Exportar registro bibliográfico

A transposição do Rio São Francisco como potencial medida de adaptação às mudanças climáticas (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: PONTES, NADIA COSTA - IEE
  • Unidade: IEE
  • Subjects: OBRAS DE DESVIO DE CURSOS D'ÁGUA; MUDANÇA CLIMÁTICA; RECURSOS HÍDRICOS; GOVERNANÇA
  • Keywords: adaptation to climate change; água; governança; governance; mudanças climáticas; nordeste; northeast; obras de desvio de água; PISF; PISF; recursos hídricos; Sao Francisco river; semiarid; semiárido; water resources; water transfer
  • Language: Português
  • Abstract: A região Nordeste, primeira a ser ocupada após a chegada dos portugueses no Brasil no século XVI, possui 53% do seu território sob regime do clima semiárido. Nesse espaço, onde vivem 12 milhões de pessoas, as crises causadas por escassez de água, apontadas como barreiras ao desenvolvimento, são conhecidas há mais de um século, causaram perdas agrícolas, migrações e mortes. A região, de conhecida variabilidade climática, é ainda uma das mais vulneráveis do globo às mudanças climáticas. Até o fim desse século, previsões indicam que a temperatura pode subir 4 C em relação à era pré-industrial, com forte impacto sobre os recursos hídricos e desertificação. Diante desse cenário, medidas que oferecem às populações locais condições de se adaptarem se fazem urgentes. Proposto há mais de um século como solução dos problemas trazidos pela escassez de água no semiárido, a transposição do rio São Francisco passou a ser implantada a partir de 2007 sob nome oficial de Projeto de Integração do rio São Francisco com as Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional (PISF). Trata-se da maior obra de infraestrutura hídrica do país, projetada para transferir 26,4 m3/s por dois eixos principais, Norte e Leste, o volume transportado pelos canais é destinado principalmente ao consumo humano e dessedentação animal. Esta dissertação tem o objetivo de analisar o Eixo Leste do PISF como potencial medida de adaptação às mudanças climáticas. A estratégia de investigação aplicada nesse trabalhointerdisciplinar se enquadra na pesquisa qualitativa, apoia-se em documentos, imagens, entrevistas não estruturadas e visitas de campo. A pesquisa conclui que a distribuição de água feita pelo Eixo Leste do PISF não contribui para que as populações mais vulneráveis do semiárido se adaptem às mudanças climáticas, mas que o projeto tem potencial para se converter em tal medida
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.08.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PONTES, Nadia Costa; ARTAXO NETTO, Paulo Eduardo. A transposição do Rio São Francisco como potencial medida de adaptação às mudanças climáticas. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/106/106132/tde-11102018-140947/ >.
    • APA

      Pontes, N. C., & Artaxo Netto, P. E. (2018). A transposição do Rio São Francisco como potencial medida de adaptação às mudanças climáticas. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/106/106132/tde-11102018-140947/
    • NLM

      Pontes NC, Artaxo Netto PE. A transposição do Rio São Francisco como potencial medida de adaptação às mudanças climáticas [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/106/106132/tde-11102018-140947/
    • Vancouver

      Pontes NC, Artaxo Netto PE. A transposição do Rio São Francisco como potencial medida de adaptação às mudanças climáticas [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/106/106132/tde-11102018-140947/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021