Exportar registro bibliográfico

Terapia analítico-comportamental: sistematização da definição com base em introduções de textos empíricos (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: SANTOS, GABRIELA ALVES RODRIGUES DOS - IP
  • Unidade: IP
  • Sigla do Departamento: PSC
  • Subjects: PSICOTERAPIA ANALÍTICA; TERAPIA COMPORTAMENTAL; ANÁLISE DO COMPORTAMENTO; REVISÃO INTEGRATIVA
  • Language: Português
  • Abstract: A Análise do Comportamento Clínica nasceu da transposição do modelo experimental do laboratório para a aplicação com humanos, logo, mostra-se comprometida com a ciência desde sua concepção. No Brasil, a Análise do Comportamento Clínica tem uma história particular, ela foi gradualmente construída pelos primeiros estudantes de Análise do Comportamento do país e atualmente é denominada como Terapia Analítico-Comportamental (TAC). Apesar da TAC ser comprometida com a ciência desde sua concepção, uma recente revisão integrativa da produção científica da área foi realizada com o objetivo de aproximar a TAC de uma Prática Baseada em Evidências em Psicologia. Os dados demonstraram que ela carece de evidências empíricas que comprovem sua eficácia, tanto pela quantidade quanto pela qualidade dos trabalhos. Uma vez que o ponto principal de qualquer esforço para definir uma prática como baseada em evidências é começar com uma definição rigorosa da prática, o presente trabalho buscou examinar as definições da TAC descritas por autores de pesquisas empíricas. Para isso foram realizados os seguintes passos: (1) atualização da revisão integrativa da literatura de pesquisas empíricas em TAC realizada por Jan Leonardi em 2016; (2) leitura e levantamento das definições à TAC dada pelos autores nas introduções da literatura empírica levantada; (3) categorização das definições em termos de pressupostos, processos, procedimentos e resultados; e (4) análise crítica das definições dadas pelosautores. Na busca foram selecionadas 24 introduções de textos empíricos e extraídos 141 trechos referentes à definição de TAC, totalizando 265 categorizações. Os dados encontrados mostraram que as definições de TAC utilizadas nas introduções contemplam descrições em termos de procedimento, processo, resultado e pressupostos, mas apenas uma pequena parte das definições abrangeu todas essas categorias. A maior parte das descrições encontradas estão relacionadas a procedimento e, em sua maioria, respostas inespecíficas do terapeuta. A categoria de respostas inespecíficas do terapeuta consiste em descrições de ações do terapeuta de forma que não permite que um leitor bem treinado as reproduza. Os dados mostraram uma descrição pouco precisa da TAC nas introduções e, a partir deles, são discutidas as implicações para o ensino, pesquisa e prática clínica. Por fim, sugere-se possíveis diretrizes para descrições de TAC em introduções de futuras publicações, a saber: (a) apresentar os pressupostos filosóficos e teóricos que embasam a TAC fazendo uma relação direta entre estes e as implicações na compreensão, análise do caso e a prática do terapeuta; (b) descrever os fenômenos, o máximo quanto possível, em termos de processos comportamentais; (c) ao descrever procedimentos padronizados, utilizar nomenclaturas já descritas na literatura e evitar nomenclaturas novas, a não ser que esteja propondo um procedimento inédito; (d) ao descrever respostas do terapeuta, especificar quaisrespostas devem ser emitidas pelos terapeutas diante de quais antecedentes, e quais as consequências esperadas. Essas diretrizes visam promover uma descrição mais precisa a fim de favorecer avanços na área e viabilizar pesquisas que avaliem a eficácia da TAC
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.06.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Gabriela Alves Rodrigues dos; CLEMENTE, Claudia Kami Bastos Oshiro. Terapia analítico-comportamental: sistematização da definição com base em introduções de textos empíricos. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-21092018-172526/ >.
    • APA

      Santos, G. A. R. dos, & Clemente, C. K. B. O. (2018). Terapia analítico-comportamental: sistematização da definição com base em introduções de textos empíricos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-21092018-172526/
    • NLM

      Santos GAR dos, Clemente CKBO. Terapia analítico-comportamental: sistematização da definição com base em introduções de textos empíricos [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-21092018-172526/
    • Vancouver

      Santos GAR dos, Clemente CKBO. Terapia analítico-comportamental: sistematização da definição com base em introduções de textos empíricos [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-21092018-172526/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021