Exportar registro bibliográfico

Investigação da prevalência de anticorpos irregulares em doadores de sangue do Instituto Paranaense de Hemoterapia e Hematologia Ltda (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: KOURY, WALLYD KALLUF - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: DOADORES DE SANGUE; ANTICORPOS; TRANSFUSÃO DE SANGUE
  • Keywords: Blood donor; Anti-dia; Irregular antibodies; Doador de sangue; Anticorpos irregulares
  • Language: Português
  • Abstract: Anticorpos antieritrocitários são produzidos contra um ou mais epítopos presentes na superfície dos glóbulos vermelhos. A pesquisa de anticorpos irregulares consiste em expor os anticorpos circulantes do indivíduo a antígenos conhecidos in vitro. Nos casos dos doadores de sangue, a legislação vigente determina a realização da pesquisa de anticorpo irregular (PAI), não exigindo, porém, a determinação da especificidade do anticorpo, e os componentes plasmáticos e os concentrados de plaquetas, cuja presença de anticorpos irregulares fora evidenciada, não devem ser utilizados para transfusão. O presente estudo caracterizou o perfil imunohematológico referente à presença de anticorpos irregulares em doadores de sangue do Instituto Paranaense de Hemoterapia e Hematologia Ltda., no período de abril de 2008 a dezembro de 2015, e avaliar: (i) a prevalência de doadores de sangue voluntários que apresentam PAI positiva, (ii) a especificidade dos aloanticorpos identificados, (iii) a prevalência dos aloanticorpos em doadores de acordo com o sexo e a faixa etária. O projeto de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa. As informações sobre resultado da PAI, especificidade do anticorpo, sexo e idade disponíveis no sistema informatizado do Instituto Paranaense de Hemoterapia e Hematologia Ltda. foram acessadas. As análises estatísticas foram realizadas utilizando-se o teste exato de Fisher e valores de p<0,05 foram considerados estatisticamente significativos. Foram analisados 155.834 doadores. Em 474 (0,3%) doadores foram detectados anticorpos irregulares, dos quais, 358 doadores apresentaram resultados conclusivos (25% sexo masculino e 75% feminino). Os anticorpos de maior frequência foram anti-D (23%, n=83), anti-M (15%, n=55), anti-K (12,2%, n=44), anti-E (11,7%, n=42) e antiDia (11,7%, n=42). As associações de diferentes anticorpos ocorreram em 14,8% (48) dapopulação estudada, sendo a mais frequente, anti-D + anti-C (n=19). A frequência de anticorpo irregular na população feminina foi significativamente maior que na masculina para as especificidades anti-D (p=0,0191) e anti-M (p=0,0005). O grupo de doadores com idade menor a 40 anos apresentou uma frequência estatisticamente maior de anticorpos irregulares com especificidades anti-M (p=0,0008) e anti-Dia (p=0,0176) quando comparado ao grupo de doadores com idade maior ou igual a 40 anos. Entre os 86 doadores do sexo masculino, a prevalência de anti-Dia foi significativamente maior na população masculina com idade inferior10 a 40 anos quando comparado aos doadores com idade maior ou igual a 40 anos (p=0,0273). O resultado obtido induz a suspeita de um provável IgM de origem natural considerando que esta população de doadores masculinos apresenta baixa chances de aloimunização por transfusão e não tem histórico de gestacional. A definição da prevalência e especificidade de aloanticorpos em doadores de sangue pode indicar a necessidade de um protocolo que defina a conduta frente ao doador com objetivo de proteção do doador de sangue e otimização do serviço de hemoterapia em relação às coletas de sangue realizadas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.06.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      KOURY, Wallyd Kalluf; TRAINA, Fabiola. Investigação da prevalência de anticorpos irregulares em doadores de sangue do Instituto Paranaense de Hemoterapia e Hematologia Ltda. 2018.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17155/tde-19072018-105457/ >.
    • APA

      Koury, W. K., & Traina, F. (2018). Investigação da prevalência de anticorpos irregulares em doadores de sangue do Instituto Paranaense de Hemoterapia e Hematologia Ltda. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17155/tde-19072018-105457/
    • NLM

      Koury WK, Traina F. Investigação da prevalência de anticorpos irregulares em doadores de sangue do Instituto Paranaense de Hemoterapia e Hematologia Ltda [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17155/tde-19072018-105457/
    • Vancouver

      Koury WK, Traina F. Investigação da prevalência de anticorpos irregulares em doadores de sangue do Instituto Paranaense de Hemoterapia e Hematologia Ltda [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17155/tde-19072018-105457/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021