Exportar registro bibliográfico

Produção de bovinos de corte suplementados em pastos vedados (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: ROCHA, CESAR OLIVEIRA - FZEA
  • Unidade: FZEA
  • Sigla do Departamento: ZAZ
  • Subjects: DIFERIMENTO; FORRAGEM; PRODUTIVIDADE; SUPLEMENTAÇÃO ALIMENTAR
  • Language: Português
  • Abstract: O diferimento é um método de conservação de forragem que permite o pastejo em períodos de escassez, no entanto, a literatura abordando o efeito da altura do pasto à vedação é limitada. Devido ao baixo valor nutritivo de pastos vedados, a suplementação é necessária, contudo, o efeito sobre o desempenho animal é variável, devido às interações com os pastos. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da altura do dossel ao diferimento nas características da forragem, desempenho animal e presença de interação pasto X suplemento. O estudo foi conduzido em Pirassununga-SP, Brasil, e foi dividido em duas fases. Na primeira fase, 16 unidades experimentais (pastos de 1,5 ha) foram diferidas de março a julho/2016. Os tratamentos foram duas alturas do dossel ao início da vedação (10 e 20 cm), em um delineamento casualizado em blocos completos (DCB) com oito repetições. Na segunda fase, as mesmas unidades experimentais foram pastejadas por novilhos de corte recebendo suplementação de julho a outubro/2016. Os tratamentos foram arranjados em esquema fatorial de duas alturas iniciais de vedação (10 e 20 cm) com dois níveis de suplementação (0,3 e 0,6% do peso corporal dos animais) em um DCB com quatro repetições. Na primeira fase, pastos vedados a 20 cm apresentaram maior massa de lâminas foliares e pior valor nutritivo quando o período de diferimento foi de 70 dias ou menos. Em maiores períodos de diferimento, pastos vedados a 10 cm apresentaram a mesma massa de lâminas foliares emelhor valor nutritivo comparados com pastos vedados a 20 cm. Pastos vedados a 20 cm permitiram menor ganho médio diário, contudo a maior taxa de lotação observada neste tratamento resultou em maior produtividade. Suplementação com 0,6% resultou em maior ganho médio diário independente da altura inicial de vedação. Combinar suplementação de 0,6% com altura de vedação de 10 cm maximiza o desempenho animal, enquanto combinar 0,6% com altura de vedação de 20 cm maximiza o ganho por área
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.08.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ROCHA, Cesar Oliveira; HERLING, Valdo Rodrigues. Produção de bovinos de corte suplementados em pastos vedados. 2018.Universidade de São Paulo, Pirassununga, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/74/74131/tde-20112018-105859/ >.
    • APA

      Rocha, C. O., & Herling, V. R. (2018). Produção de bovinos de corte suplementados em pastos vedados. Universidade de São Paulo, Pirassununga. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/74/74131/tde-20112018-105859/
    • NLM

      Rocha CO, Herling VR. Produção de bovinos de corte suplementados em pastos vedados [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/74/74131/tde-20112018-105859/
    • Vancouver

      Rocha CO, Herling VR. Produção de bovinos de corte suplementados em pastos vedados [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/74/74131/tde-20112018-105859/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021