Exportar registro bibliográfico

Desenhos da paisagem: percepção, memória e imaginação (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: NICOLAU, EVANDRO CARLOS - ESTÉTICA HISTÓRIA
  • Unidade: ESTÉTICA HISTÓRIA
  • Subjects: DESENHO; PAISAGEM URBANA; INTERDISCIPLINARIDADE
  • Language: Português
  • Abstract: Esta é uma pesquisa, com abordagem interdisciplinar que, a partir do conceito de desenho e paisagem, possui referencias em áreas como geografia, história, filosofia (estética) ciências ambientais, arquitetura e urbanismo, educação e, principalmente, arte. A intenção do trabalho se situa no movimento de relacionar o que chamamos por natureza, paisagem, articulado com o que chamamos de arte, desenho. Sua finalidade é estabelecer, e tornar real, a percepção de que a arte é uma área que produz conhecimento e que se constitui através das relações entre as ciências e as disciplinas que compõem grande parte do desenvolvimento humano. É assim que a tese de doutoramento Desenhos da Paisagem, a partir da fenomenologia, como metodologia e corrente filosófica, apresenta uma investigação que reflete sobre os problemas da arte como forma de conhecimento e da natureza, em sua gestão e conservação, como grande questão da humanidade no momento presente. A cidade de São Paulo, como maior metrópole latino-americana, foi estabelecida como um estudo de caso, partindo da percepção de seu crescimento e desenvolvimento urbano acelerado, ao longo do século XX, que realizou uma enorme transformação em sua paisagem natural e cultural. Procuramos então entender o espaço transformado como resultado da produção de um desenho cultural, que possuí linguagem, e que se insere na paisagem, na geografia e na dimensão da presença humana em um determinado território. A partir dessa configuração, apresentamosalgumas formas visuais contemporâneas que se compõem em imagens de grande complexidade. Assim, podemos aferir que os problemas urbanos enfrentados pela cidade foram moldados e moldaram uma paisagem urbana, composta de pessoas e populações que não são uniformes. A cada novo plano urbano, a cidade está sendo redesenhada e, portanto, imagina-se e sobrepõe-se a antiga, uma nova cidade, como outras formas de pensar e organizar o espaço. Estas formas acabam, portanto, gerando muitas maneiras de entendermos a importância, o sentido e o significado do desenho. No momento atual, em que a proliferação de imagens tecnológicas e digitais, realizadas por satélites, são acessíveis, nos é possível ampliar e aumentar as formas de observar, ver e pensar o desenho e a paisagem. Como resultado, finalmente, são apresentadas experiências educativas realizadas em cursos e ações educativas desenvolvidos e aplicados no Museu de Arte Contemporânea e em outros lugares e instituições
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.08.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NICOLAU, Evandro Carlos. Desenhos da paisagem: percepção, memória e imaginação. 2018. Tese (Doutorado) – Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/93/93131/tde-23112018-105912/. Acesso em: 24 maio 2024.
    • APA

      Nicolau, E. C. (2018). Desenhos da paisagem: percepção, memória e imaginação (Tese (Doutorado). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/93/93131/tde-23112018-105912/
    • NLM

      Nicolau EC. Desenhos da paisagem: percepção, memória e imaginação [Internet]. 2018 ;[citado 2024 maio 24 ] Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/93/93131/tde-23112018-105912/
    • Vancouver

      Nicolau EC. Desenhos da paisagem: percepção, memória e imaginação [Internet]. 2018 ;[citado 2024 maio 24 ] Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/93/93131/tde-23112018-105912/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2024