Exportar registro bibliográfico

Avaliação da excitabilidade cortical em pacientes com lesão axonial difusa tardia (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: HAYASHI, CINTYA YUKIE - FM
  • Unidades: FM
  • Sigla do Departamento: MNE
  • Subjects: TRAUMATISMOS CEREBRAIS; LESÃO AXONAL DIFUSA; LESÃO CEREBRAL CRÔNICA; NEUROFISIOLOGIA; EXCITAÇÃO (FISIOLOGIA); ESTIMULAÇÃO CEREBRAL; CÓRTEX CEREBRAL; CÓRTEX MOTOR
  • Keywords: Brain injuries; Córtex motor; Cortical excitability; Craniocerebral trauma; Diffuse axonal injury; Motor cortex; Neurophysiology; Transcranial magnetic stimulation
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: Ativação exacerbada de processos excitatórios mediados por NMDA e excesso de inibição mediada por GABA são descritos, respectivamente, nas fases agudas e subagudas após o traumatismo cranioencefálico (TCE). No entanto, existem poucos estudos a respeito do funcionamento desses circuitos na fase crônica do TCE. Objetivo: Avaliar a excitabilidade cortical (EC) de pacientes em fase crônica que sofreram TCE, especificamente diagnosticados com lesão axonial difusa (LAD). Métodos: Todos os 31 pacientes adultos foram avaliados após 1 ano, pelo menos, do TCE moderado ou grave. Inicialmente, os pacientes foram submetidos à avaliação de funções executivas - atenção, memória, fluência verbal e velocidade de processamento de informação - por meio de bateria neuropsicológica. Em seguida, a avaliação da EC foi realizada utilizando-se uma bobina circular para aplicar pulsos simples e pareados de estimulação magnética transcraniana na região cortical representativa do abdutor curto do polegar (pollicis brevis) na área M1 de ambos hemisférios. Os parâmetros de EC medidos foram: Limiar Motor de Repouso (LMR), Potenciais Evocados Motores (PEM), Inibição Intracortical de Intervalo Curto (IICIC) e Facilitação Intracortical (FIC). Todos os dados foram comparados aos dados normativos de EC já descritos na literatura e também aos de um grupo controle de pessoas saudáveis. Resultados: Não houve diferença significativa entre os hemisférios direto e esquerdo. Desta forma, os dados foram analisados de forma agrupada("pooled data"). Os valores de LMR e FIC dos pacientes com LAD estavam dentro dos valores de normalidade. No entanto, os valores de PEMs a 120% do LMR, a 140% do LMR e IICIC estavam aumentados (respectivamente p=0,013; p=0,012; p < 0,001): PEM-120% LAD 524,95 [365,42 ; 616,66] versus Controles 303,50 [241,49 ; 399,19]; PEM-140% LAD 1150,00 [960,56 ; 1700,00] vs Controles 670,5 [575,43 ; 1122,78] e IICIC LAD 1,09 [0,82 ; 1,35] vs Controles 0,34 [0,28 ; 0,51]; pp02-Rel LAD 0,85 [0,64 ; 1,36] vs Controles 0,28 [0,20 ; 0,37]; pp04-Rel LAD 1,03 [0,88 ; 1,34] vs Controles 0,38 [0,29 ; 0,62] - sugerindo um possível desarranjo no sistema inibitório (p < 0.001). Os achados neuropsicológicos mostraram alterações na memória, atenção e velocidade de processamento de informação, mas possuíam correlação fraca com os dados de EC. Conclusão: Como os processos inibitórios envolvem circuitos mediados por GABA, além de outros, existe a possível inferência de que a própria fisiopatologia do LAD (rompimento de axônios) possa depletar GABA contribuindo com a desinibição do sistema neural na fase crônica do LAD
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.08.2018
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      HAYASHI, Cintya Yukie; PAIVA, Wellingson Silva. Avaliação da excitabilidade cortical em pacientes com lesão axonial difusa tardia. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-31102018-131220/ >.
    • APA

      Hayashi, C. Y., & Paiva, W. S. (2018). Avaliação da excitabilidade cortical em pacientes com lesão axonial difusa tardia. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-31102018-131220/
    • NLM

      Hayashi CY, Paiva WS. Avaliação da excitabilidade cortical em pacientes com lesão axonial difusa tardia [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-31102018-131220/
    • Vancouver

      Hayashi CY, Paiva WS. Avaliação da excitabilidade cortical em pacientes com lesão axonial difusa tardia [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-31102018-131220/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020