Exportar registro bibliográfico

O sistema nacional de educação e o regime de colaboração no Brasil: análise crítica à luz da teoria do federalismo (2023)

  • Authors:
  • Autor USP: TAVARES, LETÍCIA ANTUNES - FD
  • Unidade: FD
  • Sigla do Departamento: DES
  • Subjects: EDUCAÇÃO; FEDERALISMO; COOPERAÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo desta tese foi analisar a imprescindibilidade do Sistema Nacional de Educação (SNE) e da regulamentação do regime de colaboração, por meio de pesquisa legislativa, doutrinária e jurisprudencial, apresentando um ponto de vista diferente do que comumente se encontra na doutrina especializada. Partindo de uma aproximação entre educação e federalismo, o trabalho busca acrescentar ao conhecimento já firmado novas definições e novas hipóteses, concluindo que o SNE não é incompatível com o sistema federativo, nem mesmo viola a autonomia dos entes federados. Para tanto, é imprescindível que sua estrutura seja formatada adequadamente. Também, por meio do método dialético, buscou-se uma definição de cooperação e, em especial, do regime de colaboração, investigando os principais problemas causados pela omissão legislativa em regular o assunto. Ao tratarmos do federalismo educacional sob o prisma de um processo, notamos que as dinâmicas desencadeadas a partir da relação entre os entes federativos, por vezes, não são aquelas almejadas pelo constituinte. E são inúmeros os fatores que concorrem para tanto, sendo a falta de regras claras a respeito de cooperação e coordenação um deles. Assim, por meio de persuasão argumentativa racional, buscamos tratar o tema em quatro partes. A primeira parte tem por intento descrever o federalismo e as dinâmicas federativas no Brasil, imputando significado jurídico à cooperação. A segunda parte, também, descritiva, aponta como a educação se estrutura em nosso País, indicando, por meio de pesquisa quantitativa, os resultados insatisfatórios em termos de qualidade educacional. A terceira parte relaciona o federalismo e a educação pública, descrevendo os problemas gerados a partir das relações interfederativas no Brasil, bem como se dedica a abordar o contexto estadunidense e as relações intergovernamentais em termos de educação.A quarta parte, então, trata de forma aprofundada do SNE e do regime de colaboração, trazendo não apenas novas definições e indagações, mas também uma visão crítica sobre o assunto, para, ao final, concluir aquilo que, de início, já havia sido destacado: SNE e regime de colaboração são partes essenciais da solução do problema educacional, desde que corretamente formatados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.06.2023

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TAVARES, Letícia Antunes. O sistema nacional de educação e o regime de colaboração no Brasil: análise crítica à luz da teoria do federalismo. 2023. Tese (Doutorado) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2023. . Acesso em: 01 mar. 2024.
    • APA

      Tavares, L. A. (2023). O sistema nacional de educação e o regime de colaboração no Brasil: análise crítica à luz da teoria do federalismo (Tese (Doutorado). Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Tavares LA. O sistema nacional de educação e o regime de colaboração no Brasil: análise crítica à luz da teoria do federalismo. 2023 ;[citado 2024 mar. 01 ]
    • Vancouver

      Tavares LA. O sistema nacional de educação e o regime de colaboração no Brasil: análise crítica à luz da teoria do federalismo. 2023 ;[citado 2024 mar. 01 ]

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2024