Filters : "IAG" "Superinteressante" Limpar

Filters



Refine with date range


  • Source: Superinteressante. Unidade: IAG

    Subjects: LUA, SATÉLITES, SATURNO

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas
    • ABNT

      PICAZZIO, Enos. Lua nova e estranha: satélite natural de Saturno é tão misterioso que pode até abrigar vida. [Depoimento a Mauro Tracco]. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo. . Acesso em: 05 dez. 2022. , 2005
    • APA

      Picazzio, E. (2005). Lua nova e estranha: satélite natural de Saturno é tão misterioso que pode até abrigar vida. [Depoimento a Mauro Tracco]. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo.
    • NLM

      Picazzio E. Lua nova e estranha: satélite natural de Saturno é tão misterioso que pode até abrigar vida. [Depoimento a Mauro Tracco]. Superinteressante. 2005 ; no 2005 25.[citado 2022 dez. 05 ]
    • Vancouver

      Picazzio E. Lua nova e estranha: satélite natural de Saturno é tão misterioso que pode até abrigar vida. [Depoimento a Mauro Tracco]. Superinteressante. 2005 ; no 2005 25.[citado 2022 dez. 05 ]
  • Source: Superinteressante. Unidade: IAG

    Subjects: GEOFÍSICA, TERRA (PLANETA)

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas
    • ABNT

      MANTOVANI, Marta Silvia Maria. Como se calculou a idade da Terra?. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo. . Acesso em: 05 dez. 2022. , 2001
    • APA

      Mantovani, M. S. M. (2001). Como se calculou a idade da Terra? Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo.
    • NLM

      Mantovani MSM. Como se calculou a idade da Terra? Superinteressante. 2001 ; 15( 8): 19.[citado 2022 dez. 05 ]
    • Vancouver

      Mantovani MSM. Como se calculou a idade da Terra? Superinteressante. 2001 ; 15( 8): 19.[citado 2022 dez. 05 ]
  • Source: Superinteressante. Unidade: IAG

    Subjects: GEOFÍSICA, TERRA (PLANETA)

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas
    • ABNT

      MOLINA, Eder Cassola. Qual é o peso da terra?. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo. . Acesso em: 05 dez. 2022. , 2001
    • APA

      Molina, E. C. (2001). Qual é o peso da terra? Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo.
    • NLM

      Molina EC. Qual é o peso da terra? Superinteressante. 2001 ; 15( 8): 19.[citado 2022 dez. 05 ]
    • Vancouver

      Molina EC. Qual é o peso da terra? Superinteressante. 2001 ; 15( 8): 19.[citado 2022 dez. 05 ]
  • Source: Superinteressante. Unidade: IAG

    Subjects: SOL, LUZ

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas
    • ABNT

      STEINER, João Evangelista. A calma do gigante luminoso. Superinteressante, v. 148, p. 74-75, 2000Tradução . . Acesso em: 05 dez. 2022.
    • APA

      Steiner, J. E. (2000). A calma do gigante luminoso. Superinteressante, 148, 74-75.
    • NLM

      Steiner JE. A calma do gigante luminoso. Superinteressante. 2000 ; 148 74-75.[citado 2022 dez. 05 ]
    • Vancouver

      Steiner JE. A calma do gigante luminoso. Superinteressante. 2000 ; 148 74-75.[citado 2022 dez. 05 ]
  • Source: Superinteressante. Unidade: IAG

    Subject: ASTRONOMIA

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas
    • ABNT

      STEINER, João Evangelista. O brilho paradoxal dos astros sem luz: a teoria prevê que buracos negros de tamanho microscópico podem emitir uma finíssima névoa de partículas subatômicas. Superinteressante. [S.l.]: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo. . Acesso em: 05 dez. 2022. , 1998
    • APA

      Steiner, J. E. (1998). O brilho paradoxal dos astros sem luz: a teoria prevê que buracos negros de tamanho microscópico podem emitir uma finíssima névoa de partículas subatômicas. Superinteressante. Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo.
    • NLM

