Exportar registro bibliográfico

Insolvência transnacional: as contribuições que lei modelo da UNCITRAL pode proporcionar para o Brasil (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: BECUE, SABRINA MARIA FADEL - FD
  • Unidade: FD
  • Sigla do Departamento: DCO
  • Subjects: DIREITO INTERNACIONAL; DIREITO INTERNACIONAL; COOPERAÇÃO INTERNACIONAL; SENTENÇA ESTRANGEIRA; INSOLVÊNCIA
  • Language: Português
  • Abstract: O Brasil nem sempre permaneceu alheio ao debate sobre insolvência transnacional, porém desde 1973 carece de normativa específica. A lacuna da lei, no entanto, não impede que os casos cheguem ao Poder Judiciário. Nos últimos anos, o número de processos desta natureza aumentou de forma considerável e apesar de terem atingido certo consenso quanto à solução encontrada pelos tribunais, a fundamentação das decisões expõe a fragilidade do sistema e a necessidade de reforma legislativa. A prevalência da UNCITRAL entre as demais organizações internacionais e o limitado escopo e estrutura da Lei Modelo sobre Insolvência Transnacional, permitiram que este instrumento de Soft Law fosse aceito como o padrão normativo mais adequado e internacionalmente reconhecido. A Lei Modelo da UNCITRAL contribui para segurança jurídica e previsibilidade no comércio internacional, por meio da harmonização do procedimento de insolvência transnacional em países oriundos de diferentes tradições jurídicas – Civil Law e Common Law – e que estão em diferentes estágios de desenvolvimento. A harmonização se restringe a regras comuns para o reconhecimento de um processo estrangeiro, medidas de assistência e cooperação entre tribunais, sem, contudo, avançar em questões de direito material que, como sabido, são sensíveis e refletem políticas internas de cada Estado. Assim, uma das principais vantagens da Lei Modelo é promover a cooperação direta entre tribunais e com os representantes da insolvência, a fim de eliminar a dependência dos países no princípio de cortesia internacional ou concessão de exequatur aos procedimentos de homologação de sentença estrangeira ou carta rogatória. Apesar dos benefícios proporcionados pela Lei Modelo, muitos países resistem a sua adoção e, entre aqueles que a incorporaram, há diversidade na sua interpretação e aplicação, o que pode colocar em risco oobjetivo de harmonização. A fratura entre o texto da lei e sua prática foi objeto da investigação. Inobstante, o Brasil poderia se beneficiar da adoção da Lei Modelo da UNCITRAL, tanto para ampliar os meios de cooperação jurídica internacional, como para promover uma solução estável aos processos transnacionais. Contudo, é preciso entender o alcance deste instrumento e, via de consequência, suas limitações enquanto norma regente, uma vez que as contribuições esperadas da Lei Modelo estão proporcionalmente vinculadas aos seus restritos escopos. A tese questiona, por fim, se existe um sistema internacional de insolvência transnacional fundado no universalismo modificado ou qual o papel que pode ser atribuído a este na solução dos processos judiciais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.08.2018

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BECUE, Sabrina Maria Fadel; TOLEDO, Paulo Fernando Campos Salles de. Insolvência transnacional: as contribuições que lei modelo da UNCITRAL pode proporcionar para o Brasil. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018.
    • APA

      Becue, S. M. F., & Toledo, P. F. C. S. de. (2018). Insolvência transnacional: as contribuições que lei modelo da UNCITRAL pode proporcionar para o Brasil. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Becue SMF, Toledo PFCS de. Insolvência transnacional: as contribuições que lei modelo da UNCITRAL pode proporcionar para o Brasil. 2018 ;
    • Vancouver

      Becue SMF, Toledo PFCS de. Insolvência transnacional: as contribuições que lei modelo da UNCITRAL pode proporcionar para o Brasil. 2018 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021