Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Relação entre responsabilidade docente e desempenho escolar insatisfatório (2022)

  • Authors:
  • Autor USP: MIGUEL, REGINA RODRIGUES - FE
  • Unidade: FE
  • Sigla do Departamento: EDM
  • DOI: 10.11606/D.48.2022.tde-17032022-111757
  • Subjects: RENDIMENTO ESCOLAR; ENSINO E APRENDIZAGEM; FORMAÇÃO DE PROFESSORES; RESPONSABILIDADE
  • Keywords: Authority; Autoridade; Co-responsibility; Corresponsabilidade; Desempenho escolar; Docência; School performance; Teaching
  • Language: Português
  • Abstract: O desempenho escolar insatisfatório, compreendido como a não aprendizagem, é um dos responsáveis pela evasão escolar, pela retenção do aluno na mesma série ou, ainda, pela aprovação do estudante sem os conhecimentos necessários. É uma realidade que afeta professores, diretores, gestores, comunidade educativa e a própria sociedade. Pesquisas, estudos, políticas públicas educacionais, formação do professor e condições de trabalho são alguns dos elementos envolvidos na busca por explicações e soluções para a não aprendizagem. Foucault e Bourdieu são exemplos de autores que buscaram compreender os mecanismos que contribuem para que a escola e a própria sociedade produzam condições que materializam a não aprovação. Apontar o papel do professor como principal responsável pelo insucesso da aprendizagem escolar seria, então, uma simplificação; desconsiderar, contudo, a ação docente consciente como elemento cabal que responde pela aprendizagem seria também insensatez. A pesquisa bibliográfica aponta para vários fatores que configuram o cenário do desempenho escolar insatisfatório. Assim, o objetivo deste trabalho é investigar a partilha de responsabilidade de todos os envolvidos no processo de escolarização dos alunos brasileiros, destacando, especialmente, os papéis da docência e do aluno como fatores preponderantes no processo de aprendizagem. Os registros pessoais da pesquisadora e autora deste estudo, elaborados durante as reuniões de formação continuada com a equipe docente,forneceram informações relevantes sobre como a isenção da responsabilidade docente interfere no processo de aprendizagem. De modo geral, observa-se que os fatores extraescolares aparecem de forma recorrente nos relatos dos professores como explicação para o desempenho escolar insatisfatório. A tarefa de educar, como aponta Hannah Arendt (2014), exige uma ação responsável dos adultos e da escola diante das novas gerações. Dessa forma, é necessário que os professores assumam a responsabilidade pela aprendizagem da criança, visto que ela necessita compreender o mundo no qual está inserida e no âmbito da educação escolar, os docentes são responsáveis por tal tarefa. Entende-se que, ao tratar do desempenho escolar insatisfatório, é preciso percorrer outras dimensões que extrapolam esse limite, mas que se relacionam com a dimensão escolar. A educação escolar não é um processo isolado: possui uma história enraizada em uma sociedade, em uma instituição e situada em um espaço de trabalho específico. A pesquisa bibliográfica foi adotada como orientação metodológica para a realização deste trabalho, com o intuito de analisar o aparecimento e o trajeto histórico da educação escolar e de entender como se constituiu o atual discurso docente sobre o desempenho escolar insatisfatório. Este trabalho, portanto, não pretende esgotar o assunto, mas visa a fornecer elementos que permitam ao professor assumir a responsabilidade pela aprendizagem do aluno e, assim, criar possibilidades reais deinteração que materializam a aprendizagem
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.01.2022
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/D.48.2022.tde-17032022-111757 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MIGUEL, Regina Rodrigues. Relação entre responsabilidade docente e desempenho escolar insatisfatório. 2022. Dissertação (Mestrado) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2022. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48136/tde-17032022-111757/. Acesso em: 07 fev. 2023.
    • APA

      Miguel, R. R. (2022). Relação entre responsabilidade docente e desempenho escolar insatisfatório (Dissertação (Mestrado). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48136/tde-17032022-111757/
    • NLM

      Miguel RR. Relação entre responsabilidade docente e desempenho escolar insatisfatório [Internet]. 2022 ;[citado 2023 fev. 07 ] Available from: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48136/tde-17032022-111757/
    • Vancouver

      Miguel RR. Relação entre responsabilidade docente e desempenho escolar insatisfatório [Internet]. 2022 ;[citado 2023 fev. 07 ] Available from: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48136/tde-17032022-111757/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2023