Exportar registro bibliográfico

A única certeza da morte é a vida: investigação fenomenológica sobre idosos que se preparam para a morte (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: GIBERTI, GABRIELA MACHADO - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSA
  • Subjects: ENVELHECIMENTO; MORTE; ATITUDES FRENTE À MORTE; FENOMENOLOGIA; HERMENÊUTICA
  • Agências de fomento:
  • Language: Português
  • Abstract: O envelhecimento populacional é um fenômeno mundial que ganhou destaque nas últimas décadas. Nesse contexto, a morte aparece como questão difícil, pois se trata de um tema tabu na cultura ocidental. À luz da fenomenologia existencial, se refletiu sobre o envelhecer e o morrer em uma época atravessada pela técnica como verdade do ser, em que esses fenômenos são considerados problemas que desencadeiam grande esforço moderno em tentar controlá-los e dominá-los. Por meio da entrevista reflexiva, este projeto teve como objetivo compreender a experiência de idosos longevos que consideram que se prepararam para a morte. Buscou-se investigar o sentido dessa preparação e seus desdobramentos. Foram entrevistados três idosos com mais de 80 anos de idade, residentes da cidade de São Paulo, sendo duas mulheres e um homem. A reflexão desenvolvida diversificou os significados sobre o envelhecer e o morrer a partir do entendimento singular de como cada Dasein lida e compreende o seu envelhecimento e a sua finitude. Todos os entrevistados discorreram sobre a questão da morte sem resistência, mas foi reconhecida a possibilidade de um falar com um envolvimento mais pessoal e, também, de uma forma mais coletiva e genérica. Dentre as diversas questões discutidas, se destaca as noções de corporeidade e de temporalidade, na qual o modo como cada participante se relaciona com o seu ser-corporal, bem como a maneira que entendem o passado, o presente e as possibilidades de futuro se mostraramessenciais na forma que compreendem e sentem o ser-velho, o significado da morte e o sentido da vida. A depender do contexto existencial, se identificou a possibilidade do esvaziamento de sentido da vida e um desejo de morte, fomentando a reflexão sobre quantidade de vida não ser sinônimo de qualidade de vida. Constatou-se diversas iniciativas de preparação para a morte que ocorreram em diferentes âmbitos, permeando questões financeiras, emocionais, sociais, corporais, materiais e até espirituais. O sentido dessas realizações se desvelou na direção de um cuidar da vida, pois se mostraram como tentativas de garantir a melhor qualidade na existência, seja em relação à vida do próprio idoso até a sua morte, ou de uma possível próxima vida, seja sobre a existência de quem permanece vivo após a morte do idoso, como os familiares e amigos. Assim, fica evidente que a única certeza da morte é a vida, ou seja, a morte convoca para o tempo do viver. Entrar em contato com a finitude viabiliza o encontro das possibilidades de vida dignas de serem vividas. Acredita-se que fugir da morte tem como consequência se esquivar, também, de uma vida mais própria. Portanto, é essencial falar sobre a morte e o morrer, pois é aberto, ao mesmo tempo, o falar sobre a vida e o viver a melhor vida possível
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.08.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GIBERTI, Gabriela Machado; ROSA, Helena Rinaldi. A única certeza da morte é a vida: investigação fenomenológica sobre idosos que se preparam para a morte. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-29102018-155400/ >.
    • APA

      Giberti, G. M., & Rosa, H. R. (2018). A única certeza da morte é a vida: investigação fenomenológica sobre idosos que se preparam para a morte. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-29102018-155400/
    • NLM

      Giberti GM, Rosa HR. A única certeza da morte é a vida: investigação fenomenológica sobre idosos que se preparam para a morte [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-29102018-155400/
    • Vancouver

      Giberti GM, Rosa HR. A única certeza da morte é a vida: investigação fenomenológica sobre idosos que se preparam para a morte [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47131/tde-29102018-155400/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021