      Steiner JE. O brilho paradoxal dos astros sem luz: a teoria prevê que buracos negros de tamanho microscópico podem emitir uma finíssima névoa de partículas subatômicas. Superinteressante. 1998 ; 12( ja 1998): 69.[citado 2022 dez. 05 ]
    • Vancouver

      Steiner JE. O brilho paradoxal dos astros sem luz: a teoria prevê que buracos negros de tamanho microscópico podem emitir uma finíssima névoa de partículas subatômicas. Superinteressante. 1998 ; 12( ja 1998): 69.[citado 2022 dez. 05 ]
  • Source: Superinteressante. Unidade: IAG

    Subjects: ASTRONOMIA, CLIMATOLOGIA

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas
    • ABNT

      STEINER, João Evangelista. Os mistérios do planeta: o El Niño é uma prova de que o homem ainda desconhece aspectos cruciais do clima terrestre. Superinteressante. [S.l.]: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo. . Acesso em: 05 dez. 2022. , 1998
    • APA

      Steiner, J. E. (1998). Os mistérios do planeta: o El Niño é uma prova de que o homem ainda desconhece aspectos cruciais do clima terrestre. Superinteressante. Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo.
    • NLM

      Steiner JE. Os mistérios do planeta: o El Niño é uma prova de que o homem ainda desconhece aspectos cruciais do clima terrestre. Superinteressante. 1998 ; 12( 4): 81.[citado 2022 dez. 05 ]
    • Vancouver

      Steiner JE. Os mistérios do planeta: o El Niño é uma prova de que o homem ainda desconhece aspectos cruciais do clima terrestre. Superinteressante. 1998 ; 12( 4): 81.[citado 2022 dez. 05 ]
  • Source: Superinteressante. Unidade: IAG

    Subject: ASTRONOMIA

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas
    • ABNT

      STEINER, João Evangelista. Brincando com o planeta: o efeito estufa existe naturalmente na Terra e em outros planetas. Mas aqui está sendo desequilibrado, com consequências imprevisíveis. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo. . Acesso em: 05 dez. 2022. , 1998
    • APA

      Steiner, J. E. (1998). Brincando com o planeta: o efeito estufa existe naturalmente na Terra e em outros planetas. Mas aqui está sendo desequilibrado, com consequências imprevisíveis. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo.
    • NLM

      Steiner JE. Brincando com o planeta: o efeito estufa existe naturalmente na Terra e em outros planetas. Mas aqui está sendo desequilibrado, com consequências imprevisíveis. Superinteressante. 1998 ; 12( 3): 81.[citado 2022 dez. 05 ]
    • Vancouver

      Steiner JE. Brincando com o planeta: o efeito estufa existe naturalmente na Terra e em outros planetas. Mas aqui está sendo desequilibrado, com consequências imprevisíveis. Superinteressante. 1998 ; 12( 3): 81.[citado 2022 dez. 05 ]
  • Source: Superinteressante. Unidade: IAG

    Subjects: ASTRONOMIA, ASTROFÍSICA SOLAR, SOL

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas
    • ABNT

      STEINER, João Evangelista. Um jeito de estudar o coração do Sol: é possível ver o que se passa no interior da estrela. Basta observar o neutrinos, que são partículas subatômicas vindas diretamente lá de dentro. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo. . Acesso em: 05 dez. 2022. , 1998
    • APA

      Steiner, J. E. (1998). Um jeito de estudar o coração do Sol: é possível ver o que se passa no interior da estrela. Basta observar o neutrinos, que são partículas subatômicas vindas diretamente lá de dentro. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo.
    • NLM

      Steiner JE. Um jeito de estudar o coração do Sol: é possível ver o que se passa no interior da estrela. Basta observar o neutrinos, que são partículas subatômicas vindas diretamente lá de dentro. Superinteressante. 1998 ; 12( 8): 69.[citado 2022 dez. 05 ]
    • Vancouver

