Exportar registro bibliográfico

Construções pronominais e verbos existenciais: comparação da escrita de alunos bolivianos e descendentes de primeira geração com a de alunos brasileiros sem nenhuma ascendência hispânica (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ROBIM, RENIE - FFLCH
  • Unidades: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLM
  • Subjects: LÍNGUA ESPANHOLA; LÍNGUA PORTUGUESA; IMIGRAÇÃO; ESCRITA; VERBO; ESCOLA PÚBLICA
  • Keywords: Comparative studies between spanish and brazilian portuguese; Construções pronominais; Estudos comparados entre espanhol e português brasileiro; Pronominal constructions
  • Language: Português
  • Abstract: Esta dissertação incorpora e aproveita, em uma modalidade descritiva, os resultados de estudos comparados entre o espanhol e o português brasileiro realizados a partir de diversos referenciais teóricos que têm em comum focalizarem o funcionamento das línguas. Nossa pesquisa se fundamenta em estudos específicos sobre cada uma das duas línguas, geralmente de base gerativa e/ou funcionalista, mas que consideraremos apenas no seu aspecto descritivo, sem vincular nossa investigação a nenhum desses modelos explicativos. Para contextualizar a situação de contato e para definir metodologias e procedimentos, usaremos o referencial dos estudos da sociolinguística. Nossa pesquisa apresenta um estudo comparativo de produções textuais escritas por alunos bolivianos ou descendentes de primeira geração e por alunos brasileiros sem nenhuma ascendência hispânica. Trabalhamos com duas amostras: a primeira, de caráter provisório, contou com a participação de 40 informantes que produziram 40 textos. A segunda, de caráter definitivo, contou com a participação de 100 informantes que produziram 200 textos. Todos os alunos são estudantes da rede pública municipal de São Paulo e estão matriculados no ensino fundamental II ou médio. A pergunta da pesquisa buscou responder à seguinte indagação: em torno de quais construções que se encontram em variação no português brasileiro podemos localizar tendências que diferenciem, na escrita, os estudantes bolivianos ou filhos de bolivianos dos estudantesbrasileiros que não têm contato com o espanhol no seu entorno familiar? Nas análises que realizamos aparecem como produtivas as construções pronominais em que o clítico não é objeto direto e nem indireto. Dentro dessas construções, duas modalidades apresentaram disparidades entre os dois grupos: (i) a diferença quantitativa na aparição do clítico se; e (ii) a diferença de frequência nas ocorrências para 4 verbos em seus usos pronominais, lembrar-se, perder-se, recordar-se e sentir-se. Indagamos também pelos usos dos verbos ter e haver com valor existencial, porém não encontramos diferenças significativas nas produções textuais dos dois grupos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.09.2017

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ROBIM, Renie; FANJUL, Adrian Pablo. Construções pronominais e verbos existenciais: comparação da escrita de alunos bolivianos e descendentes de primeira geração com a de alunos brasileiros sem nenhuma ascendência hispânica. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8145/tde-02022018-112004/ >.
    • APA

      Robim, R., & Fanjul, A. P. (2017). Construções pronominais e verbos existenciais: comparação da escrita de alunos bolivianos e descendentes de primeira geração com a de alunos brasileiros sem nenhuma ascendência hispânica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8145/tde-02022018-112004/
    • NLM

      Robim R, Fanjul AP. Construções pronominais e verbos existenciais: comparação da escrita de alunos bolivianos e descendentes de primeira geração com a de alunos brasileiros sem nenhuma ascendência hispânica [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8145/tde-02022018-112004/
    • Vancouver

      Robim R, Fanjul AP. Construções pronominais e verbos existenciais: comparação da escrita de alunos bolivianos e descendentes de primeira geração com a de alunos brasileiros sem nenhuma ascendência hispânica [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8145/tde-02022018-112004/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020