Exportar registro bibliográfico

Papel da sinalização da adenosina na geração de células T regulatórias a partir de células T naive de cordão umbilical e na imunomodulação por células-tronco estromais mesenquimais de medula óssea (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: FREITAS, HELDER TEIXEIRA DE - FMRP
  • Unidade: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: ADENOSINA; CÉLULAS; CORDÃO UMBILICAL; CÉLULAS-TRONCO
  • Keywords: Regulatory T cell; Adenosine; CD39; T regulatórias; Adenosina
  • Language: Português
  • Abstract: As células T regulatórias (Tregs) são essenciais para a manutenção da tolerância periférica, prevenção de doenças autoimunes e limitantes nas doenças inflamatórias crônicas. Além disso, essas células exercem um papel fundamental no controle da rejeição de transplantes. Diferentes protocolos mostraram que é possível obter Tregs a partir de células T naive CD4+ in vitro. Para tal, é consenso que o TGF-? e a interleucina-2 (IL-2) são capazes de direcionar as células T naive CD4+ a se tornarem regulatórias após um estímulo antigênico (anti-CD3/CD28). Nosso grupo recentemente notou que, durante a imunomodulação de linfócitos T pelas células estromais mesenquimais (CTMs), estas eram capazes de produzir adenosina que, por sua vez, participa do processo de imunorregulação. Outros trabalhos indicam que as CTMs suprimem a proliferação dos linfócitos T pela geração de Tregs e que as CTMs induzem a geração de Tregs através da regulação negativa da via TCR e da via AKTmTOR. Evidências apontam que a adenosina pode atuar regulando negativamente a via mTOR. Portanto, acredita-se que a adenosina possa participar do processo de geração de Tregs através da modulação da via mTOR. Além disso, estudos recentes indicam que a ativação de receptores de adenosina, mais especificamente A2a, com agentes agonistas, leva ao aumento da produção de células Tregs, enquanto que a utilização de agentes antagonistas destes receptores leva à diminuição da diferenciação de Tregs. Porém, estes estudos mostram ageração de Tregs a partir de células T naive de camundongos. Visto a grande importância das Tregs no contexto imunológico, a produção eficiente de Tregs in vitro tem importância fundamental para o desenvolvimento de novos protocolos terapêuticos para o tratamento de doenças autoimunes e no combate à rejeição de transplantes. Assim, o objetivo central deste trabalho foi avaliar a participação de agonistas e antagonistas de receptores de adenosina na indução de células T regulatórias geradas in vitro (iTreg) pela ativação de células T CD4+ naive isoladas de sangue de cordão umbilical (SCU) humano. Para isso, células mononucleares foram isoladas de bolsas de SCU e as células T naive foram isoladas imunomagnéticamente. Essas células foram ativadas com beads ligadas a anticorpos anti-CD2/CD3/CD28 e cultivadas por cinco dias na presença de IL-2 e diferentes concentrações de drogas agonistas e antagonistas de receptores de adenosina. Em seguida, foram avaliados os principais marcadores de células T regulatorias por meio de citometria de fluxo e o meio de cultura foi coletado ao final da geração para quantificação de citocinas. Além disso, o RNA total foi extraído de todas as condições de cultivo para a análise da expressão de genes envolvidos na geração e desenvolvimento das Tregs, por PCR quantitativo. O potencial de supressão de células T efetoras também foi avaliado
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.05.2018
  • Acesso à fonte
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FREITAS, Helder Teixeira de; PANEPUCCI, Rodrigo Alexandre. Papel da sinalização da adenosina na geração de células T regulatórias a partir de células T naive de cordão umbilical e na imunomodulação por células-tronco estromais mesenquimais de medula óssea. 2018.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17153/tde-19072018-135504/ >.
    • APA

      Freitas, H. T. de, & Panepucci, R. A. (2018). Papel da sinalização da adenosina na geração de células T regulatórias a partir de células T naive de cordão umbilical e na imunomodulação por células-tronco estromais mesenquimais de medula óssea. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17153/tde-19072018-135504/
    • NLM

      Freitas HT de, Panepucci RA. Papel da sinalização da adenosina na geração de células T regulatórias a partir de células T naive de cordão umbilical e na imunomodulação por células-tronco estromais mesenquimais de medula óssea [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17153/tde-19072018-135504/
    • Vancouver

      Freitas HT de, Panepucci RA. Papel da sinalização da adenosina na geração de células T regulatórias a partir de células T naive de cordão umbilical e na imunomodulação por células-tronco estromais mesenquimais de medula óssea [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17153/tde-19072018-135504/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020