      Steiner JE. Um jeito de estudar o coração do Sol: é possível ver o que se passa no interior da estrela. Basta observar o neutrinos, que são partículas subatômicas vindas diretamente lá de dentro. Superinteressante. 1998 ; 12( 8): 69.[citado 2022 dez. 05 ]
  • Source: Superinteressante. Unidade: IAG

    Subject: ASTRONOMIA

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas
    • ABNT

      STEINER, João Evangelista. Nova maneira de ver buracos negros: astrônoma gaúcha descobre uma prova convincente de que esses astros exóticos existem mesmo. Não são apenas teoria. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo. . Acesso em: 05 dez. 2022. , 1998
    • APA

      Steiner, J. E. (1998). Nova maneira de ver buracos negros: astrônoma gaúcha descobre uma prova convincente de que esses astros exóticos existem mesmo. Não são apenas teoria. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo.
    • NLM

      Steiner JE. Nova maneira de ver buracos negros: astrônoma gaúcha descobre uma prova convincente de que esses astros exóticos existem mesmo. Não são apenas teoria. Superinteressante. 1998 ; no 1998( 11): 95.[citado 2022 dez. 05 ]
    • Vancouver

      Steiner JE. Nova maneira de ver buracos negros: astrônoma gaúcha descobre uma prova convincente de que esses astros exóticos existem mesmo. Não são apenas teoria. Superinteressante. 1998 ; no 1998( 11): 95.[citado 2022 dez. 05 ]
  • Source: Superinteressante. Unidade: IAG

    Subjects: ASTRONOMIA, COSMOLOGIA

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas
    • ABNT

      STEINER, João Evangelista. Há quanto tempo o Cosmo explodiu? Para a ciência, descobrir a idade exata do Universo é fundamental para entender como ele funciona. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo. . Acesso em: 05 dez. 2022. , 1998
    • APA

      Steiner, J. E. (1998). Há quanto tempo o Cosmo explodiu? Para a ciência, descobrir a idade exata do Universo é fundamental para entender como ele funciona. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo.
    • NLM

      Steiner JE. Há quanto tempo o Cosmo explodiu? Para a ciência, descobrir a idade exata do Universo é fundamental para entender como ele funciona. Superinteressante. 1998 ; 12( 5): 79.[citado 2022 dez. 05 ]
    • Vancouver

      Steiner JE. Há quanto tempo o Cosmo explodiu? Para a ciência, descobrir a idade exata do Universo é fundamental para entender como ele funciona. Superinteressante. 1998 ; 12( 5): 79.[citado 2022 dez. 05 ]
  • Source: Superinteressante. Unidade: IAG

    Subjects: GEOFÍSICA, SISMOLOGIA, VULCANISMO

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas
    • ABNT

      MANTOVANI, Marta Silvia Maria. Inferno no paraíso: até o início da década, o vulcão Soufrière nunca havia pertubado a ensolarada tranquilidade da Ilha de Montserrat, no Caribe. Aí, passou a espirrar fumaça e a juntar lava nos subterrâneos até explodir em agosto do ano passado, arrasando o pequeno éden caribenho. Superinteressante. [S.l.]: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo. . Acesso em: 05 dez. 2022. , 1998
    • APA

      Mantovani, M. S. M. (1998). Inferno no paraíso: até o início da década, o vulcão Soufrière nunca havia pertubado a ensolarada tranquilidade da Ilha de Montserrat, no Caribe. Aí, passou a espirrar fumaça e a juntar lava nos subterrâneos até explodir em agosto do ano passado, arrasando o pequeno éden caribenho. Superinteressante. Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo.
    • NLM

      Mantovani MSM. Inferno no paraíso: até o início da década, o vulcão Soufrière nunca havia pertubado a ensolarada tranquilidade da Ilha de Montserrat, no Caribe. Aí, passou a espirrar fumaça e a juntar lava nos subterrâneos até explodir em agosto do ano passado, arrasando o pequeno éden caribenho. Superinteressante. 1998 ; 12( ja 1998): 55-63.[citado 2022 dez. 05 ]
    • Vancouver

