Exportar registro bibliográfico

Avaliação da força de mordida, abertura bucal e sinais de disfunção temporomandibular na Síndrome de Down (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: RODRIGUES, FLÁVIA CÁSSIA CABRAL - FORP
  • Unidade: FORP
  • Sigla do Departamento: 804
  • Subjects: SÍNDROME DE DOWN; FORÇA DE MORDIDA; ABERTURA BUCAL; DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR
  • Keywords: Abertura bucal; Disfunção temporomandibular; Down syndrome; Força de mordida molar; Molar bite force; Mouth opening; Ranger de dentes; Síndrome de Down; Teeth grinding; Temporomandibular dysfunction
  • Language: Português
  • Abstract: O conhecimento das características funcionais da Síndrome de Down (SD) é importante para a ciência odontológica, pois indivíduos com SD apresentam alterações craniofaciais e dentárias que alteram o desempenho do sistema estomatognático. O objetivo deste estudo foi determinar padrões de referência da força de mordida molar direita (FMMD) e esquerda (FMME) máximas de indivíduos com SD analisando a influência da idade, além de compará-los com indivíduos sem síndrome de Down. A abertura bucal, estalo na ATM, ranger dos dentes (sono e vigília) foram avaliados nos indivíduos com SD. Participaram 100 indivíduos com SD que foram distribuídos em quatro grupos: crianças entre 8 e 12 anos (GSDI, n=28); adolescentes entre 13 e 20 anos (GSDII, n=30); adultos jovens entre 21 e 40 anos (GSDIII, n=29) e adultos entre 41 e 60 anos (GSDIV, n=13). Os GSD (I, II, III e IV) foram pareados sujeito a sujeito com seus respectivos controles sem síndrome (GCI, GCII, GCIII e GCIV) por idade, gênero e IMC. Os registros da FMMD e FMME foram captados pelo dinamômetro digital. O estalo sem dor (ESD), ranger dos dentes no sono (RS) e na vigília (RV) foram analisados por meio de questionário anamnésico. A abertura sem auxílio e sem dor (A), abertura máxima sem auxílio (MSA) e abertura máxima com auxílio (MCA) foram mensuradas por régua milimétrica. Os dados de FMM máximas, abertura bucal foram tabulados e submetidos à análise estatística (SPSS 22.0, p ≤0,05). Os dados de ESD, RS e RV em indivíduos com SDforam demonstrados em valores percentuais. Houve diferença estatística significante (ANOVA, p ≤ 0,05) para FMME no GSD ao longo dos anos (p=0,00) registrando maior força para o GSDII. Na comparação dos Grupos etários com os Grupos controles houve diferença estatística significante (teste t de student, p ≤ 0,05) para FMMD: GSDII X GCII (p=0,00), GSDIII X GCIII (p=0,00), GSDIV X GCIV (p=0,00) e FMME: GSDI X GCI (p=0,00), GSDII X GCII (p=0,00), GSDIII X GCIII (p=0,00) e GSDIV X GCIV (p=0,00). As FMMD e FMME dos Grupos etários com SD foram menores quando comparados aos GC (I, II, III e IV). Na abertura bucal ocorreu diferença estatística significante (ANOVA, p ≤ 0,05) ao longo dos anos: A (p=0,00), MSA (p=0,00) e MCA (p=0,00) com maior A no GSDII e maior MSA e MCA no GSDIII. O GSDIII apresentou maior valor percentual de ESD e RDV e o GSDI maior de RDS. Os resultados deste estudo determinaram padrões referenciais de FMM ao longo dos anos em indivíduos com SD, com maior força para os adolescentes, diminuição gradual durante o envelhecimento, menor força máxima quando comparado aos indivíduos sem síndrome, influência da idade na abertura bucal e presença de ESD, RS e RV
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.04.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RODRIGUES, Flávia Cássia Cabral; BATAGLION, César. Avaliação da força de mordida, abertura bucal e sinais de disfunção temporomandibular na Síndrome de Down. 2017.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58133/tde-18052018-165425/ >.
    • APA

      Rodrigues, F. C. C., & Bataglion, C. (2017). Avaliação da força de mordida, abertura bucal e sinais de disfunção temporomandibular na Síndrome de Down. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58133/tde-18052018-165425/
    • NLM

      Rodrigues FCC, Bataglion C. Avaliação da força de mordida, abertura bucal e sinais de disfunção temporomandibular na Síndrome de Down [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58133/tde-18052018-165425/
    • Vancouver

      Rodrigues FCC, Bataglion C. Avaliação da força de mordida, abertura bucal e sinais de disfunção temporomandibular na Síndrome de Down [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58133/tde-18052018-165425/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020