Exportar registro bibliográfico


Metrics:

Excesso de peso, consumo de frutas e hortaliças por adolescentes e ambiente alimentar local em São Paulo (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: NOGUEIRA, LUANA ROMÃO - FSP
  • Unidade: FSP
  • Sigla do Departamento: HNT
  • DOI: 10.11606/D.6.2018.tde-15082018-152208
  • Subjects: ADOLESCENTES; ALIMENTAÇÃO; FRUTAS; OBESIDADE; SOBREPESO; HORTALIÇAS; ALIMENTAÇÃO; CONSUMO DE ALIMENTOS; INQUÉRITOS SOBRE DIETAS
  • Keywords: Verduras; Ambiente Alimentar
  • Language: Português
  • Abstract: de 500, 1000 e 1500 metros foram criados para avaliar a presença dos estabelecimentos ao redor das residências dos adolescentes participantes do estudo. A fim de verificar a associação entre ambiente alimentar, consumo de frutas e hortaliças e excesso de peso foram elaborados modelos de regressão logística multinível, ajustados por potenciais cofundidores. A análise dos dados foi realizada no programa Stata 13.0, considerando nível de significância de 5%. Resultados: Os adolescentes apresentaram baixo consumo de frutas e hortaliças, uma vez que apenas 6,1% consumiram a quantidade recomendada pela Organização Mundial da Saúde. Além disso, 29,6% apresentaram excesso de peso. A maioria dos adolescentes possuía mercados, supermercados e mercearias (85,5%), restaurantes (75,6%) e feiras-livres e sacolões (50,6%) em torno da residência, mas não apresentava restaurantes fast-foods (93,9%), padarias e cafeterias (89,5%), e pizzarias (76,8%). A presença de uma feira-livre na zona mais próxima dos domicílios (500 m) e maior renda familiar foram associadas ao maior consumo de frutas e hortaliças. A presença de restaurantes de fast-foods no buffer de 500 metros em torno da residência foi positivamente associada ao excesso de peso. Conclusão: Esses resultados sugerem que o ambiente alimentar em São Paulo pode ser um fator importante em relação ao consumo alimentar e, consequentemente, ao excesso de peso em adolescentes da cidade. Dessa forma, é necessário intensificar políticas de educação alimentar e nutricional, redução de preços de alimentos protetores e manutenção de ambientes alimentares saudáveis.Introdução: Um ambiente obesogênico pode ser definido como "a soma de influências, oportunidades ou condições que o ambiente tem na promoção da obesidade", onde o consumo de alimentos de risco é estimulado em detrimento do consumo de alimentos de proteção. Atualmente, o excesso de peso apresenta-se como um problema de saúde pública, sendo a dieta inadequada um fator modificável para seu desenvolvimento. As frutas e hortaliças desenvolvem um papel fundamental na prevenção do excesso de peso, uma vez que apresentam baixa densidade energética, são fontes de proteínas vegetais e micronutrientes considerados protetores, além de serem ricos em fibras, aumentando a sensação de saciedade. Objetivo: Investigar a associação entre excesso de peso, consumo de frutas e hortaliças por adolescentes e ambiente alimentar local em São Paulo. Métodos: Foram utilizados dados do Inquérito de Saúde de São Paulo 2015, o qual é um estudo transversal de base populacional com amostragem probabilística de residentes em domicílios permanentes no município. Os dados foram coletados por meio de um questionário estruturado e dois recordatórios alimentares de 24 horas. O estado nutricional foi avaliado pelo Índice de Massa Corporal classificado em sem excesso de peso (percentil =85) de acordo com a Organização Mundial da Saúde. Os dados de ambiente alimentar foram obtidos do Cadastro Municipal de Vigilância Sanitária e da Secretaria Municipal de Trabalho e Empreendedorismo. Buffers (áreas de influência)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.08.2018
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.11606/D.6.2018.tde-15082018-152208 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: gold
    • Licença: cc-by-nc-sa

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      NOGUEIRA, Luana Romão; FISBERG, Regina Mara. Excesso de peso, consumo de frutas e hortaliças por adolescentes e ambiente alimentar local em São Paulo. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < https://doi.org/10.11606/D.6.2018.tde-15082018-152208 > DOI: 10.11606/D.6.2018.tde-15082018-152208.
    • APA

      Nogueira, L. R., & Fisberg, R. M. (2018). Excesso de peso, consumo de frutas e hortaliças por adolescentes e ambiente alimentar local em São Paulo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://doi.org/10.11606/D.6.2018.tde-15082018-152208
    • NLM

      Nogueira LR, Fisberg RM. Excesso de peso, consumo de frutas e hortaliças por adolescentes e ambiente alimentar local em São Paulo [Internet]. 2018 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2018.tde-15082018-152208
    • Vancouver

      Nogueira LR, Fisberg RM. Excesso de peso, consumo de frutas e hortaliças por adolescentes e ambiente alimentar local em São Paulo [Internet]. 2018 ;Available from: https://doi.org/10.11606/D.6.2018.tde-15082018-152208

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021