      Mantovani MSM. Inferno no paraíso: até o início da década, o vulcão Soufrière nunca havia pertubado a ensolarada tranquilidade da Ilha de Montserrat, no Caribe. Aí, passou a espirrar fumaça e a juntar lava nos subterrâneos até explodir em agosto do ano passado, arrasando o pequeno éden caribenho. Superinteressante. 1998 ; 12( ja 1998): 55-63.[citado 2022 dez. 05 ]
  • Source: Superinteressante. Unidade: IAG

    Subjects: ASTRONOMIA, ASTRONOMIA (INSTRUMENTOS;TÉCNICAS)

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas
    • ABNT

      STEINER, João Evangelista. Um túnel no caminho da Astronomia: para levar o telescópio Gemini até o alto do Cerro Pachón, nos Andes, foi preciso mudar um projeto rodoviário do governo chileno. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo. . Acesso em: 05 dez. 2022. , 1998
    • APA

      Steiner, J. E. (1998). Um túnel no caminho da Astronomia: para levar o telescópio Gemini até o alto do Cerro Pachón, nos Andes, foi preciso mudar um projeto rodoviário do governo chileno. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo.
    • NLM

      Steiner JE. Um túnel no caminho da Astronomia: para levar o telescópio Gemini até o alto do Cerro Pachón, nos Andes, foi preciso mudar um projeto rodoviário do governo chileno. Superinteressante. 1998 ; 12( 7): 79.[citado 2022 dez. 05 ]
    • Vancouver

      Steiner JE. Um túnel no caminho da Astronomia: para levar o telescópio Gemini até o alto do Cerro Pachón, nos Andes, foi preciso mudar um projeto rodoviário do governo chileno. Superinteressante. 1998 ; 12( 7): 79.[citado 2022 dez. 05 ]
  • Source: Superinteressante. Unidade: IAG

    Subjects: ASTRONOMIA, COSMOLOGIA

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas
    • ABNT

      STEINER, João Evangelista. Eistein acerta até quando erra: ele imaginou uma força da qual depois se arrenpedeu por achar que só existia na sua cabeça. Mas há indícios de que ela é real. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo. . Acesso em: 05 dez. 2022. , 1998
    • APA

      Steiner, J. E. (1998). Eistein acerta até quando erra: ele imaginou uma força da qual depois se arrenpedeu por achar que só existia na sua cabeça. Mas há indícios de que ela é real. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo.
    • NLM

      Steiner JE. Eistein acerta até quando erra: ele imaginou uma força da qual depois se arrenpedeu por achar que só existia na sua cabeça. Mas há indícios de que ela é real. Superinteressante. 1998 ; 12( ju 1998): 91.[citado 2022 dez. 05 ]
    • Vancouver

      Steiner JE. Eistein acerta até quando erra: ele imaginou uma força da qual depois se arrenpedeu por achar que só existia na sua cabeça. Mas há indícios de que ela é real. Superinteressante. 1998 ; 12( ju 1998): 91.[citado 2022 dez. 05 ]
  • Source: Superinteressante. Unidade: IAG

    Subjects: ASTRONOMIA, ASTROFÍSICA ESTELAR, ESTRELAS DUPLAS

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas
    • ABNT

      DAMINELI NETO, Augusto. Estrela partida: o brasileiro Augusto Damineli revela que sob a nuvem de gás e poeira que envolve a gigantesca Eta Carina não exite apenas uma, mas duas estrelas. É a dupla estelar mais poderosa já vista no Cosmo. [Entrevista a Flávio Dieguez]. Superinteressante. [S.l.]: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo. . Acesso em: 05 dez. 2022. , 1998
    • APA

      Damineli Neto, A. (1998). Estrela partida: o brasileiro Augusto Damineli revela que sob a nuvem de gás e poeira que envolve a gigantesca Eta Carina não exite apenas uma, mas duas estrelas. É a dupla estelar mais poderosa já vista no Cosmo. [Entrevista a Flávio Dieguez]. Superinteressante. Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo.
    • NLM

