Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Uso de serviços de saúde em São Paulo: ecologia do cuidado em saúde (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: ALVES, DEMIAN DE OLIVEIRA E - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HSP
  • DOI: 10.11606/D.6.2018.tde-28112018-111728
  • Subjects: SERVIÇOS DE SAÚDE; SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE; FATORES PSICOSSOCIAIS; FATORES SOCIOECONÔMICOS; FATORES ETÁRIOS; ESTUDOS TRANSVERSAIS
  • Keywords: Pesquisa Sobre Serviços de Saúde; Inquérito Populacional; Utilização
  • Language: Português
  • Abstract: A análise estatística consistiu em modelos de regressão logística multivariados para avaliar fatores associados ao desfecho de utilização de algum serviço de saúde nos 30 dias anteriores a entrevistas e estratificado por faixa etária. Resultados: Os fatores sociodemográficos estudados, sexo, faixa etária, situação conjugal, raça ou cor de pele, escolaridade, situação de trabalho e posse de plano de saúde são associados à prevalência de doenças crônicas, e apenas raça ou cor de pele não estiveram também associados à autoavaliação de saúde. O uso de serviços de saúde nos últimos 30 dias foi de 31,4%, sendo os serviços mais utilizados consultórios ou clínicas e UBS. O tipo de serviço utilizado foi associado à posse de plano de saúde e ao tipo de atendimento e há uma tendência de utilização do tipo de serviço habitual. A tipologia de uso de serviços de saúde no MSP teve diferenças constatadas com outros países e cidades por influência da organização do sistema de saúde e fatores socioculturais. Foi associado ao uso de serviços de saúde: sexo feminino, ser idoso, posse de plano de saúde, autoavaliação da saúde como 'ruim' e possuir alguma doença crônica, em concordância com achados da literatura. Na estratificação por faixa etária o único fator que persiste em todas as faixas estudadas foi possuir alguma doença crônica. Conclusões: O fortalecimento do SUS no MSP com a aposta na APS, como organizadora do sistema, precisa considerar a coexistência de serviços públicos e privados, bem como a alta prevalência de doenças crônicas.Tais fatores determinam diferentes tipologias de uso de serviços de saúde e, portanto, devem ser levados em consideração para o planejamento em saúde em geral, para os marcos regulatórios das OSS e para a distribuição de serviços.Introdução: A análise do uso de serviços de saúde é fundamental para o planejamento sanitário e tem grande contribuição dos inquéritos de saúde de base populacional, com destaque ao ISA CAPITAL, no Município de São Paulo (MSP). Os inquéritos provem informações privilegiadas para a compreensão das mudanças epidemiológicas e organização dos serviços de saúde, principalmente quando se reconhece o posicionamento da Atenção Primária à Saúde (APS) como eixo central organizador do sistema. A expansão da Estratégia de Saúde da Família (ESF), no Sistema Único de Saúde (SUS) nos estado e município de São Paulo, devido às terceirizações da gestão da saúde, por meio de Organizações Sociais de Saúde (OSS), evidencia, neste sentido, o fundamental papel regulatório do Estado. Objetivo: Descrever o uso de serviços de saúde no município de São Paulo e analisar os fatores associados. Método: Foram utilizados dados do ISA CAPITAL 2015, inquérito de saúde de base populacional, de corte transversal, com amostra representativa do Município de São Paulo (MSP). A análise foi realizada em função dos indicadores de utilização dos serviços e sua tipologia foi apresentada em quadro de prevalências de eventos por 1.000 pessoas por mês e comparada com estudos de "Ecologia do cuidado".
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.10.2018
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/D.6.2018.tde-28112018-111728 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALVES, Demian de Oliveira e; CESAR, Chester Luiz Galvao. Uso de serviços de saúde em São Paulo: ecologia do cuidado em saúde. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/D.6.2018.tde-28112018-111728 > DOI: 10.11606/D.6.2018.tde-28112018-111728.
    • APA

      Alves, D. de O. e, & Cesar, C. L. G. (2018). Uso de serviços de saúde em São Paulo: ecologia do cuidado em saúde. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/D.6.2018.tde-28112018-111728
    • NLM

      Alves D de O e, Cesar CLG. Uso de serviços de saúde em São Paulo: ecologia do cuidado em saúde [Internet]. 2018 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2018.tde-28112018-111728
    • Vancouver

      Alves D de O e, Cesar CLG. Uso de serviços de saúde em São Paulo: ecologia do cuidado em saúde [Internet]. 2018 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2018.tde-28112018-111728

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021