Exportar registro bibliográfico

Bioclimatologia subtropical e modelização do conforto humano: da escala local à regional (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: GOBO, JOÃO PAULO ASSIS - FFLCH
  • Unidade: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLG
  • Subjects: CLIMATOLOGIA; GEOGRAFIA FÍSICA; BIOMETEOROLOGIA
  • Keywords: Sensação térmica; Thermal sensation
  • Language: Português
  • Abstract: O objeto desta pesquisa consiste em avaliar e propor índices de conforto térmico humano por meio de variáveis ambientais, subjetivas e individuais, em escala climática local e regional. Para tanto, parte-se da hipótese de que o estudo abrangente do conforto térmico humano em escala local, por meio de entrevistas e análise do tempo in-loco, forneceria subsídios para o desenvolvimento de um índice que transite até a escala regional do clima. Parte-se, então, de um método indutivo experimental (levantamento em campo de variáveis climáticas, individuais e subjetivas) onde foram feitas coletas em campo no período de agosto de 2015, janeiro e julho de 2016, com a aplicação de questionários à população simultâneos a coleta de dados meteorológicos. Os resultados do estudo apontaram para a determinação da influência das particularidades climáticas regionais no conforto e na sensação térmica das pessoas entrevistadas, por meio dos efeitos diretos do clima regional. Confirmou-se a existência da influência do sexo dos indivíduos em relação às suas respostas de sensação térmica, bem como a influência dos aspectos fisiológicos tais como o índice de massa corporal e a faixa etária, na preferência térmica dos destes entrevistados. O presente estudo também possibilitou a calibração das faixas interpretativas de conforto térmico de diferentes índices de conforto para a área de estudo. Foram propostos quatro índices de conforto humano com base nas variáveis ambientais, subjetivas e individuaislocais, sendo um índice exclusivo para a situação de verão, outro calculado para o inverno, um terceiro índice desenvolvido para ambas as situações sazonais (verão e inverno) e um quarto índice, também para ambas as situações sazonais, porém, tendo como variáveis de partida apenas a temperatura do ar, da umidade relativa do ar e da velocidade do vento. Por fim, foram avaliadas estatisticamente a abrangência espacial e a extrapolação da escala de análise dos resultados para um dos índices desenvolvidos, propondo a validação deste para a escala climática regional. Os resultados apresentados possibilitaram a avaliação do conforto humano, das variáveis ambientais, subjetivas e individuais, bem como o desenvolvimento de um índice adequado tanto para escala local quanto para a escala regional do clima, o que conferiu uma resposta conclusiva à hipótese central apresentada
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.11.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GOBO, João Paulo Assis; GALVANI, Emerson; WOLLMANN, Cássio Arthur. Bioclimatologia subtropical e modelização do conforto humano: da escala local à regional. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8135/tde-23022018-094537/ >.
    • APA

      Gobo, J. P. A., Galvani, E., & Wollmann, C. A. (2017). Bioclimatologia subtropical e modelização do conforto humano: da escala local à regional. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8135/tde-23022018-094537/
    • NLM

      Gobo JPA, Galvani E, Wollmann CA. Bioclimatologia subtropical e modelização do conforto humano: da escala local à regional [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8135/tde-23022018-094537/
    • Vancouver

      Gobo JPA, Galvani E, Wollmann CA. Bioclimatologia subtropical e modelização do conforto humano: da escala local à regional [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8135/tde-23022018-094537/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021