um mesmo estímulo físico tem as funções de estímulo-característica e estímulos-alvo seguidos e não seguidos de reforço (Experimento 2). No Experimento 1, quartorze ratos machos, foram submetidos a 35 sessões de treino em discriminação condicional. A resposta de rotação à direita foi exigida durante a apresentação do estímulo-característica, visual "House-Light" (H); além da resposta, de rotação à esquerda exigida durante, a apresentação do estímulo-alvo auditivo tom (T) para a liberação do esforço (+). A sessão experimental constou de dez respostas aleatórias de cada uma das práticas HD-TE+ e T- . Após o treino foi realizado o teste de para avaliar se a propriedade excitatória do estímulo-característica transfere-se para outro estímulo- alvo não treinado, um ruído branco (R). O teste mostrou a transferência da propriedade exitatória de Hpara R, favorecendo a hipótese de associação entre o estímulo-característica e o reforço. Porém, os resultados obtidos no treino não são contraditórios à função de indicação de ocasião, mas introduzem a esta literatura a noção de propriedade sinalizadora de um comportamento. A resposta exigida durante o estímulo-característica parece não interferir na sua função de sinalizador e pode não estar sendo mantida por contigência direta do reforço, mas pela ) propriedade sinalizadora adquirida. No experimento 2, doze ratos foram submetidos a 60 sessões de treino de discriminação condicional com estímulo exercendo funções ambíguas de estímulo-característica e estímulo-alvo: 30 sessões com dez apresentações de cada uma das práticas H-TE+ e T e 30 sessões com dez apresentações de cada uma das práticas T-HD+ e H-. Após o treino realizou-se o condicionamento e extinção de respostas durante o estímulo visual "Panel-light" (P) e estímulo auditivo R para em seguida ser realizado o teste de transferência. Os animais transferiram apenas a propriedade excitatória do estímulo P no teste de substituição do estímulo-característica, visual H por P. Assim é possível que o estímulo-característica seja um estímulo indicador de ordem superior, sinalizador da relação estímulo alvo [resposta-reforço]. Tornados juntos, os resultados dos Experimentos 1 e 2 indicam a utilização de estratégias prospectiva a retrospectiva em procedimentos de discriminação condicional seriada, sendo queo delineamento do Experimento 2 parece ter favorecido mais a presença da estratégia retrospectiva. Ou seja, o animal utiliza a informação disponível do estímulo-característica para responder adequadamente durante o estímulo-alvo. Além disso, os resultados, obtidos durante os intervalos vazios mostram a possibilidade de antecipação do comportamento reforçado
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.08.1999

  • Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GON, Márcia Cristina Caserta; BUENO, José Lino Oliveira. Processos de aprendizagem envolvidos na discriminação condicional positiva com o emprego da resposta operante. 1999.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 1999.
    • APA

      Gon, M. C. C., & Bueno, J. L. O. (1999). Processos de aprendizagem envolvidos na discriminação condicional positiva com o emprego da resposta operante. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Gon MCC, Bueno JLO. Processos de aprendizagem envolvidos na discriminação condicional positiva com o emprego da resposta operante. 1999 ;
    • Vancouver

      Gon MCC, Bueno JLO. Processos de aprendizagem envolvidos na discriminação condicional positiva com o emprego da resposta operante. 1999 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Biblioteca Digital de Produção Intelectual da Universidade de São Paulo     2012 - 2020