Exportar registro bibliográfico

Os rios do imaginário sul-americano: sobre sentidos e projeto (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: OZZETTI, TATIANA GALATI - FAU
  • Unidades: FAU
  • Sigla do Departamento: AUP
  • Subjects: HIDROVIAS; RIOS; IMAGINÁRIO; ÁREAS METROPOLITANAS; HIDROLOGIA URBANA
  • Keywords: Fluvial Metropolis; Hidroanel Metropolitano de São Paulo; Metrópole fluvial; Metropolitan waterway ring of São Paulo
  • Language: Português
  • Abstract: Esta pesquisa investiga a construção do imaginário relacionado aos rios sul-americanos, através do estudo de experiências e projetos significativos e emblemáticos sobre o tema, buscando refletir acerca de seus sentidos e especulando sobre as interações possíveis entre imaginação e projeto. Ao olhar para a história sul-americana, procura-se identificar formas de pensar e tratar os rios, focando nos seus sentidos continentais. Como introdução à reflexão sobre esse imaginário, parte-se do estudo de alguns aspectos singulares de determinadas civilizações pré-colombianas, centrando-se na maneira com que constroem a paisagem através dos recursos hídricos, partindo da percepção de que estas experiências até hoje instigam a imaginação. Estuda-se, na sequência, um conjunto de viagens fluviais que também contribuíram para a formação do imaginário fluvial sul-americano. As primeiras viagens, realizadas no início do século XIX, tiveram como precursor Alexander von Humboldt e trouxeram um novo olhar para a paisagem americana e, consequentemente, para seus rios. A década de 1980 também concentrou importantes expedições fluviais; é quando os irmãos Georgescu partem de Caracas (Venezuela) a fim de comprovar que a integração fluvial é possível, marcando uma retomada do tema e consolidando um pensamento sobre os rios. Investiga-se também os sentidos relacionados ao domínio da natureza e à transformação da paisagem pelo homem através dos principais projetos de infraestrutura elaborados - como os planos de interligação das bacias do Orinoco, Amazonas e do Prata, que viabilizariam o sistema de hidrovias sul-americano - para, enfim, refletir sobre como o tema é tratado no campo da arquitetura e do urbanismo.Isso é feito através do estudo de projetos emblemáticos que trazem conceitos importantes, em que as águas interiores tem papel fundamental, como alguns estudos de Paulo Mendes da Rocha e seu discurso sobre o território americano. O pensamento sobre os sentidos estruturais dos rios, sobre as possiblidades e o potencial de suas águas continentais, chega aos dias atuais, à ideia da Metrópole Fluvial e ao projeto do Hidroanel Metropolitano de São Paulo, objeto de estudo do segundo capítulo. Entende-se que se trata de um projeto singular que sugere um novo horizonte para o enfrentamento das questões urbanas e territoriais, e aponta para uma direção que parece permitir olhar o continente de outra forma e imaginar um futuro diferente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.11.2017
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OZZETTI, Tatiana Galati; DELIJAICOV, Alexandre Carlos Penha. Os rios do imaginário sul-americano: sobre sentidos e projeto. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16138/tde-09012018-122425/ >.
    • APA

      Ozzetti, T. G., & Delijaicov, A. C. P. (2017). Os rios do imaginário sul-americano: sobre sentidos e projeto. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16138/tde-09012018-122425/
    • NLM

      Ozzetti TG, Delijaicov ACP. Os rios do imaginário sul-americano: sobre sentidos e projeto [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16138/tde-09012018-122425/
    • Vancouver

      Ozzetti TG, Delijaicov ACP. Os rios do imaginário sul-americano: sobre sentidos e projeto [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16138/tde-09012018-122425/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020