Exportar registro bibliográfico


Metrics:

An invitation to travel in an interethnic arena: listening carefully to Amerindian leaders' speeches (2018)

  • Authors:
  • Autor USP: GUIMARÃES, DANILO SILVA - IP
  • Unidade: IP
  • DOI: 10.1007/s12124-018-9431-0
  • Subjects: PSICOLOGIA CULTURAL; DISCURSO; ÍNDIOS; ALTERIDADE; SÃO PAULO
  • Agências de fomento:
  • Language: Inglês
  • Imprenta:
  • Source:
  • Acesso à fonteDOI
    Informações sobre o DOI: 10.1007/s12124-018-9431-0 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de assinatura
    • Este artigo NÃO é de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: closed

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ACHATZ, Rafaela Waddington; GUIMARÃES, Danilo Silva. An invitation to travel in an interethnic arena: listening carefully to Amerindian leaders' speeches. Integrative Psychological and Behavioral Science, New York, Springer, p. 1-19, 2018. Disponível em: < https://doi.org/10.1007/s12124-018-9431-0 > DOI: 10.1007/s12124-018-9431-0.
    • APA

      Achatz, R. W., & Guimarães, D. S. (2018). An invitation to travel in an interethnic arena: listening carefully to Amerindian leaders' speeches. Integrative Psychological and Behavioral Science, 1-19. doi:10.1007/s12124-018-9431-0
    • NLM

      Achatz RW, Guimarães DS. An invitation to travel in an interethnic arena: listening carefully to Amerindian leaders' speeches [Internet]. Integrative Psychological and Behavioral Science. 2018 ; 1-19.Available from: https://doi.org/10.1007/s12124-018-9431-0
    • Vancouver

      Achatz RW, Guimarães DS. An invitation to travel in an interethnic arena: listening carefully to Amerindian leaders' speeches [Internet]. Integrative Psychological and Behavioral Science. 2018 ; 1-19.Available from: https://doi.org/10.1007/s12124-018-9431-0

