Exportar registro bibliográfico

Influência do plasma seminal oriundo da fração rica do ejaculado sobre a capacitação e hiperativação espermática em sêmen suíno conservado sob refrigeração à 17°C (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PAVANELI, ANA PAULA PINOTI - FMVZ
  • Unidades: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VRA
  • Subjects: ESPERMATOZOIDES; CITOMETRIA DE FLUXO; ESTOQUES
  • Keywords: Flow Cytometry; Motilit; Spermatozoa; Storage
  • Language: Português
  • Abstract: A refrigeração é a forma mais utilizada para a preservação do sêmen suíno empregado na inseminação artificial. Apesar do constante aprimoramento de diluidores comerciais em favor da manutenção da viabilidade espermática, sabe-se que alterações estruturais e principalmente funcionais ocorrem nestas células em resposta às baixas temperaturas de armazenamento. Além disso, embora tais modificações muitas vezes não sejam identificadas pelas análises de rotina, seus efeitos diretos sobre a capacidade fertilizante do espermatozoide tem sido relatados. Em paralelo, uma gama de estudos buscando identificar possíveis ações do plasma seminal sobre a célula espermática in vitro gera ainda resultados bastante controversos. Diante disso, o presente trabalho buscou avaliar como a presença ou não do plasma seminal durante o processo de refrigeração pode influenciar sobre a resposta do espermatozoide suíno aos eventos de capacitação e hiperativação espermática. Para isso, após serem mantidos sobre refrigeração à 17°C por 72 horas, na presença ou não do plasma seminal, espermatozoides foram submetidos à capacitação in vitro e ao decorrer desta, avaliados quanto às características de motilidade pela análise computadorizada do sêmen; e funcionalidade celular por citometria de fluxo. Resultados obtidos à partir das análises de desordem lipídica, translocação da fosfatidilserina e permeabilidade da membrana plasmática mostraram que espermatozoides suínos refrigerados são capazes de responderà capacitação in vitro de forma semelhante, independente de prévia manutenção ou não, com o plasma seminal. Para os parâmetros de motilidade, bem como o estudo da população espermática hiperativada, foram apresentados resultados semelhantes entre ambos os grupos, o que demonstra a não influencia da prévia exposição ao plasma seminal sobre a mudança do padrão de motilidade espermática. Ainda, parâmetros qualitativos avaliados neste estudo suportam nossa afirmação de que, a ausência de contato entre o espermatozoide suíno e os componentes do plasma seminal durante seu armazenamento não reflete em qualquer efeito prejudicial sobre a qualidade espermática, além de oferecer uma maior resistência à estas células contra lesões de acrossoma(P < 0,05). Desta forma, o presente trabalho concluiu que a remoção do plasma seminal previamente ao armazenamento do espermatozoide suíno à 17 °C por 72 horas não é prejudicial à sua qualidade e funcionalidade, podendo ainda ser benéfica à sua capacidade fertilizante
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.08.2018
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PAVANELI, Ana Paula Pinoti; ANDRADE, André Furugen Cesar de. Influência do plasma seminal oriundo da fração rica do ejaculado sobre a capacitação e hiperativação espermática em sêmen suíno conservado sob refrigeração à 17°C. 2018.Universidade de São Paulo, Pirassununga, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-13112018-142843/ >.
    • APA

      Pavaneli, A. P. P., & Andrade, A. F. C. de. (2018). Influência do plasma seminal oriundo da fração rica do ejaculado sobre a capacitação e hiperativação espermática em sêmen suíno conservado sob refrigeração à 17°C. Universidade de São Paulo, Pirassununga. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-13112018-142843/
    • NLM

      Pavaneli APP, Andrade AFC de. Influência do plasma seminal oriundo da fração rica do ejaculado sobre a capacitação e hiperativação espermática em sêmen suíno conservado sob refrigeração à 17°C [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-13112018-142843/
    • Vancouver

      Pavaneli APP, Andrade AFC de. Influência do plasma seminal oriundo da fração rica do ejaculado sobre a capacitação e hiperativação espermática em sêmen suíno conservado sob refrigeração à 17°C [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10131/tde-13112018-142843/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020