Exportar registro bibliográfico

Alterações histológicas nasossinusais induzidas por toxinas bacterianas: proposta de modelos experimentais de rinossinusite crônica em coelhos (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: BIAGIOTTI, ANDRÉA ARANTES BRAGA - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: ROO
  • Subjects: TOXINAS; ENTEROTOXINAS; SUPERANTÍGENOS; LIPOPOLISSACARÍDEOS; MODELOS ANIMAIS; HISTOPATOLOGIA ANIMAL
  • Keywords: Ácido lipoteicoico; Animal model; Bacterial toxins; Chronic rhinosinusitis; Coelhos; Enterotoxina estaflocócica; Histopathology; Histopatologia; Lipopolissacáride; Lipoteichoic acid; Modelo animal; Ovalbumin; Ovalbumina; Rabbits; Rinossinusite crônica; Staphylococcus aureus enterotoxin B; Superantigen; Superantigen lipopolysaccharide; Superantígeno; Toxinas bacterianas
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: O tratamento da Rinossinusite Crônica (RSC) tem sofrido poucos avanços nas últimas décadas. Uma das barreiras na aquisição de novas terapias é a falta de conhecimento pleno sobre sua fisiopatogenia. A carência de avanço decorre principalmente da complexa e provável multifatorialidade da RSC, associada à inexistência de um bom modelo animal que possa mimetizar os fenômenos biológicos que ocorrem em humanos. A maioria dos modelos animais de RSC descrita na literatura mimetiza uma infecção aguda ou promove bloqueio das vias de drenagem que, na maioria das vezes, não corresponde aos mecanismos encontrados nas RSC em humanos. Por outro lado, diversas evidências indicam que as bactérias exercem importante papel na fisiopatogenia da RSC, possivelmente pela presença de biofilmes ou indução de inflamação crônica promovida por endo e exotoxinas. Objetivo: Neste estudo avaliou-se a viabilidade de um modelo experimental de RSC em coelhos, utilizando-se a exposição crônica de toxinas bacterianas em animais previamente sensibilizados à ovalbumina (OVA), analisando seus efeitos histopatológicos sobre a mucosa nasossinusal. Material e Métodos: Após indução de sensibilização com injeção subcutânea de OVA 2,5% e 0,4% de hidróxido de alumínio por duas semanas, os coelhos foram submetidos à implantação de cateter de longa duração em seio maxilar direito. Após, foram submetidos à irrigação nasossinusal com OVA 2,5% três vezes por semana, por duas semanas, e em seguida, irrigação desoluções contendo diferentes toxinas bacterianas (enterotoxina estaflocócica B (SEB) 1 ?g/mL, lipopolissacáride (LPS) 100 ng/mL e ácido lipotecóico (LTA) 100 ng/mL) por quatro semanas. Os animais foram sacrificados 24 horas após a última irrigação e a mucosa do seio maxilar direito (teste) e esquerdo (controle interno) foi coletada para avaliação histopatológica. Resultados: A exposição nasossinusal ao SEB causou espessamento epitelial, infiltração celular, eosinofilia e neutrofilia tecidual, além de redução do epitélio ciliado. A exposição ao LPS causou espessamento epitelial e subepitelial, infiltração celular, eosinofilia epitelial e subepitelial e aumento da fibrose subepitelial. O LTA causou espessamento epitelial e subepitelial, infiltração celular e eosinofílica subepitelial e aumento da fibrose subepitelial. Conclusão: A exposição crônica de toxinas bacterianas na mucosa nasossinusal promoveu alterações histológicas, como espessamento da mucosa e infiltração celular, semelhantes às encontradas em pacientes com RSC. O presente estudo demonstrou que este é um modelo animal viável de RSC. Mais estudos serão necessários para elucidar se os mecanismos patogênicos deste modelo são semelhantes aos observados em humanos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.07.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BIAGIOTTI, Andréa Arantes Braga; TAMASHIRO, Edwin. Alterações histológicas nasossinusais induzidas por toxinas bacterianas: proposta de modelos experimentais de rinossinusite crônica em coelhos. 2018.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17151/tde-29102018-150912/ >.
    • APA

      Biagiotti, A. A. B., & Tamashiro, E. (2018). Alterações histológicas nasossinusais induzidas por toxinas bacterianas: proposta de modelos experimentais de rinossinusite crônica em coelhos. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17151/tde-29102018-150912/
    • NLM

      Biagiotti AAB, Tamashiro E. Alterações histológicas nasossinusais induzidas por toxinas bacterianas: proposta de modelos experimentais de rinossinusite crônica em coelhos [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17151/tde-29102018-150912/
    • Vancouver

      Biagiotti AAB, Tamashiro E. Alterações histológicas nasossinusais induzidas por toxinas bacterianas: proposta de modelos experimentais de rinossinusite crônica em coelhos [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17151/tde-29102018-150912/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021