Exportar registro bibliográfico

Photosensitization of Lipofuscin in Skin Keratinocytes: Effect of Visible Light on Human Skin (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: TONOLLI, PAULO NEWTON - IQ
  • Unidade: IQ
  • Sigla do Departamento: QBQ
  • Subjects: LISOSSOMOS; MITOCÔNDRIAS; UVA
  • Agências de fomento:
  • Language: Inglês
  • Abstract: A lipofuscina é um pigmento autofluorescente acumulado progressivamente durante o envelhecimento celular em diversos tecidos, como o músculo cardíaco e retina, principalmente no período pós-mitótico. Esse fenômeno pode ocorrer em decorrência do estresse oxidativo, quando biomoléculas e organelas (principalmente mitocôndrias) sofrem danos, gerando produtos não degradáveis no interior dos lisossomos. A lipofuscina pode ser fotossensibilizada promovendo processos fotoxidativos nos componentes celulares. Muitos estudos de lipofuscina foram feitos em células do epitélio pigmentar da retina de olho humano, mas conhece-se muito pouco sobre a lipofuscina de pele humana. Neste trabalho nós investigamos a formação fotoinduzida (UVA e luz visível) de lipofuscina e as consequências da sua fotossensibilização pela luz visível. Nós também estabelecemos protocolos eficazes na indução de lipofuscinogênese, por meio de dano específico em mitocôndrias e lisossomos. Células que acumularam lipofuscina, após exposição à UVA ou luz azul, tornaram-se sensíveis à luz visível (400-750 nm). Caracterizamos as propriedades de absorção e de emissão da lipofuscina e seu tempo de vida de fluorescência, utilizando a microscopia de fluorescência resolvida no tempo (FLIM). Observamos que lipofuscina em queratinócitos tem máximo de absorção na região do azul (420-450 nm), com emissão máxima de fluorescência no vermelho. As células HaCaT carregadas com lipofuscina efotossensibilizadas no visível, tiveram redução da viabilidade celular, que foi relacionada com a geração de oxigênio singlete, bem como acumularam lesões pré-mutagênicas 8-oxo-dG e quebras na fita de DNA. Também, investigamos a eficiência de diferentes comprimentos de onda da luz visível (408, 466, 522 e 650 nm) em promover a formação de lipofuscina em consequência de lesões em mitocôndrias e lisossomos. Tanto a luz azul(408 e 466 nm) quanto a luz verde (522 nm), mas não vermelha (650 nm) promoveram dano em mitocôndrias (integridade de membrana e DNA) e lisossomos (integridade de membrana e atividade autofágica), induzindo eficientemente lipofuscinogênese. Logo, além de UVA, o próprio espectro do visível aumenta a sensibilidade de queratinócitos à luz visível, através da geração de lipofuscina. Por fim, testamos o potencial carcinogênico da luz azul de alta energia (408 nm), irradiando células HaCaT cronicamente. Identificamos quatro mudanças principais envolvidas com o processo de transformação maligna: instabilidade genômica, redução da expressão de proteína supressora de tumor p16INK4a, aumento da taxa de proliferação, e resistência à apoptose. Além disso, a formação de dímeros de pirimidina ciclobutano (CPD) no DNA nuclear de células HaCaT logo após ou depois de vários ciclos de irradiação com 408 nm foi observada pela primeira vez na literatura.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.10.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TONOLLI, Paulo Newton; BAPTISTA, Maurício da Silva. Photosensitization of Lipofuscin in Skin Keratinocytes: Effect of Visible Light on Human Skin. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-12122018-114252/ >.
    • APA

      Tonolli, P. N., & Baptista, M. da S. (2018). Photosensitization of Lipofuscin in Skin Keratinocytes: Effect of Visible Light on Human Skin. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-12122018-114252/
    • NLM

      Tonolli PN, Baptista M da S. Photosensitization of Lipofuscin in Skin Keratinocytes: Effect of Visible Light on Human Skin [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-12122018-114252/
    • Vancouver

      Tonolli PN, Baptista M da S. Photosensitization of Lipofuscin in Skin Keratinocytes: Effect of Visible Light on Human Skin [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/46/46131/tde-12122018-114252/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020