Exportar registro bibliográfico

Epilepsias generalizadas idiopáticas: fatores clínicos e de neuroimagem relacionados ao difícil controle medicamentoso (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated author: LOBATO, MAURICIO LIMA - FM
  • School: FM
  • Sigla do Departamento: MNE
  • Subjects: EPILEPSIA; CÉREBRO; IMAGEM POR RESSONÂNCIA MAGNÉTICA; DIAGNÓSTICO POR COMPUTADOR; CONVULSÕES; ELETROENCEFALOGRAFIA
  • Keywords: Electroencephalography; Epilepsy; Epilepsy absence; Magnetic resonance imaging; Mioclonia; Myoclonus; Seizures; White matter
  • Language: Português
  • Abstract: As epilepsias generalizadas idiopáticas (EGIs) associam-se a controle satisfatório de crises e a exames de neuroimagem convencionais normais. Métodos de neuroimagem avançada, como DTI (diffusion tensor imaging) e VBM (voxel based morphometry), permitiram melhor compreensão dos mecanismos envolvidos no comportamento clínico das EGIs. O objetivo do estudo foi avaliar diferenças clínicas entre pacientes com EGI não refratária e refratária, assim como avaliar as diferenças entre pacientes com EGI não refratária, refratária e indivíduos saudáveis através de ressonância por DTI e VBM. Avaliamos 40 pacientes com características clínicas e eletrencefalográficas de EGI, sendo 22 pacientes com EGI não refratária (GNR) e 18 pacientes com EGI refratária (GR). Participaram do estudo 20 indivíduos saudáveis, os quais compuseram o grupo controle (GC). O grupo GR apresentava maior número de pacientes usuários de fármacos benzodiazepínicos (p=0,01) e de fármacos antiepilépticos não-valproato (p=0,02). Pacientes do grupo GR também utilizavam doses maiores de VPA que os pacientes do grupo GNR (p=0,03) e recebiam maior carga total média de fármacos antiepilépticos (p=0,04). Observou-se, em relação aos 16 feixes e tratos avaliados nos índices de DTI (AF, DM, DR, DA) que houve diferença estatística do grupo GNR em relação ao GC em duas áreas do índice AF (anisotropia fracional), seis áreas do índice DM (difusividade média), seis áreas do índice DR (difusividade radial) e seis áreas do índice DA(difusividade axial), assim como houve diferença estatística do grupo GR em relação ao GC em duas áreas do índice AF, sete áreas do índice DM, seis áreas do índice DR e três áreas do índice DA. Entre as 94 regiões estudadas por VBM, observou-se redução volumétrica estatística em nove áreas de interesse no GNR quando em comparação ao GC e em sete áreas de interesse no GR quando em comparação ao GC. Não se observaram diferenças entre os grupos GNR e GR nos parâmetros avaliados por DTI ou por VBM. Como esperado, observamos que pacientes com EGI refratária mais frequentemente utilizam fármacos antiepilépticos de segunda linha ou não habituais a este tipo de epilepsia. O estudo permitiu concluir que o comprometimento encefálico nas EGIs analisadas é difuso e envolve áreas habitualmente não associadas a estas epilepsias, como o hipocampo e outras áreas temporais, e que os achados imagenológicos não se associam à refratariedade clínica dos pacientes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 05.07.2018
  • Online source access
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LOBATO, Mauricio Lima; CASTRO, Luiz Henrique Martins. Epilepsias generalizadas idiopáticas: fatores clínicos e de neuroimagem relacionados ao difícil controle medicamentoso. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-23102018-103029/ >.
    • APA

      Lobato, M. L., & Castro, L. H. M. (2018). Epilepsias generalizadas idiopáticas: fatores clínicos e de neuroimagem relacionados ao difícil controle medicamentoso. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-23102018-103029/
    • NLM

      Lobato ML, Castro LHM. Epilepsias generalizadas idiopáticas: fatores clínicos e de neuroimagem relacionados ao difícil controle medicamentoso [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-23102018-103029/
    • Vancouver

      Lobato ML, Castro LHM. Epilepsias generalizadas idiopáticas: fatores clínicos e de neuroimagem relacionados ao difícil controle medicamentoso [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5138/tde-23102018-103029/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2022