Exportar registro bibliográfico

Estudo e análise do estado de conservação das rochas, por método não destrutivo, do Palácio da Justiça de São Paulo (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: SUZUKI, ALFREDO TOSHIO - IGC
  • Unidade: IGC
  • Sigla do Departamento: GMG
  • Subjects: MONUMENTOS; ROCHAS ORNAMENTAIS; GEOTURISMO
  • Keywords: Métodos não destrutivos; Non-destructive methods; Palace of Justice; Palácio da Justiça
  • Language: Português
  • Abstract: A crescente preocupação com a conservação e preservação dos bens do patrimônio histórico construído tem levado os diversos ramos do conhecimento a executarem estudos de diagnóstico e caracterização das edificações e monumentos, tanto quanto aos seus materiais constituintes quanto às questões de funcionalidade e finalidade no contexto da sociedade. No ramo da geologia, estudos da geodiversidade dos monumentos e edificações vêm sendo executados no centro velho da cidade de São Paulo e em diversos outros pontos da cidade, com a caracterização dos materiais pétreos que os constituem. Esses monumentos, de inestimável valor, tanto histórico quanto cultural, devem ser conservados para as futuras gerações prevenindo as alterações naturais devido ao intemperismo, seja físico ou químico, e às ações antrópicas, preservando esses bens com ações preventivas de conservação. A presente dissertação objetivou colaborar com essa linha de pesquisa, visando caracterizar os materiais pétreos do Palácio da Justiça, patrimônio histórico e cultural da cidade de São Paulo tombado em 1981, assim como o seu estado de alteração, e com isso contribuir para futuros trabalhos de restauro, quando necessários. Tratando-se de monumento tombado, foram utilizados métodos não destrutivos, isto é, com equipamentos que não alteram nem danificam as rochas analisadas e que podem ser feitas em situ. Foram utilizados o espectrofotômetro para medição da cor da superfície e o Martelo de Schmidt (esclerômetro) paramedição da dureza superficial da rocha. Nos ensaios com o espectrofotômetro foi possível medir a cor atual da rocha, podendo ainda servir como padrão para futuros ensaios. Também foi possível comparar a rocha em diferentes usos e desgastes. No Palácio foi encontrado grande variedade de rochas ornamentais, tais como, Mármore Vermelho Real Belga, Mármore Carrara Branco, Mármore Nero Marquina com Fósseis, Calcário Lioz, Mármore Vermelho Bidasoa, Mármore Giallo Verona, Mármore Calacatta Oro, Mármore Botticino, variados Calcários Fossilíferos e Granito Rosa Itupeva. Dentre as rochas encontradas no Palácio, o Granito Rosa Itupeva, nome comercial desse granito, foi escolhido para os ensaios esclerométricos, por se apresentar em diferentes formas, como colunas, revestimento de paredes internas e externas, pisos e escadas. O índice esclerométrico variou de 30 em superfícies serradas a 42 a 48 em superfícies polidas. O Palácio passou por uma reforma geral, finalizada em 2017, sendo que as rochas aí presentes se apresentam em boas condições de conservação. Pela diversidade de rochas ornamentais encontradas no Palácio esse local constitui um local adequado para a prática de geoturismo no centro da capital paulista, visando a divulgação das geociências através da visitação ao Palácio da Justiça. Sugere-se que a caracterização das rochas que foram identificadas e caracterizadas nesta dissertação sejam incorporadas ao guia de visitação do Palácio apresentando aos visitantes as belíssimas rochas ali existentes.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.08.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SUZUKI, Alfredo Toshio; DEL LAMA, Eliane A. Estudo e análise do estado de conservação das rochas, por método não destrutivo, do Palácio da Justiça de São Paulo. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44144/tde-06122018-150806/ >.
    • APA

      Suzuki, A. T., & Del Lama, E. A. (2018). Estudo e análise do estado de conservação das rochas, por método não destrutivo, do Palácio da Justiça de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44144/tde-06122018-150806/
    • NLM

      Suzuki AT, Del Lama EA. Estudo e análise do estado de conservação das rochas, por método não destrutivo, do Palácio da Justiça de São Paulo [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44144/tde-06122018-150806/
    • Vancouver

      Suzuki AT, Del Lama EA. Estudo e análise do estado de conservação das rochas, por método não destrutivo, do Palácio da Justiça de São Paulo [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/44/44144/tde-06122018-150806/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021