    Referências citadas na obra
    ABRASME (2014, September). Carta de Manaus por uma saúde integral aos povos indígenas . Retrieved from http://www.congresso2014.abrasme.org.br/informativo/view?ID_INFORMATIVO=127&impressao
    Albert, B. (1997). Territorialité, ethnopolitique et développement : à propos du mouvement indien en Amazonie brésilienne. Cahiers des Amériques Latines, 23, 177–210.
    Albert, B. (2002). O ouro canibal e a queda do céu: uma crítica xamânica da economia política da natureza (Yanomami). ln B. Albert & A. R. Ramos (Eds.), Pacificando o branco: cosmologias do contato no norte-amazônico (1st Ed, pp. 239–274). São Paulo: UNESP.
    Bakhtin, M. (1997) Estética da criação verbal (2nd Ed, pp. 399–415). São Paulo: Martins Fontes.
    Bakhtin, M. M. & Voloshinov, V. N. (1976) Discourse in life and discourse in art: concerning sociological poetics. In V. N. Voloshinov, Freudism. New York: Academic Press.
    Berger, P., & Luckmann, T. (1967). The social construction of reality: A treatise in the sociology of knowledge. London: The Penguin Press.
    Cândido Lima, J. (2010). Manifestações de lideranças indígenas. Conselho Regional De Psicologia Da 6a Região (Ed), Psicologia e povos indígenas (pp. 78–79). São Paulo: CRPSP.
    Carneiro da Cunha, M. (2012). Índios no Brasil: história, direitos e cidadania (p. 2012). São Paulo, SP: Claro Enigma.
    Coelho Junior, N. (2008). Da fenomenologia à ética como filosofia primeira: notas sobre a noção de alteridade no pensamento de E. Lévinas. Estudos e Pesquisa em Psicologia, 2, 213–223.
    Cornejo, J. (2008). Intersubjectivity as co-phenomenology: From the holism of meaning to the being-in-the-world-with-others. Integrative Psychological and Behavioral Sciences, 42, 171–178.
    da Silva, P. R. (2014). A (in)visibilidade indígena no livro didático de história do Ensino Médio. Anais do XVI Encontro Regional de História da Anpuh-Rio: Saberes e práticas científicas. Retrieved from http://www.encontro2014.rj.anpuh.org/resources/anais/28/1400212166_ARQUIVO_Phabio_Rocha.pdf
    Darã Tupi Guarani, A. L. (2010) Manifestações de lideranças indígenas. Conselho Regional De Psicologia Da 6a Região (Ed), Psicologia e povos indígenas (pp. 60–71). São Paulo: CRPSP.
    Descola, P. (2008). Who owns culture. In La vie des idées Retrieved from http://www.booksandideas.net/Who-owns-nature.html .
    Faleiros, A. (2014). Tradução poética e xamanismo transversal: correspondências entre Llansol e Baudelaire. Revista Brasileira de Literatura Comparada, 24, 16–32.
    Gallois, D. T. (2000). Sociedades indígenas em novo perfil: alguns desafios. Travessia, Revista do Migrante, ano XIII, n. 36. Retrieved from https://www.institutoiepe.org.br/media/artigos/doc7.pdf
    Gandra, E. Á., & Nobre, F. N. (2014). A temÁtica indígena no ensino de História do Brasil: uma anÁlise da coleção didÁtica Projeto AraribÁ (2008-2013). Revista do Lhiste, 1, 40–57.
    Guimarães, D. S. (2016). Amerindian paths: Guiding dialogues with psychology. Charlotte: Information Age Publishing.
    Guimarães, D. S. (2017). Amerindian psychology: Cultural basis for general knowledge construction. In B. Wagoner, I. Bresco, & S. H. Awad (Eds.), The psychology of imagination: History, theory and new research horizons (pp. 221–238). Charlotte: Information Age Publishing.
    Jahoda, G. (1999). The images of savages: Ancient roots of modern prejudice in western culture. New York: Routledge.
    Krenak, A. (2000). O eterno retorno do encontro. In B. Ricardo & F. Ricardo (Eds.), Povos Indígenas no Brasil 1996–2000 (pp. 45–48). São Paulo: Instituto Socioambiental.
    Lindemeyer, M. R. (2013). O indígena no livro didático: memórias e identidades nas terras do Pará. In Anais do SILEL Retrieved from http://www.ileel.ufu.br/anaisdosilel/wp-content/uploads/2014/04/silel2013_695.pdf .
    Marcolino Tupi-Guarani Nhandéwa, C. (2010) Manifestações de lideranças indígenas. Conselho Regional De Psicologia Da 6a Região (Ed), Psicologia e povos indígenas (pp. 80–81). São Paulo: CRPSP.
    Mariano Guarani Mbya, R. S. (2010) Manifestações de lideranças indígenas. Conselho Regional De Psicologia Da 6a Região (Ed), Psicologia e povos indígenas (pp. 43–45). São Paulo: CRPSP.
    Martins Guarani Mbya, E. A. (2010) Manifestações de lideranças indígenas. Conselho Regional De Psicologia Da 6a Região (Ed), Psicologia e povos indígenas. (pp. 57–59) São Paulo: CRPSP.
    Pankararu, D. (2010) Manifestações de lideranças indígenas. Conselho Regional De Psicologia Da 6a Região (Ed), Psicologia e povos indígenas (pp. 41–43). São Paulo: CRPSP.
    Pantoja, M., Costa, E., & Almeida, M. W. (2011). Teoria e prática da etnicidade no Alto Juruá Acreano. Revista Raízes., 31(1), 118–137.
    Ribeiro, D. (1996). Os Índios e a Civilização: a integração das populações indígenas no Brasil moderno. São Paulo: Companhia das Letras.
    Simão, L. M. (2010). Ensaios Dialógicos: compartilhamento e diferença nas relações eu outro. São Paulo: HUCITEC.
    Simão, L. M. (2015) The contemporary perspective of semiotic cultural constructivism: For an hermeneutical reflexivity in psychology. In Marsico, Ruggieri & Salvatore (Eds.), Reflexivity and psychology (pp. 65–85). Charlotte: Information Age Publishing.
    Spink, P. K. (2003). Pesquisa de campo em psicologia social: uma perspectiva pós-construcionista. Psicologia & Sociedade, 15(2), 18–42. https://doi.org/10.1590/S0102-71822003000200003 .
    Todorov, T. (1982). A conquista da América: a questão do outro. São Paulo: Martins Fontes.
    Valsiner, J. (1997). Dialogical models of psychological processes: Capturing dynamics of development. Polish Quarterly of Developmental Psychology, 3(2), 155–160.
    Varga, I., Batista, L., & Viana, R. (2013). Saúde da população indígena. In G. Venturi & V. Bokany (Eds.), Indígenas no Brasil: demandas dos povos e percepções da opinião pública (pp. 143–175). São Paulo: Perseu Abramo.
    Viveiros de Castro, E. (2004). Perspectival anthropology and the method of controlled equivocation. Tipití: Journal of the Society for the Anthropology of Lowland South America, 2, 3–22 Retrieved from http://digitalcommons.trinity.edu/tipiti/vol2/iss1/1 .
    Viveiros de Castro, E. (2006) No Brasil, todo mundo é índio, exceto quem não é. In B. Ricardo & F. Ricardo (Eds.), Povos Indígenas no Brasil 2001–2005 (pp. 41–49). São Paulo: Instituto Socioambiental.

Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2020