Exportar registro bibliográfico

Corpos biônicos e órgãos intercambiáveis: a produção de saberes e práticas sobre corações não-humanos (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: MARINI, MARISOL - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLA
  • Subjects: ANTROPOLOGIA CULTURAL E SOCIAL; ÓRGÃOS ARTIFICIAIS; ONTOLOGIA; CORAÇÃO ARTIFICIAL
  • Keywords: Anthropology of practices; Antropologia das práticas; Imaginação tecno-científica; Techno-scientific imagination
  • Agências de fomento:
  • Language: Português
  • Abstract: A questão principal que a presente tese procura investigar é se os corações artificiais produzem instabilidades ontológicas em termos do que é humano e não-humano. A atenção dada às práticas experimentais laboratoriais, clínicas e cirúrgicas permite iluminar os arranjos heterogêneos por meio dos quais tais dispositivos médicos emergem. Nas três etapas de pesquisa testes in vitro, testes in vivo e avaliação em humanos foi possível observar uma modulação entre a boa participação e um envolvimento não produtivo que deve ser evitado para o sucesso das intervenções. As relações instituídas nas práticas médico-científicas evidenciam a participação como um dado fundamental para a produção das tecnologias cardíacas, assim como a imaginação que diz respeito não apenas à idealização, mas também aos processos criativos emergidos na concretização/realização de procedimentos laboratoriais e clínicos, sendo, portanto, corporificada. O primeiro capítulo trata dos testes in vitro e tem como foco a problematização do eixo natureza e cultura. O segundo capítulo parte dos testes in vivo para problematizar as relações entre animais humanos e não-humanos. E por fim, o terceiro capítulo tem como foco a avaliação em humanos, problematizando as fronteiras entre a vida e a morte. Trata-se de uma divisão temática esquemática, embora a permuta ontológica entre natureza e cultura, humanos e não-humanos e vida e morte percorra todo o trabalho. Diante do alto índice de mortes associadas àinsuficiência cardíaca, os corações artificiais são projetados como alternativas ou soluções auxiliares ao transplante de órgãos para pacientes que se tornam refratários aos tratamentos medicamentosos. Além de produzirem novos corpos e corporalidades, os corações artificiais trazem novos dilemas e recursos para a gestão da vida, podendo operar como uma pedagogia e preparação para a morte, na medida em que a suspende/prorroga, porém mantendo-a próxima
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.03.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARINI, Marisol; ALMEIDA, Heloisa Buarque de; MARRAS, Stelio Alessandro. Corpos biônicos e órgãos intercambiáveis: a produção de saberes e práticas sobre corações não-humanos. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8134/tde-05072018-194600/ >.
    • APA

      Marini, M., Almeida, H. B. de, & Marras, S. A. (2018). Corpos biônicos e órgãos intercambiáveis: a produção de saberes e práticas sobre corações não-humanos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8134/tde-05072018-194600/
    • NLM

      Marini M, Almeida HB de, Marras SA. Corpos biônicos e órgãos intercambiáveis: a produção de saberes e práticas sobre corações não-humanos [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8134/tde-05072018-194600/
    • Vancouver

      Marini M, Almeida HB de, Marras SA. Corpos biônicos e órgãos intercambiáveis: a produção de saberes e práticas sobre corações não-humanos [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8134/tde-05072018-194600/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021