      Damineli Neto A. Estrela partida: o brasileiro Augusto Damineli revela que sob a nuvem de gás e poeira que envolve a gigantesca Eta Carina não exite apenas uma, mas duas estrelas. É a dupla estelar mais poderosa já vista no Cosmo. [Entrevista a Flávio Dieguez]. Superinteressante. 1998 ; fe 1998( 2): 68-71.[citado 2022 dez. 05 ]
    • Vancouver

      Damineli Neto A. Estrela partida: o brasileiro Augusto Damineli revela que sob a nuvem de gás e poeira que envolve a gigantesca Eta Carina não exite apenas uma, mas duas estrelas. É a dupla estelar mais poderosa já vista no Cosmo. [Entrevista a Flávio Dieguez]. Superinteressante. 1998 ; fe 1998( 2): 68-71.[citado 2022 dez. 05 ]
  • Source: Superinteressante. Unidade: IAG

    Subjects: ASTRONOMIA, ASTROFÍSICA ESTELAR, ESTRELAS BINÁRIAS

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas
    • ABNT

      STEINER, João Evangelista. Eta Carina, a miss Galáxia: ela é a estrela que emite mais energia em toda a Via Láctea - uma espécie de top model da pesquisa astronômica atual. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo. . Acesso em: 05 dez. 2022. , 1998
    • APA

      Steiner, J. E. (1998). Eta Carina, a miss Galáxia: ela é a estrela que emite mais energia em toda a Via Láctea - uma espécie de top model da pesquisa astronômica atual. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo.
    • NLM

      Steiner JE. Eta Carina, a miss Galáxia: ela é a estrela que emite mais energia em toda a Via Láctea - uma espécie de top model da pesquisa astronômica atual. Superinteressante. 1998 ; 12( 10): 87.[citado 2022 dez. 05 ]
    • Vancouver

      Steiner JE. Eta Carina, a miss Galáxia: ela é a estrela que emite mais energia em toda a Via Láctea - uma espécie de top model da pesquisa astronômica atual. Superinteressante. 1998 ; 12( 10): 87.[citado 2022 dez. 05 ]
  • Source: Superinteressante. Unidade: IAG

    Subjects: ASTRONOMIA, ASTROFÍSICA SOLAR, SOL

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas
    • ABNT

      STEINER, João Evangelista. O calor que pode vir do Sol: as manchas solares são suspeitas. Quando seu número cresce, como neste século, a temperatura na Terra sobe. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo. . Acesso em: 05 dez. 2022. , 1998
    • APA

      Steiner, J. E. (1998). O calor que pode vir do Sol: as manchas solares são suspeitas. Quando seu número cresce, como neste século, a temperatura na Terra sobe. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo.
    • NLM

      Steiner JE. O calor que pode vir do Sol: as manchas solares são suspeitas. Quando seu número cresce, como neste século, a temperatura na Terra sobe. Superinteressante. 1998 ; 12( 12): 95.[citado 2022 dez. 05 ]
    • Vancouver

      Steiner JE. O calor que pode vir do Sol: as manchas solares são suspeitas. Quando seu número cresce, como neste século, a temperatura na Terra sobe. Superinteressante. 1998 ; 12( 12): 95.[citado 2022 dez. 05 ]
  • Source: Superinteressante. Unidade: IAG

    Subject: ASTRONOMIA

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas
    • ABNT

      STEINER, João Evangelista. Big Bang com plumas e paetês: Joãozinho Trinta venceu o carnaval representando a origem do Universo de maneira cientificamente correta. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo. . Acesso em: 05 dez. 2022. , 1997
    • APA

      Steiner, J. E. (1997). Big Bang com plumas e paetês: Joãozinho Trinta venceu o carnaval representando a origem do Universo de maneira cientificamente correta. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo.
    • NLM

