Exportar registro bibliográfico

Estudo da validade do Spinal Alignment and Range of Motion Measure e sua relação com a função motora grossa de crianças e adolescentes com paralisia cerebral (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated author: LOPES, ROBSON RICARDO BUENO - FMRP
  • School: FMRP
  • Sigla do Departamento: RNP
  • Subjects: PARALISIA CEREBRAL; ESTUDOS DE VALIDAÇÃO; COLUNA VERTEBRAL; CAPACIDADE FUNCIONAL
  • Keywords: Cerebral palsy; Posture; SAROMM; Validation studies
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo teve por objetivo realizar a validação da versão brasileira do Spinal Alignment and Range of Motion Measure - SAROMM para uso junto à população brasileira de crianças e adolescentes com Paralisia Cerebral. MÉTODO: Trata-se de um estudo metodológico, transversal, desenvolvido em três etapas: ETAPA 1: Fidedignidade da SAROMM-Br (Confiabilidade Interexaminadores) - participaram 25 crianças/adolescentes com paralisia cerebral (PC), distribuídas em cada nível de classificação motora de acordo com a GMFCS-E&R. ETAPA II: Validade discriminante da SAROMM-Br entre crianças com PC e crianças com desenvolvimento típico (DT) - participaram 50 crianças/adolescentes, sendo 25 crianças/adolescentes com PC e 25 com DT; e entre os diferentes níveis motores (GMFCSE&R) de crianças/adolescentes com PC - participaram 100 crianças/adolescentes com PC, sendo 20 de cada nível motor do GMFCS-E&R. ETAPA III: Validade Concorrente entre a SAROMM-Br e Escala de Deficiências de Tronco (EDT) e entre a SAROMM-Br e a função motora (GMFM-66) - participaram 50 crianças/adolescentes com PC. As crianças/adolescentes com PC foram avaliadas no Centro Integrado de Reabilitação do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - CIR e na Clínica de Fisioterapia do Centro Universitário Barão de Mauá (CBM) no Ginásio de Neurologia, e as crianças/adolescentes com desenvolvimento típico (DT) foram avaliadas na CBM e no Vie Instituto de Habilitação Funcional. RESULTADOS: Na ETAPA I: a pontuação total e as médias de todas as variáveis da SAROMM apresentaram concordância alta ou quase perfeita (CCC - 0,981- 0,998). Na ETAPA II: as crianças/adolescentes com DT apresentaram as médias das variáveis da SAROMM-Br próximas de 0 (zero), significativamente menores que as médias das crianças/adolescentes com PC, sendo que estas apresentam maior variabilidade e dispersãode seus valores. As variáveis pontuação total SAROMM-Br e ADM total apresentam maior potencial discriminante entre os níveis de GMFCS-E&R, sendo capaz de distinguir crianças/adolescentes entre todos os níveis, exceto entre os níveis I e II, e nível II e III. Já a variável Média Tornozelo possui menor potencial discriminante entre os níveis de GMFCS-E&R, sendo capaz de discriminar apenas as crianças/adolescentes nível V dos demais níveis. Na ETAPA III: as correlações entre GMFM-66, pontuação total da SAROMM-Br, médias coluna, joelho, membros superiores e total ADM foram consideradas boas a excelentes (-0.76-0.89). A correlação entre GMFM-66 e a variável média quadril da SAROMM-Br foi considerada moderada à boa. Entretanto, a correlação da GMFM-66 com a variável tornozelo da SAROMM-Br foi considerada pobre. As correlações entre a pontuação total da SAROMM-Br, ADM total da SAROMM-Br e total da EDT foram consideradas boas a excelentes (-0.78-0.80). Em relação às variáveis específicas da SAROMM-Br, as médias de coluna, membros superiores, e total ADM apresentaram melhores correlações, de moderada a excelente, com as variáveis estático (-0.78-0.84), dinâmico (-0,65-0,75), coordenação (-0,740.79) e pontuação total da EDT (-0,78-0.84). A variável média de tornozelo da SAROMM-Br foi a que deteve correlações consideradas mais baixas com as variáveis EDT (-0.14-0.21). CONCLUSÃO: A SAROMM-Br é um instrumento confiável e válido para avaliar crianças/adolescentes brasileiros com PC de diferentes níveis motores e tipos clínicos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.09.2018
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LOPES, Robson Ricardo; PFEIFER, Luzia Iara. Estudo da validade do Spinal Alignment and Range of Motion Measure e sua relação com a função motora grossa de crianças e adolescentes com paralisia cerebral. 2018.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17140/tde-08042019-165029/ >.
    • APA

      Lopes, R. R., & Pfeifer, L. I. (2018). Estudo da validade do Spinal Alignment and Range of Motion Measure e sua relação com a função motora grossa de crianças e adolescentes com paralisia cerebral. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17140/tde-08042019-165029/
    • NLM

      Lopes RR, Pfeifer LI. Estudo da validade do Spinal Alignment and Range of Motion Measure e sua relação com a função motora grossa de crianças e adolescentes com paralisia cerebral [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17140/tde-08042019-165029/
    • Vancouver

      Lopes RR, Pfeifer LI. Estudo da validade do Spinal Alignment and Range of Motion Measure e sua relação com a função motora grossa de crianças e adolescentes com paralisia cerebral [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17140/tde-08042019-165029/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022