Exportar registro bibliográfico

Resfriamento de corpos intrusivos no interior da crosta continental: o efeito da liberação do calor latente (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: SUAREZ, TATIANA ARENAS - IAG
  • Unidade: IAG
  • Sigla do Departamento: AGG
  • Subjects: GEOFÍSICA; MAGMATISMO
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho tem como objetivo estudar a evolução térmica de corpos intrusivos em diferentes níveis da crosta formados por múltiplas injeções de magma em forma de sils, levando em consideração mudança de fase e liberação de calor latente em um intervalo finito de temperaturas. A análise proposta inclui o estudo dos modelos de transferência de calor puramente condutivos utilizando a equação da evolução da entalpia que integra a mudança composicional dos magmas. A evolução térmica do corpo ígneo gerado por introdução do magma basáltico através de sils na crosta inferior obtém-se usando o método das diferenças finitas em uma dimensão, além disso se desenvolvem duas formas de construção do corpo ígneo neste nível: acréscimo por cima e acréscimo por baixo, sendo o primeiro caso o mais eficiente em manter o sistema a temperaturas elevadas durante mais tempo. Na crosta superior a evolução térmica do corpo ígneo de composição próxima ao tonalito introduzido por meio de sils é resolvida em duas dimensões com o método dos elementos finitos utilizando uma geometria com simetria axial no eixo z. O desenvolvimento destes corpos depende do ritmo de acréscimo do magma e das propriedades térmicas tanto da crosta como do magma injetado, podendo desenvolver-se como uma câmara magmática, um repositório de fusão ou um corpo altamente cristalino. A segunda fase do trabalho consistiu na solução da equação de condução de calor com mudança de estado em câmaras magmáticas esféricas, esferóides oblatos e esferóides prolatos com o método de elementos finitos para analisar evolução do sistema crosta-câmara magmática e introduzir o estudo da variação da viscosidade em função da temperatura. A geometria da câmara magmática influencia fortemente os fluxos de calor à crosta e portanto a criação de um halo dúctil que pode afetar a estabilidade dela mesma.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.07.2017

  • How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SUÁREZ, Tatiana Arenas; RIBEIRO, Fernando Brenha. Resfriamento de corpos intrusivos no interior da crosta continental: o efeito da liberação do calor latente. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.
    • APA

      Suárez, T. A., & Ribeiro, F. B. (2017). Resfriamento de corpos intrusivos no interior da crosta continental: o efeito da liberação do calor latente. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Suárez TA, Ribeiro FB. Resfriamento de corpos intrusivos no interior da crosta continental: o efeito da liberação do calor latente. 2017 ;
    • Vancouver

      Suárez TA, Ribeiro FB. Resfriamento de corpos intrusivos no interior da crosta continental: o efeito da liberação do calor latente. 2017 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021