Exportar registro bibliográfico

O papel da linguagem poética no letramento contínuo: uma perspectiva metodológica (2020)

  • Authors:
  • Autor USP: JOAQUIM, ISADORA REBELLO - FE
  • Unidade: FE
  • Sigla do Departamento: EDM
  • Subjects: ORALIDADE; LETRAMENTO; POESIA; EMANCIPAÇÃO
  • Keywords: Aesthetic education; Educação estética; Emancipação; Emancipation; Letramento; Literacy; Oralidade; Poesia; Poetry; Subjectivity; Subjetividade; Orality
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho propôs investigar e analisar a potência da linguagem poética no Ensino Médio de uma escola em Paraisópolis (SP). Nosso objetivo foi, por meio da poesia, propiciar espaços para o reposicionamento subjetivo dos alunos frente aos desafios da leitura e da escrita, de modo que os alunos não só desenvolvessem habilidades e competências relacionadas ao letramento, mas o fizessem também com vista a sua emancipação política e intelectual. Dando continuidade a hipóteses parcialmente constatadas no mestrado acerca da relação entre oralidade poética e alfabetização (Joaquim, 2016), apoiamo-nos na premissa de que o trabalho com a poesia, a partir de um entrelaçamento com a tradição oral, é capaz de potencializar subjetividades mais afeitas à aprendizagem da leitura e da escrita. Nessa direção, elaboramos uma metodologia de pesquisa e de ensino baseada na pesquisa-ação e nos conceitos de performance e corporalidade, a fim de repensar o ensino da Língua Portuguesa, retomando os valores estéticos de nossa cultura. Em 2018, acompanhamos duas turmas do Ensino Médio e, de tudo que foi proposto e produzido no curso durante esse ano, focamos nossa análise nos exercícios de leitura, interpretação, performance e produção de textos poéticos, tanto em sala de aula, quanto em outros eventos da escola como o sarau literário e a Mostra de Artes e Ciências. Ao longo da pesquisa, os alunos foram convidados a experimentar a palavra ritmada e seus recursos mnemônicos, tendo apossibilidade de dinamizar o \"espaço vazio\" de suas indagações sobre o mundo e, ao mesmo tempo, de lidar com diferentes modos de apreender a língua e a arte. A partir da leitura de poemas, cordéis, repentes e letras de rap e da análise de suas figuras semânticas, sintáticas e sonoras, pudemos adentrar nas questões raciais, de classe e de gênero, na realidade socioeconômica e nas histórias de vida compartilhadas pelos alunos. Com os exercícios de escrita e com a performance oral de produções poéticas autorais, exploramos a prédisposição dos alunos em se expressar artisticamente, traduzindo seu sofrimento, suas angústias e desilusões em rimas, versos, jogos de palavras e figuras de linguagem. Nesse processo de domínio e manejo da palavra poética, observamos os alunos se deslocando do lugar estigmatizado do não-saber, sentindo-se, assim, capazes de se representar discursivamente e de sustentar a visibilidade política de suas vozes na sociedade contemporânea. A partir de uma perspectiva psicanalítica da constituição do sujeito e dos dados coletados, compreendemos a importância do olhar docente para os processos complexos de alteridade e para as singularidades dos alunos. Além disso, procuramos buscar soluções para lidar com os problemas de estigmatização do processo escolar dos jovens que não se encontram mais na oralidade primária comum às crianças do Ensino Fundamental, mas são confrontados pela realidade de uma alfabetização considerada frágil. Logo, atendo-se àscircunstâncias da experiência em sala de aula frente a uma determinada conjuntura sociopolítica, evidenciamos em nossa metodologia de pesquisa e de ensino, a capacidade da poesia em provocar uma dupla ação nos sujeitos que se encontram na etapa final de seu percurso escolar: a partir das dinâmicas da oralidade poética, de leituras inferenciais e do exercício de escrita criativa por meio do trabalho com a poesia, mostramos resultados do manejo da heterogeneidade das turmas que possibilitaram emergir potencialidades para a subjetivação política e para a emancipação intelectual dos alunos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.10.2020
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      JOAQUIM, Isadora Rebello; BELINTANE, Claudemir. O papel da linguagem poética no letramento contínuo: uma perspectiva metodológica. 2020.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2020. Disponível em: < https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-15022021-160858/ >.
    • APA

      Joaquim, I. R., & Belintane, C. (2020). O papel da linguagem poética no letramento contínuo: uma perspectiva metodológica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-15022021-160858/
    • NLM

      Joaquim IR, Belintane C. O papel da linguagem poética no letramento contínuo: uma perspectiva metodológica [Internet]. 2020 ;Available from: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-15022021-160858/
    • Vancouver

      Joaquim IR, Belintane C. O papel da linguagem poética no letramento contínuo: uma perspectiva metodológica [Internet]. 2020 ;Available from: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-15022021-160858/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021