Exportar registro bibliográfico

Gênese das mineralizações associadas ao magmatismo ácido na região do Garimpo do Papagaio, noroeste da Proví­ncia Aurífera de Alta Floresta (MT) (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GALÉ, MARCELO GARCIA - IGC
  • Unidades: IGC
  • Sigla do Departamento: GSA
  • Subjects: GEOLOGIA ECONÔMICA; DEPÓSITOS MINERAIS; PETROLOGIA; MAGMATISMO
  • Keywords: Alta Floresta Gold Province; Fluid regime; Gold and base metals ore; Minério de ouro e metais de base; Porphyry-epithermal system; Província Aurífera de Alta Floresta; Regime de fluidos; Sistema pórfiro-epitermal
  • Language: Português
  • Abstract: A Província Aurífera de Alta Floresta insere-se na porção sul do Cráton Amazônico e constitui uma região alongada na direção WNW-ESSE onde se situam depósitos auríferos associados ao magmatismo plutonovulcânico Paleoproterozoico. A área pesquisada abrange o garimpo de ouro do Papagaio, situado em Paranaíta, Mato Grosso. Durante o mapeamento geológico, foram identificados corpos de rochas plutônicas a subvulcânicas de composições granodiorítica e granítica, além de rochas vulcânicas e piroclásticas dacíticas e riolíticas. Estes litotipos são pertencentes à série calcioalcalina de médio a alto potássio, meta- a peraluminosas correspondentes a granitos do tipo I de arco vulcânico em margem continental ativa. As idades U-Pb mostraram que o magmatismo na região ocorreu aproximadamente entre 1.80 - 1.78 Ga. com zircões herdados de até 2,1 Ga, mostrando evidências da existência de uma crosta mais profunda e antiga durante a subducção. Os dados de 'épsilon'Nd(t) mostraram a existência de contribuição crustal e mantélica na fonte de idade TDM entre 2.15-2.02 Ga. Estes dados revelaram que o vulcanismo na área é pertencente a Suíte Colíder, correspondente de um magmatismo que ficou ativo por aproximadamente 16 Ma e que evoluiu de composição dacítica a riolítica. A lavra garimpeira ocorre sobre uma mineralização aurífera com cobre, zinco e baixos teores de chumbo, preferencialmente confinada em veios que cortam os halos de alteração potássica, sericítica e propilítica. Os veiosexistentes na região evoluem de forma sistematica em seis tipos: (I) Veio de quartzo estéril associado ao halo da alteração potássica; (II) Veio de quartzo com minerais de minério, por vezes, associado ao halo sericítico; (III) Veio sulfetado com halo de alteração sericítica bem desenvolvido nas salbandas; (IV) e (V) Veios de quartzo e carbonato tardios; (VI) sistema de veios de quartzo mais novo e sem relação com a evolução do depósito. Os três primeiros tipos são semelhantes ao sistema A-B-D descrito em depósitos do tipo pórfiro, enquanto que os mais novos apresentam características de um ambiente mais raso e epitermal. O ouro ocorre principalmente na zona central dos veios do tipo II, em paragênese com a calcopirita + esfalerita + pirita ± galena ± magnetita. O quartzo dos veios sofreu diferentes intensidades de recristalização decorrente de subsequentes pulsos hidrotermais e as imagens de catodoluminescência mostraram que as inclusões fluidas aquocarbônicas representam fluidos primários com importante participação no transporte de conteúdo metalífero. Os resultados de isótopos estáveis de D, O e S em quartzo, sericita e pirita hidrotemais mostram que os fluidos são magmáticos com contribuições de fluidos meteóricos. Neste contexto, o Garimpo do Papagaio se desenvolveu sobre um arco magmático continental, a partir da intrusão de corpos graníticos hidratados e oxidados que marcam o evento magmático final da Suíte Colíder. Representa um depósito do tipo pórfiro que foisobreposto por características epitermais intermediate-sulfidation, como resultado da telescopagem hidrotermal consequente do rebaixamento da câmara magmática
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.11.2018
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GALÉ, Marcelo Garcia; JULIANI, Caetano. Gênese das mineralizações associadas ao magmatismo ácido na região do Garimpo do Papagaio, noroeste da Proví­ncia Aurífera de Alta Floresta (MT). 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44141/tde-21012019-134216/ >.
    • APA

      Galé, M. G., & Juliani, C. (2018). Gênese das mineralizações associadas ao magmatismo ácido na região do Garimpo do Papagaio, noroeste da Proví­ncia Aurífera de Alta Floresta (MT). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44141/tde-21012019-134216/
    • NLM

      Galé MG, Juliani C. Gênese das mineralizações associadas ao magmatismo ácido na região do Garimpo do Papagaio, noroeste da Proví­ncia Aurífera de Alta Floresta (MT) [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44141/tde-21012019-134216/
    • Vancouver

      Galé MG, Juliani C. Gênese das mineralizações associadas ao magmatismo ácido na região do Garimpo do Papagaio, noroeste da Proví­ncia Aurífera de Alta Floresta (MT) [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44141/tde-21012019-134216/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020