Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Caracterização das estratégias ofensivas sob a influência das variáveis contextuais no futsal brasileiro: um aprofundamento sobre o contra-ataque (2022)

  • Authors:
  • USP affiliated author: BARROS, JOÃO ANTÔNIO VOLPINI DE - EEFERP
  • School: EEFERP
  • DOI: https://doi.org/10.11606/D.109.2022.tde-19052022-151241
  • Subjects: FUTEBOL DE SALÃO; JOGOS; CAMPEONATOS ESPORTIVOS
  • Keywords: Ball recovery; Contextual variables; Contra-ataque; Counterattacks; Recuperação da bola; Tipos de ataque; Types of attack; Variáveis contextuais
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo desta dissertação foi caracterizar os tipos de ataques realizados por equipes do futsal brasileiro, sob a influência das variáveis contextuais. Trataram-se de dois estudos, O estudo 1, caracterizou e identificou as interações entre os tipos de ataque e as variáveis contextuais do futsal. Procurando entender como as variáveis alteram o jogo e sua eficácia. O estudo 2, teve como direcionamento avaliar o contra-ataque das equipes do futsal brasileiro. Para tal analisou-se um total de 43 jogos da liga brasileira de futsal (29 jogos de 2019 e 14 jogos de 2020) que corresponderam a 10391 ações ofensivas (estudo 1), dos quais 1043 foram os contra-ataques (estudo 2). O estudo 1 teve como indicadores analisados: i) tipo de ataque; ii) recuperação da bola; iii) resultado da ação; iv) local da partida; v) período do jogo; vi) resultado momentâneo; vii) situação na classificação; viii) resultado final. E o estudo 2, adicionalmente aos indicadores do primeiro, utilizou os indicadores de: tipos de contra-ataque; região final e inicial; quinto jogador e número de passes. Os resultados indicam que os ataques terminados sem finalização representam 71,3% do total de ataques. Que o ataque posicional (80,3%) é o tipo de ataque predominante (p < 0,001), com contra-ataque (10,0%) e bola parada (9,7%) como tipos de ataque situacionais. Com os dados ponderados, a bola parada apresentou o maior índice de finalização (67,8%) e o contra-ataque o de gols (6,0%). O período final do jogo teve a maior incidência de gols (0,7%) e contra-ataques (2,7%). As equipes mandantes apresentaram maior número de ataques (51,6%), finalizações (14,5%) e gols (1,1%). Estar e/ou sair vencendo aumentou a realização de contra-ataques e a chance de vitória. Já o estudo 2, indica que o tipo de contra-ataque assistido (58,1%) foi mais frequente que o individual (41,9%). Que mais contra-ataques terminaram semfinalização (53,3%) do que com finalização (40,7%) ou gols (6,0%). A recuperação de bola direta (86,6%) foi a principal forma de início do contra-ataque, seguida por ação do goleiro (12,1%) e recuperação indireta (1,3%). Quando estavam empatando (44,1%) ou vencendo (35,0%), as equipes realizaram mais contra-ataques que perdendo (19,9%). Por fim, o contra-ataque é um tipo de ataque que se inicia no campo de defesa, através de uma recuperação direta da posse de bola e tende a terminar na região do ataque. O resultado mais comum é terminar o contra-ataque sem finalização, porém, contra o quinto jogador adversário, a possibilidade de finalizar cresce, assim como sua eficácia
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.04.2022
  • Online source accessDOI
    Informações sobre o DOI: https://doi.org/10.11606/D.109.2022.tde-19052022-151241 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARROS, João Antônio Volpini de. Caracterização das estratégias ofensivas sob a influência das variáveis contextuais no futsal brasileiro: um aprofundamento sobre o contra-ataque. 2022. Dissertação (Mestrado) – Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2022. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/109/109131/tde-19052022-151241/. Acesso em: 08 dez. 2022.
    • APA

      Barros, J. A. V. de. (2022). Caracterização das estratégias ofensivas sob a influência das variáveis contextuais no futsal brasileiro: um aprofundamento sobre o contra-ataque (Dissertação (Mestrado). Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/109/109131/tde-19052022-151241/
    • NLM

      Barros JAV de. Caracterização das estratégias ofensivas sob a influência das variáveis contextuais no futsal brasileiro: um aprofundamento sobre o contra-ataque [Internet]. 2022 ;[citado 2022 dez. 08 ] Available from: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/109/109131/tde-19052022-151241/
    • Vancouver

      Barros JAV de. Caracterização das estratégias ofensivas sob a influência das variáveis contextuais no futsal brasileiro: um aprofundamento sobre o contra-ataque [Internet]. 2022 ;[citado 2022 dez. 08 ] Available from: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/109/109131/tde-19052022-151241/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022