Exportar registro bibliográfico

Vigilância do desenvolvimento infantil: o contexto domiciliar e a proteção do desenvolvimento do cérebro (2019)

  • Authors:
  • Autor USP: YAKUWA, MARINA SAYURI - EERP
  • Unidade: EERP
  • Sigla do Departamento: ERM
  • Subjects: ENFERMAGEM EM SAÚDE PÚBLICA; CRIANÇAS; DESENVOLVIMENTO INFANTIL; PROMOÇÃO DA SAÚDE
  • Agências de fomento:
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo geral do estudo foi analisar as concepções maternas sobre o desenvolvimento cerebral e as práticas de estímulo às crianças nos primeiros meses de vida, em busca de subsídios para a promoção e proteção do desenvolvimento infantil. Trata-se de investigação qualitativa, fundamentada no referencial teórico dos princípios da vigilância do desenvolvimento infantil. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas gravadas com 18 mães, acima de 18 anos de idade, em seguimento em unidades de saúde da família de um município brasileiro de médio porte. Ocorreram dois momentos de entrevistas nos meses de abril a julho de 2018, a primeira quando a criança estava com 1 mês e a segunda quando completou 4 meses, para apreender aspectos sobre o desenvolvimento e as escolhas do cuidado da criança. Os resultados desta investigação qualitativa permitiram a apreensão dos conhecimentos maternos, que apresentam dúvidas sobre o que é típico de cada idade das crianças, a utilização de mídias eletrônicas e as funções do cérebro. Os relatos também expressam ausência ou uso incerto das redes de apoio, como o vínculo frágil com a figura parental paterna, falta de confiança nos profissionais com relação as orientações, busca de informações pela Internet, insegurança nas práticas do cuidado cotidiano para o desenvolvimento da criança, com incerteza na oferta de estímulos e na construção da autonomia da criança. As fragilidades dos conhecimentos, a imprecisão das redes de apoio e a insegurança nas práticas cotidianas constituem lacunas para promover o desenvolvimento infantil, resultados que sugerem agir nas escolhas dos cuidados da criança e nas práticas maternas de proteção do desenvolvimento cerebral. Há três tipos de necessidades que podem subsidiar as práticas da vigilância do desenvolvimento infantil: as necessidades de fortalecimento do cuidadoque incluem nutrir o cuidado desde o início da vida, com interação positiva, afeto e compreensão das necessidades infantis; realizar cuidados como o aleitamento materno, alimentação saudável, vacinação, prevenção de acidentes domésticos, cuidados com o sono, higiene e vestimentas; acompanhar a saúde de modo longitudinal e integrado; as necessidades de aprendizado novo, que envolvem aprender a relevância do desenvolvimento cerebral e seus períodos sensíveis; entender sobre a proteção contra o estresse tóxico no dia a dia e as necessidades de um ambiente tranquilo; estimular interação por meio de cantigas, contar histórias, brincar ao ar livre, entre outros; e moderar o uso de mídias eletrônicas; e as necessidades de desmistificação, ligadas às ideias de que a responsabilidade é unicamente dos profissionais de saúde e dos educadores pelo desenvolvimento da criança; de utilizar brinquedos sofisticados com a ilusão de que são mais estimuladores para a criança; e quando a criança está bem é dispensável um seguimento de rotina. O estudo traz contribuições para o fortalecimento dos cuidadores parentais como provedores proximais do desenvolvimento das crianças, como um dos indicativos-chave para as boas práticas de saúde integral na primeira infância, para detectar precocemente vulnerabilidades e dificuldades, promover o engajamento no cuidado cotidiano, incrementar a responsabilidade compartilhada na construção das funções executivas do ser humano e integrar a rede intersetorial de cuidados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.04.2019

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      YAKUWA, Marina Sayuri; MELLO, Débora Falleiros de. Vigilância do desenvolvimento infantil: o contexto domiciliar e a proteção do desenvolvimento do cérebro. 2019.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2019.
    • APA

      Yakuwa, M. S., & Mello, D. F. de. (2019). Vigilância do desenvolvimento infantil: o contexto domiciliar e a proteção do desenvolvimento do cérebro. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Yakuwa MS, Mello DF de. Vigilância do desenvolvimento infantil: o contexto domiciliar e a proteção do desenvolvimento do cérebro. 2019 ;
    • Vancouver

      Yakuwa MS, Mello DF de. Vigilância do desenvolvimento infantil: o contexto domiciliar e a proteção do desenvolvimento do cérebro. 2019 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021