Exportar registro bibliográfico

Álcool em sangue de vítimas de morte violenta no município de São Paulo (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: SOUZA, JéSSICA PRISCILA DE - FM
  • Unidade: FM
  • Sigla do Departamento: MCM
  • Subjects: ÁLCOOL; ALCOÓLATRAS; ALCOOLISMO; VIOLÊNCIA; CAUSA DA MORTE; ANÁLISE QUÍMICA DO SANGUE; CROMATOGRAFIA
  • Keywords: Blood alcohol content; Blood chemical analysis; Cause of death; Chromatography; Forensic toxicology; Violence
  • Language: Português
  • Abstract: O álcool é uma das substâncias psicoativas mais consumidas pela sociedade por ser de uso lícito, amplamente disponível e de baixo custo. Já foi bem estabelecido que o uso nocivo de álcool está intimamente relacionado com a violência, acarretando um número elevado de doenças relacionadas ao seu consumo, bem como com mortes violentas especialmente entre jovens. São várias as evidências científicas de sua participação nos homicídios, suicídios, violência doméstica, crimes sexuais, atropelamentos e acidentes envolvendo motoristas alcoolizados. Apesar de que esforços têm sido bem-sucedidos na redução do número de mortes atribuíveis ao álcool em vários países, lesões atribuídas ao álcool continuam sendo um problema de saúde pública. No Brasil, apesar de apresentar números expressivos de mortes violentas, ainda são poucos os estudos para nortear decisões governamentais e políticas públicas voltadas ao problema. Assim sendo, o objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência do uso de álcool entre vítimas de morte violenta na cidade de São Paulo, através da dosagem de álcool no sangue. Foram coletadas amostras de 369 vitimas de morte violenta necropsiadas no Instituto Médico Legal do Estado de São Paulo (IML-SP). A dosagem alcoólica foi feita por cromatografia gasosa com técnica de separação por headspace. Os resultados mostram que 34.7% das vítimas haviam consumido álcool. Da amostra total 36.2% dos homens e 27.7% das mulheres haviam consumido álcool. A alcoolemia média foi 1,004g/L nos homens e 0,767 g/L para as mulheres. Foram feitas associações entre a prevalência e a alcoolemia apresentada para homicídio, atropelamento e acidente de trânsito e diferentes causas de morte, como atropelamento, colisão, enforcamento, intoxicação, ferimentos por arma branca ou de fogo). Discute-se a aplicação desses resultados epidemiológicos para nortear a implantação de políticas públicas de prevenção
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.07.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Jéssica Priscila de; CALDINI, Elia Tamaso Espin Garcia. Álcool em sangue de vítimas de morte violenta no município de São Paulo. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-01112018-102535/ >.
    • APA

      Souza, J. P. de, & Caldini, E. T. E. G. (2018). Álcool em sangue de vítimas de morte violenta no município de São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-01112018-102535/
    • NLM

      Souza JP de, Caldini ETEG. Álcool em sangue de vítimas de morte violenta no município de São Paulo [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-01112018-102535/
    • Vancouver

      Souza JP de, Caldini ETEG. Álcool em sangue de vítimas de morte violenta no município de São Paulo [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-01112018-102535/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021