Exportar registro bibliográfico

Avaliação dos efeitos antinociceptivos e farmacocinética do tramadol em jabutis-piranga (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: GRIS, VANESSA NADINE - FMVZ
  • Unidade: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCI
  • Subjects: RÉPTEIS; ANALGÉSICOS; FARMACOCINÉTICA; MEDICAMENTO
  • Keywords: Chelonoidis carbonarius; Chelonoidis carbonarius; Antinocicepção; Antinociception; CG-MS/MS; GC-MS/MS; Opioid; Opioide; Reptiles
  • Language: Português
  • Abstract: O tramadol é um analgésico de ação central amplamente utilizado em répteis. Seu efeito ocorre por meio da ativação de receptores opioides e do bloqueio da recaptação de serotonina e norepinefrina. Este estudo objetivou avaliar a atividade antinociceptiva e a farmacocinética do tramadol em jabutis-piranga. Oito jabutis receberam quatro tratamentos, com intervalo mínimo de 21 dias: solução salina (grupo controle), tramadol nas doses de 5 mg/kg (TIM5) e 10 mg/kg (TIM10) por via intramuscular e 5 mg/kg (TIV5) por via intravenosa. Um estímulo nociceptivo térmico foi aplicado na superfície plantar dos animais e a avaliação da latência do reflexo de retirada do membro foi realizada nos tempos 0, 30 minutos, 1, 2, 4, 6, 8, 10, 24, 48, 72 e 96 horas. Foi realizada também colheita de sangue e análise do plasma por meio de cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas triplo quadrupolo. A farmacocinética do tramadol foi calculada por abordagem não-compartimental. A concentração máxima para TIM5 e TIM 10 foi de 128,98 ± 59,46 ng/mL e 613,87 ± 524,26 ng/mL, respectivamente. A meia-vida de eliminação foi de 21,22 ± 8,74 horas para TIV5, 32,84 ± 6,41 horas para TIM5 e 22,5 ± 8,02 horas para TIM10. As doses de tramadol 10 mg/kg por via intramuscular e 5 mg/kg por via intravenosa não apresentaram alteração do tempo de latência para o reflexo de retirada do membro. O grupo que recebeu 5 mg/kg por via intramuscular apresentou diferença nos tempos 1 hora e 24 horas após a administração. O tramadol não apresentou efeito antinociceptivo consistente por via intramuscular nas doses de 5 e 10 mg/kg e por via intravenosa na dose de 5 mg/kg em jabutis-piranga. Independente da via de administração, o tramadol apresentou meia-vida de eliminação longa.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.03.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GRIS, Vanessa Nadine; CORTOPASSI, Silvia Renata Gaido. Avaliação dos efeitos antinociceptivos e farmacocinética do tramadol em jabutis-piranga. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10137/tde-12072018-122425/ >.
    • APA

      Gris, V. N., & Cortopassi, S. R. G. (2018). Avaliação dos efeitos antinociceptivos e farmacocinética do tramadol em jabutis-piranga. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10137/tde-12072018-122425/
    • NLM

      Gris VN, Cortopassi SRG. Avaliação dos efeitos antinociceptivos e farmacocinética do tramadol em jabutis-piranga [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10137/tde-12072018-122425/
    • Vancouver

      Gris VN, Cortopassi SRG. Avaliação dos efeitos antinociceptivos e farmacocinética do tramadol em jabutis-piranga [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10137/tde-12072018-122425/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021