Exportar registro bibliográfico

Produção habitacional em grande escala em São Paulo e Buenos Aires: o aparato estatal e a atuação dos profissionais nas décadas de 1940 e 1950 (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: FERRARI, CAMILA - IAU
  • Unidade: IAU
  • Assunto: HABITAÇÃO POPULAR
  • Keywords: Aparato estatal; Architecture professionals; Habitação social; Profissionais de arquitetura; Social housing; State apparatus
  • Language: Português
  • Abstract: Esta tese aborda a produção habitacional em São Paulo e Buenos Aires no quadro conformado em países da América Latina entre os anos 1930 e 1960, em que uma série de condições possibilitou que a habitação social fosse construída numa perspectiva de produção em grande escala. As décadas de 1940 e 1950 são definidas como recorte temporal a partir de aproximações entre São Paulo e Buenos Aires nos processos de configuração enquanto metrópoles. Busca-se compreender, por um lado, as especificidades da institucionalização da produção habitacional pelos Estados brasileiro e argentino e, por outro, o papel dos profissionais de arquitetura vinculados a esta produção. A pesquisa teve como suporte fontes bibliográficas, documentais e iconográficas e, enquanto abordagem, filia-se a trabalhos que trazem um esforço de reflexão sobre uma nova perspectiva latino-americana, compreendendo que a questão habitacional no período em tela e as soluções propostas para seu enfrentamento não se esgotam em âmbito nacional. Os contextos sócio-políticos no Brasil e na Argentina são estudados em relação ao processo de institucionalização da produção habitacional e à aproximação entre governos e população trabalhadora, a quem se dirigiam as políticas habitacionais.Os espaços de articulação entre profissionais de arquitetura na América Latina nas primeiras décadas do século XX são analisados de modo a desvendar o debate sobre a questão da habitação. Os processos de urbanização e desenvolvimento de São Paulo e Buenos Aires são relacionados à política e à produção habitacional dos respectivos países. Considerando-se este conjunto de aspectos, os projetos habitacionais são examinados a partir de aproximações e especificidades da produção em grande escala nas duas cidades. As diferenças na concepção da política habitacional e do aparato estatal, os diferentes vínculos entre profissionais de arquitetura e Estado, bem como as diferenças na ocupação urbana e nos processos de urbanização nas duas cidades, implicaram diferentes formas de concretização da perspectiva de produção em grande escala em São Paulo e Buenos Aires
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.12.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FERRARI, Camila; FELDMAN, Sarah. Produção habitacional em grande escala em São Paulo e Buenos Aires: o aparato estatal e a atuação dos profissionais nas décadas de 1940 e 1950. 2018.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/102/102132/tde-26042019-125327/ >.
    • APA

      Ferrari, C., & Feldman, S. (2018). Produção habitacional em grande escala em São Paulo e Buenos Aires: o aparato estatal e a atuação dos profissionais nas décadas de 1940 e 1950. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/102/102132/tde-26042019-125327/
    • NLM

      Ferrari C, Feldman S. Produção habitacional em grande escala em São Paulo e Buenos Aires: o aparato estatal e a atuação dos profissionais nas décadas de 1940 e 1950 [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/102/102132/tde-26042019-125327/
    • Vancouver

      Ferrari C, Feldman S. Produção habitacional em grande escala em São Paulo e Buenos Aires: o aparato estatal e a atuação dos profissionais nas décadas de 1940 e 1950 [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/102/102132/tde-26042019-125327/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021