Exportar registro bibliográfico

Avaliação do sistema Manchester de classificação de risco com o uso de registro eletrônico e manual (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CICOLO, EMILIA APARECIDA - EE
  • Unidades: EE
  • Sigla do Departamento: ENO
  • Subjects: ENFERMAGEM; TRIAGEM; SISTEMAS DE APOIO À DECISÃO; INFORMÁTICA EM ENFERMAGEM
  • Keywords: Decision Support Systems; Nursing; Nursing Informatics; Triage
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: O Sistema Manchester de Classificação de Risco (SMCR) estabelece um tempo para o atendimento médico conforme o grau de urgência dos pacientes, a partir de um processo de tomada de decisão por registro eletrônico ou manual. Objetivo: Avaliar o grau de confiabilidade, a acurácia e o tempo despendido para a realização do SMCR em registros eletrônico e manual. Método: Estudo exploratório-descritivo de abordagem quantitativa, realizado com todos 43 (100%) enfermeiros do Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (HU-USP) que foram aprovados no curso de classificador do SMCR pelo Grupo Brasileiro de Classificação de Risco (GBCR). A casuística do estudo correspondeu ao número total de casos clínicos simulados (37) validados e fornecidos pelo GBCR e ao número de casos aplicados para cada participante da pesquisa (4). A amostra foi estimada, para que se obtivesse um coeficiente kappa de Cohen maior ou igual a 0,5, confiança de 95% e poder de teste de 80%, considerando o número de pacientes classificados em cada nível de prioridade clínica no HU-USP em 2016. A amostra foi composta por 10 participantes. A coleta de dados foi realizada, em duas fases, utilizando 20 casos clínicos simulados, os quais passaram por processo de avaliação junto a especialistas do GBCR.Na fase 1, foram entregues 4 casos para uso no registro manual e na fase 2, após aproximadamente, 4 semanas, os mesmos casos foram entregues para realização do SMCR por meio do registro eletrônico. A confiabilidade inter-avaliadores foi calculada pelo coeficiente kappa de Cohen e, em relação ao padrão ouro (acurácia), pela porcentagem de concordância. O tempo despendido foi analisado com o teste Wilcoxon-Mann-Whitney, considerando intervalo de confiança de 95% e valor de p menor que 0,05. Resultados: O grau de confiabilidade foi igual para a escolha dos fluxogramas e dos discriminadores com o uso de ambos os registros e apresentou diferenças na determinação da prioridade e dos sinais vitais. A acurácia apresentou diferença estatisticamente significante, apenas, em relação aos sinais vitais. O tempo despendido para o registro do SMCR foi menor com o uso eletrônico. Conclusão: O uso do registro eletrônico apresenta vantagens referentes à confiabilidade, acurácia e tempo despendido para a realização da classificação de risco, indicando a importância da adoção de tecnologias no processo de trabalho gerencial e assistencial nos serviços de saúde.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.06.2018

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CICOLO, Emilia Aparecida; PERES, Heloisa Helena Ciqueto. Avaliação do sistema Manchester de classificação de risco com o uso de registro eletrônico e manual. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7140/tde-08052019-163626/ >.
    • APA

      Cicolo, E. A., & Peres, H. H. C. (2018). Avaliação do sistema Manchester de classificação de risco com o uso de registro eletrônico e manual. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7140/tde-08052019-163626/
    • NLM

      Cicolo EA, Peres HHC. Avaliação do sistema Manchester de classificação de risco com o uso de registro eletrônico e manual [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7140/tde-08052019-163626/
    • Vancouver

      Cicolo EA, Peres HHC. Avaliação do sistema Manchester de classificação de risco com o uso de registro eletrônico e manual [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/7/7140/tde-08052019-163626/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020