Exportar registro bibliográfico

Influência do meio de conservação e efeito do tratamento de superfície na anquilose e na reabsorção de tecidos mineralizados após o reimplante de dentes avulsionados (2017)

  • Authors:
  • Autor USP: LONGO, DANIELE LUCCA - FORP
  • Unidade: FORP
  • Sigla do Departamento: 807
  • Subjects: TRAUMATISMOS DENTÁRIOS; LUXAÇÃO DENTÁRIA; REIMPLANTE DENTÁRIO; ANQUILOSE; REABSORÇÃO RADICULAR
  • Keywords: Ankylosis; Anquilose; Avulsão dentária; Dental trauma; Inflammatory root resorption; Meio de conservação; Reabsorção externa inflamatória; Reabsorção externa por substituição; Reimplante dentário; Replacement root resorption; Root surface treatment; Storage media; Tooth avulsion; Tooth replantation; Tratamento da superfície radicular; Traumatismo dentário
  • Language: Português
  • Abstract: O tratamento preconizado para dentes permanentes avulsionados devido a traumatismos dentários em crianças é o reimplante dental. Entretanto, sabe-se que o sucesso após o reimplante depende, especialmente, do tempo em que o dente permanece fora do alvéolo e do meio de conservação no qual o dente é armazenado. Nesse sentido, para que se tenha sucesso após o reimplante faz-se necessário que o dente seja imediatamente reimplantado e/ou seja mantido em um meio capaz de manter a vitalidade das células da superfície radicular. Se isso não for possível, o tratamento da superfície radicular deverá ser instituído com o objetivo de prevenir a reabsorção radicular. Dessa maneira, esta pesquisa teve como primeiro objetivo avaliar a influência de diferentes meios de conservação para dentes avulsionados, por meio de uma revisão sistemática, com a finalidade de estabelecer se há um consenso sobre o meio mais adequado para conservação capaz de prevenir sequelas como anquilose e reabsorção dentária. A seguir, o segundo objetivo desse estudo foi testar o Denosumab, um anticorpo monoclonal anti-RANKL, como substância para o tratamento tópico da superfície radicular, a fim de evitar a anquilose e a reabsorção dentária por substituição. Para tanto, foram utilizados 36 incisivos superiores direitos de ratos submetidos à extração cirúrgica, manutenção em meio extra-alveolar seco por 60 minutos e posterior reimplante. No grupo I, controle positivo, foi realizado o reimplante tardio sem tratamento desuperfície; nos grupos II e III, grupos experimentais, previamente ao reimplante tardio foi realizado o tratamento da superfície radicular com solução de Denosumab a 60 mg/mL e a 30 mg/mL, respectivamente, por 10 minutos. Os canais radiculares dos animais dos três grupos foram preenchidos com pasta à base de hidróxido de cálcio, via retrógrada, e em seguida os dentes foram reimplantados. Decorridos 15 e 60 dias do reimplante, os animais foram submetidos à eutanásia e as peças, contendo dente e osso, foram removidas para o processamento histotécnico. A seguir cortes histológicos foram realizados, corados por hematoxilina e eosina (HE), para descrição das características da superfície dentária e do ligamento periodontal e para mensuração do comprimento (perímetro) da anquilose e/ou reabsorção por substituição e das áreas de reabsorção dentária, em microscopia de luz e, para mensuração da área do ligamento periodontal, em microscopia de fluorescência. Espécimes sequenciais foram analisados por meio de coloração de Brown & Brenn modificada para identificação de micro-organismos e imunohistoquímica para identificação dos marcadores RANKL, OPG e Periostina (PRT). As análises foram realizadas de forma descritiva e quantitativa. Dados quantitativos foram submetidos à analise estatística por meio do teste paramétrico ANOVA de uma via e pós-teste de Tukey e dos testes não-paramétricos de qui-quadrado e exato de Fisher, com nível de significância de 5%. Ao final da revisão sistemáticada literatura pudemos concluir que não há evidência para estabelecer qual o melhor meio de conservação para dentes avulsionados. Dentre os meios que foram encontrados estão a água de coco, água da torneira, leite de soja, leite integral, solução salina, saliva, própolis, soro fisiológico, solução Euro-Collins, solução salina balanceada de Hanks (HBSS) e Viaspan®. Ainda que esta revisão tenha sido conduzida em modelo animal experimental, a baixa qualidade dos estudos bem como a sua heterogeneidade indicam que a extrapolação para humanos deva ser cautelosa. No estudo experimental em modelo animal, o tratamento de superfície com Denosumab a 60 mg/mL preveniu a anquilose, a reabsorção por substituição e a reabsorção dentária, após 60 dias, comparado com o grupo sem tratamento. A coloração de Brown & Brenn evidenciou uma menor contaminação nos tecidos mineralizados quando do tratamento de superfície com Denosumab, independente da concentração utilizada. Com relação à imunohistoquímica, o tratamento com Denosumab inibiu a síntese de RANKL sem modular OPG. A Periostina foi observada no ligamento periodontal dos dentes reimplantados. Porém, essa marcação estava ausente nas áreas de anquilose, em ambos os períodos experimentais, indicando que durante o processo de anquilose a síntese de periostina é inibida, o que resulta na fusão do osso à superfície radicular
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.07.2017
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LONGO, Daniele Lucca; SILVA, Léa Assed Bezerra da. Influência do meio de conservação e efeito do tratamento de superfície na anquilose e na reabsorção de tecidos mineralizados após o reimplante de dentes avulsionados. 2017.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-30082017-081033/ >.
    • APA

      Longo, D. L., & Silva, L. A. B. da. (2017). Influência do meio de conservação e efeito do tratamento de superfície na anquilose e na reabsorção de tecidos mineralizados após o reimplante de dentes avulsionados. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-30082017-081033/
    • NLM

      Longo DL, Silva LAB da. Influência do meio de conservação e efeito do tratamento de superfície na anquilose e na reabsorção de tecidos mineralizados após o reimplante de dentes avulsionados [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-30082017-081033/
    • Vancouver

      Longo DL, Silva LAB da. Influência do meio de conservação e efeito do tratamento de superfície na anquilose e na reabsorção de tecidos mineralizados após o reimplante de dentes avulsionados [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58135/tde-30082017-081033/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2021