      Steiner JE. Big Bang com plumas e paetês: Joãozinho Trinta venceu o carnaval representando a origem do Universo de maneira cientificamente correta. Superinteressante. 1997 ; 11( 5): 77.[citado 2022 dez. 05 ]
    • Vancouver

      Steiner JE. Big Bang com plumas e paetês: Joãozinho Trinta venceu o carnaval representando a origem do Universo de maneira cientificamente correta. Superinteressante. 1997 ; 11( 5): 77.[citado 2022 dez. 05 ]
  • Source: Superinteressante. Unidade: IAG

    Subjects: ASTRONOMIA, ASTRONOMIA ESPACIAL

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas
    • ABNT

      STEINER, João Evangelista. A ciência no espaço sem astronautas: os vôos tripulados são caros. O melhor jeito de fazer pesquisa lá em cima é lançar satélites e naves-robôs. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo. . Acesso em: 05 dez. 2022. , 1997
    • APA

      Steiner, J. E. (1997). A ciência no espaço sem astronautas: os vôos tripulados são caros. O melhor jeito de fazer pesquisa lá em cima é lançar satélites e naves-robôs. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo.
    • NLM

      Steiner JE. A ciência no espaço sem astronautas: os vôos tripulados são caros. O melhor jeito de fazer pesquisa lá em cima é lançar satélites e naves-robôs. Superinteressante. 1997 ; 11( 10): 79.[citado 2022 dez. 05 ]
    • Vancouver

      Steiner JE. A ciência no espaço sem astronautas: os vôos tripulados são caros. O melhor jeito de fazer pesquisa lá em cima é lançar satélites e naves-robôs. Superinteressante. 1997 ; 11( 10): 79.[citado 2022 dez. 05 ]
  • Source: Superinteressante. Unidade: IAG

    Subjects: ASTRONOMIA, GALÁXIAS, QUASARES

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas
    • ABNT

      STEINER, João Evangelista. Usinas de força no Universo jovem: os astros mais brilhantes que existem, chamados quasares, podem ajudar a entender como nasceram as galáxias. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo. . Acesso em: 05 dez. 2022. , 1997
    • APA

      Steiner, J. E. (1997). Usinas de força no Universo jovem: os astros mais brilhantes que existem, chamados quasares, podem ajudar a entender como nasceram as galáxias. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo.
    • NLM

      Steiner JE. Usinas de força no Universo jovem: os astros mais brilhantes que existem, chamados quasares, podem ajudar a entender como nasceram as galáxias. Superinteressante. 1997 ; 11( Ju 1997): 85.[citado 2022 dez. 05 ]
    • Vancouver

      Steiner JE. Usinas de força no Universo jovem: os astros mais brilhantes que existem, chamados quasares, podem ajudar a entender como nasceram as galáxias. Superinteressante. 1997 ; 11( Ju 1997): 85.[citado 2022 dez. 05 ]
  • Source: Superinteressante. Unidade: IAG

    Subjects: ASTRONOMIA, COSMOLOGIA

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas
    • ABNT

      STEINER, João Evangelista. Os buracos negros existem mesmo? Os astrofísicos já acharam nove objetos que os animam a responder a essa pergunta com um sim. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo. . Acesso em: 05 dez. 2022. , 1997
    • APA

      Steiner, J. E. (1997). Os buracos negros existem mesmo? Os astrofísicos já acharam nove objetos que os animam a responder a essa pergunta com um sim. Superinteressante. São Paulo: Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas, Universidade de São Paulo.
    • NLM

      Steiner JE. Os buracos negros existem mesmo? Os astrofísicos já acharam nove objetos que os animam a responder a essa pergunta com um sim. Superinteressante. 1997 ; 11( 12): 77.[citado 2022 dez. 05 ]
    • Vancouver

      Steiner JE. Os buracos negros existem mesmo? Os astrofísicos já acharam nove objetos que os animam a responder a essa pergunta com um sim. Superinteressante. 1997 ; 11( 12): 77.[citado 2022 dez. 05 ]

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022