Exportar registro bibliográfico

Investigação dos mecanismos de resistência às fluorquinolonas em isolados bacterianos ambientais (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: SANCHEZ, DANILO GARCIA - FCFRP
  • Unidade: FCFRP
  • Sigla do Departamento: 602
  • Subjects: RESISTÊNCIA; ÁGUA; BACTÉRIAS; BIOCIÊNCIAS
  • Language: Português
  • Abstract: As fluorquinolonas são antimicrobianos frequentemente prescritos no Brasil e em outros países e utilizados no tratamento de diversos tipos de infecções, principalmente naquelas do trato urinário e gastrintestinal. A ação desses compostos ocorre devido a interação dos mesmos com a DNA-girase e a topoisomerase IV bacterianas. A DNA girase é codificada pelos genes gyrA e gyrB e a topoisomerase IV, pelos genes parE e parC. Estudos evidenciaram existir nesses genes regiões nas quais as mutações ocorrem de modo mais frequente, sendo esses sítios chamados de Quinolone Resistance Determining Regions (QRDR). Mutações nas QRDR levam a substituição de aminoácidos nas topoisomerases, diminuindo a afinidade destas enzimas pelas quinolonas, acarretando, portanto, em um fenótipo de resistência para essa classe de antimicrobianos. Este mecanismo de resistência mostrou-se um dos principais responsáveis pela resistência antimicrobiana para essa classe de antimicrobiano em isolados clínicos. Entretanto, outros mecanismos de resistência podem estar presentes, entre eles a aquisição de determinantes plasmidiais (qnrA, qnrB, qnrS, qepA, oqxA e oqxB). A maioria dos estudos foi realizada utilizando isolados bacterianos clínicos, contudo, pouco tem sido investigado sobre os mecanismos de resistência com bactérias de origem ambiental. Diante disso, o presente trabalho objetivou identificar os principais mecanismos de resistência às quinolonas em isolados bacterianos ambientais e os principais gênerosdessa microbiota que os albergam. Para tanto, 69 isolados bacterianos ambientais foram selecionados. Os principais gêneros bacterianos selecionados foram Stenotrophomonas, Achromobacter, Ochrobactrum e Escherichia para os quais foram pesquisados além dos genes Plasmid Mediated Quinolone Resistance (PMQR), mutações nos genes gyrA, gyrB, parE e parC e a tipagem plasmidial. No conjunto os resultados permitem evidenciar um padrão de mutações nos genes codificadores das topoisomerases semelhante ao observado em isolados bacterianos clínicos, atuando os genes PMQR de modo sinérgico na contribuição da elevação da concentração inibitória mínima (CIM) frente às fluorquinolonas. No entando, mecanismos adicionais que possam contribuir com os níveis de resistência não podem ser descartados, sobretudo sistemas de efluxo. A tipagem plasmidial evidenciou que a maioria dos isolados apresenta plasmídeos da família ColE-like
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.08.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANCHEZ, Danilo Garcia; STEHLING, Eliana Guedes. Investigação dos mecanismos de resistência às fluorquinolonas em isolados bacterianos ambientais. 2018.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60135/tde-04102018-100046/ >.
    • APA

      Sanchez, D. G., & Stehling, E. G. (2018). Investigação dos mecanismos de resistência às fluorquinolonas em isolados bacterianos ambientais. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60135/tde-04102018-100046/
    • NLM

      Sanchez DG, Stehling EG. Investigação dos mecanismos de resistência às fluorquinolonas em isolados bacterianos ambientais [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60135/tde-04102018-100046/
    • Vancouver

      Sanchez DG, Stehling EG. Investigação dos mecanismos de resistência às fluorquinolonas em isolados bacterianos ambientais [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/60/60135/tde-04102018-100046/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020