Exportar registro bibliográfico

Análise sintático-semântica do verbo stellen com ênfase no seu uso como verbo-suporte: um estudo com base na gramática de construções (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: CASTILHO, THAÍS DIAS DE - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLM
  • Subjects: LÍNGUA ALEMÃ; FRASEOLOGIA; GRAMÁTICA
  • Keywords: Argument structure construction; Cognitve construction grammar; Construções com verbo-suporte; Construções de estrutura argumental; Gramática de construções cognitiva; Light verb constructions; Verb stellen; Verbo stellen
  • Agências de fomento:
  • Language: Português
  • Abstract: A presente pesquisa está inserida nos estudos com base na Gramática de Construções Cognitiva, e tem por objetivo realizar um mapeamento sintático-semântico do verbo stellen, com ênfase em seu uso como verbo-suporte. Para a realização desse mapeamento, analisou-se contextos de uso do verbo stellen em que ele ocorre como verbo pleno, como integrante de construções com verbo-suporte e de outros fraseologismos que se inserem nas fronteiras com essas construções. A análise dos dados está baseada na abordagem construcional de Goldberg (1995 e 2006), para quem construções são definidas como pareamentos entre forma e significado. A autora se foca em um tipo específico de construção as chamadas construções de estrutura argumental que seriam, por si só, portadoras de sentido, independentemente de outros itens lexicais que compõem as sentenças. No que diz respeito à análise da estrutura argumental das construções com verbo-suporte (doravante CVS), levamos em conta os trabalhos de Wittenberg e Piñango (2011), Rostila (2011) e Wittenberg (2016). A metodologia adotada baseou-se na elaboração de um corpus composto por informações retiradas de entradas de dicionários em língua alemã e por excertos de textos retirados do Arquivo Wikipedia Artikel und Diskussionen, fornecido pelo banco dados COSMAS II, do Institut für Deutsche Sprache, da Universidade de Mannheim. Os resultados obtidos com o estudo aqui realizado confirmam o princípio da economia semântica postulado pela Gramática deConstruções, já que os sentidos atribuídos tradicionalmente ao verbo stellen, são, na verdade, resultado da instanciação do verbo nas construções argumentais que ele pode integrar, são elas, a Construção de Movimento Causado, a Construção Transitiva, a Construção Resultativa e a Construção Bitransitiva. Os resultados da análise das CVS deverbais indicam que o sentido dessas construções é influenciado pela estrutura argumental tanto do verbo-suporte, quanto do componente nominal, em um processo de partilha de argumentos. Além disso, foram encontradas no corpus CVS formadas por stellen que, por serem altamente lexicalizadas, são consideradas unidades armazenadas como um todo no Léxico
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.10.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CASTILHO, Thaís Dias de; GLENK, Eva Maria Ferreira. Análise sintático-semântica do verbo stellen com ênfase no seu uso como verbo-suporte: um estudo com base na gramática de construções. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8144/tde-02022018-125843/ >.
    • APA

      Castilho, T. D. de, & Glenk, E. M. F. (2017). Análise sintático-semântica do verbo stellen com ênfase no seu uso como verbo-suporte: um estudo com base na gramática de construções. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8144/tde-02022018-125843/
    • NLM

      Castilho TD de, Glenk EMF. Análise sintático-semântica do verbo stellen com ênfase no seu uso como verbo-suporte: um estudo com base na gramática de construções [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8144/tde-02022018-125843/
    • Vancouver

      Castilho TD de, Glenk EMF. Análise sintático-semântica do verbo stellen com ênfase no seu uso como verbo-suporte: um estudo com base na gramática de construções [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8144/tde-02022018-125843/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021