Exportar registro bibliográfico

Análise das unidades de conservção federais do Estado de Mato Grosso (1998)

  • Authors:
  • Autor USP: TOCANTINS, NELY - ESALQ
  • Unidade: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LCF
  • Subjects: RECURSOS NATURAIS (CONSERVAÇÃO;MANEJO); ECOLOGIA FLORESTAL
  • Language: Português
  • Abstract: O trabalho teve por objetivo investigar a situação das Unidades de Conservação Federais do Estado de Mato Grosso. O estudo foi realizado nas seguintes unidades: Parque Nacional do Pantanal Matogrossense, Parque Nacional de Chapada dos Guimarães; Estação Ecológica Iquê-Juruena, Estação Ecológica Serra das Araras e Estação Ecológica Talamã. Os parâmetros utilizados para a pesquisa, foram baseados em sua maioria no "Roteiro Técnico para Elaboraçào de Planos de Manejo em Áreas Protegidas de Uso Indireto" (IBAMA, 1992). Complementando o trabalho, foi realizado um apontamento das Unidades de Conservação Estaduais criadas e ainda não Implantadas e quadro sucinto da situação das áreas indígenas mato-grossenses. Utilizou-se levantamento de dados em instituições Federais, Estaduais, responsáveis pelo gerenciamento da questão ambiental, junto aos pesquisadores que trabalharam nas Unidades anteriormente, e nas Oragnizações Não Governamentais envolvidas com as Unidades de Conservação, bem como viagens de campo nas referidas unidades. As unidades de Conservação Federais implantadas, foram criadas na década de 80 e representam cerca de 0,5% (aproximadamente 415.700ha) da áreaz do Estado, nas categorias de Parque Nacional e Estação Ecológica, nos três ecossistemas: pantanal, cerrado e floresta amazônica. As unidade criadas no Estado possuem áreas que variam de 16.000ha a 200.00ha, ainda não regularizadas em sua totalidade, comprometendo seus objetivos. O gerenciamento dessa unidades tomouum impulso maior após o Programa PRODEAGRO (1992), que possui como exigência o comprometimento com o componente ambiental, por parte do Estado. A criação das Unidades apenas, não garante a conservação dos recursos naturais do Estado, sendo necessárias medidas de políticas públicas efetivas, bem como o envolvimento da sociedade civil nesse processo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.01.1998
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TOCANTINS, Nely; ALMEIDA, Álvaro Fernando de. Análise das unidades de conservção federais do Estado de Mato Grosso. 1998.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 1998. Disponível em: < http://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11142/tde-20181127-160658/ >.
    • APA

      Tocantins, N., & Almeida, Á. F. de. (1998). Análise das unidades de conservção federais do Estado de Mato Grosso. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11142/tde-20181127-160658/
    • NLM

      Tocantins N, Almeida ÁF de. Análise das unidades de conservção federais do Estado de Mato Grosso [Internet]. 1998 ;Available from: http://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11142/tde-20181127-160658/
    • Vancouver

      Tocantins N, Almeida ÁF de. Análise das unidades de conservção federais do Estado de Mato Grosso [Internet]. 1998 ;Available from: http://teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11142/tde-20181127-160658/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020