Exportar registro bibliográfico

Desamparo em pacientes com dor lombar crônica: estudo psicanalítico e neurocientífico (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: ALMEIDA, NATHáLIA AUGUSTA DE - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSC
  • Subjects: DOR CRÔNICA; DESAMPARO; OCITOCINA; PSICOLOGIA DA SAÚDE
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A dor é uma experiência emocional e sensorial desagradável, associada ao dano real ou potencial de alguma região do corpo. Segundo a International Association for the Study of Pain, ela é sempre subjetiva, pois sua percepção é aprendida com a vivência pessoal de cada indivíduo. Estima-se que a hérnia de disco atinge de 2 a 3% da população brasileira, considerando uma prevalência de 2,5 em mulheres e 4,8% em homens, acima de 35 anos. Ao longo da vida, o sujeito pode entrar em contato com o desamparo inerente à natureza humana em vivências traumáticas e pós-traumáticas, remetendo-o à impotência do recém-nascido humano, como no exemplo de uma vivência de dor. Este projeto também pretende abarcar alguns princípios básicos das Neurociências e aproximar-se das possíveis relações da ocitocina na experiência subjetiva de desamparo e, posteriormente, na percepção da dor. Objetivo: Compreender a experiência subjetiva de desamparo em pessoas com dor crônica decorrente de hérnia de disco lombar e estudar a interação da ocitocina na vivência de desamparo e percepção da dor. Método: Tratou-se de estudo clínico randomizado controlado composto por 10 participantes do sexo masculino, idade entre 35 e 59 anos e com diagnóstico médico de hérnia de disco lombar. Foram realizadas, nesta ordem, anamnese, entrevista clínica semi-dirigida, e aplicação da Escala Visual Analógica de Dor (EVA) e do Teste de Apercepção Temática (TAT). Na reavaliação, entrevista clínica semi-dirigida ereaplicação da EVA e do TAT. No primeiro encontro, além da avaliação, foi fornecido aos participantes, por um médico treinado da equipe médica, ocitocina (no grupo experimental) ou soro fisiológico (grupo controle) na forma de spray nasal, para ser ministrado diariamente por 28 dias, até o dia da reavaliação psicológica dos mesmos participantes. A escolha do tipo de intervenção que os participantes receberam foi randomizada e duplo cega. Considerações: Mesmo inicialmente vivida em suas primeiras vezes em estágios muito primitivos do desenvolvimento, a experiência subjetiva do desamparo deixa marcas que permanecem presentes em todos os períodos de vida, podendo ser revivida pelo indivíduo em situações como a da dor. A dor compele ao indivíduo isolamento social, mas também pela dificuldade em conseguir se expressar ao outro e perceber-se compreendido. Com a redução dos sentimentos de isolamento e negativismo e do abrandamento da percepção de dor pelo uso de ocitocina, observou-se uma correlação positiva da ocitocina com a redução dos sentimentos de isolamento, negativismo com abrandamento da percepção de dor e do sentimento de desamparo. Por outro lado, os resultados corroboram achados de nossas pesquisas, ou seja, a maneira da pessoa lidar com sua dor expressa a sua forma de lidar com a vida e com o mundo. Estes dados contribuem na busca de estratégias para lidar com o fenômeno álgico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.08.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALMEIDA, Nathália Augusta de; RODRIGUES, Elisa Maria Parahyba Campos. Desamparo em pacientes com dor lombar crônica: estudo psicanalítico e neurocientífico. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-14112018-101323/ >.
    • APA

      Almeida, N. A. de, & Rodrigues, E. M. P. C. (2018). Desamparo em pacientes com dor lombar crônica: estudo psicanalítico e neurocientífico. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-14112018-101323/
    • NLM

      Almeida NA de, Rodrigues EMPC. Desamparo em pacientes com dor lombar crônica: estudo psicanalítico e neurocientífico [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-14112018-101323/
    • Vancouver

      Almeida NA de, Rodrigues EMPC. Desamparo em pacientes com dor lombar crônica: estudo psicanalítico e neurocientífico [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-14112018-101323/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021